Início » Telecomunicações » Vídeo em celulares bomba e tráfego duplica em um ano

Vídeo em celulares bomba e tráfego duplica em um ano

Estimativa da Ericsson: mais de 9 bilhões de linhas em 2018

Por
6 anos e meio atrás

Relatório divulgado pela Ericsson na quarta-feira (21) aponta que o tráfego de dados em dispositivos móveis dobrou no terceiro semestre de 2012 em relação ao mesmo período de 2011. Segundo as informações coletadas pela empresa, os vídeos foram os grandes responsáveis por este número, representando 25% do consumo de banda nos smartphones e 40% nos tablets.

Alô, mamãe (foto: Flickr / Elvert Barnes)

Alô, mamãe.

De acordo com a empresa, 40% dos celulares vendidos durante o terceiro trimestre eram telefones inteligentes, cifra que também puxou o consumo de dados para cima. “As demandas por qualidade nas redes móveis foram elevadas com a chegada de smartphones e tablets, que mudaram a maneira que usamos a internet. Agora mobilidade é parte importante de nossas vidas, e sempre temos um dispositivo capaz de acessar a rede em nossas mãos” lembra Douglas Gilstrap, vice-presidente de estratégia da companhia nórdica.

A Ericsson afirma que até o final do ano o mundo deverá ter 6,6 bilhões de linhas móveis em atividade, chegando a 9,3 bilhões até 2018 – quando o volume de dados deverá crescer 12 vezes em relação aos niveis atuais.

A China liderou o ranking trimestral de novas linhas, com 40 milhões de habilitações, seguida de longe pelo Brasil-il-il (9 milhões), Indonésia (7 milhões) e Filipinas (5 milhões). Em seguida a Ericsson vende seu peixe, afirmando que o aumento de tráfego deverá pedir por maior demanda em investimento em infraestrutura.

Nessa semana, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) divulgou os números do mercado brasileiro: são, no total, 259 milhões de acessos móveis. Pelos cálculos da agência reguladora, a teledensidade ficou em 131,70 acessos móveis para cada grupo de 100 habitantes. Sim, há mais celular do que gente.

Foto: Elvert Barnes no Flickr

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.