Início » Brasil » Procon notifica lojas da Black Friday por maquiarem descontos

Procon notifica lojas da Black Friday por maquiarem descontos

Americanas.com, Extra, Fast Shop, Ponto Frio, Saraiva, Submarino e Wal-Mart têm até a próxima semana para prestar esclarecimentos.

Avatar Por
7 anos atrás

O Procon de São Paulo comunicou o envio de notificação para sete empresas participantes da Black Friday que acontece hoje. Fiscais da fundação identificaram indícios de maquiagem nos descontos oferecidos por Americanas.com, Extra (tanto loja física quanto virtual), Fast Shop, Ponto Frio, Saraiva, Submarino e Wal-Mart. As empresas têm uma semana, até 30 de novembro, para prestar esclarecimentos.

A entidade recebeu 40 reclamações de consumidores até 15h. A partir disso, iniciaram investigações que podem levar a autuação e processo administrativo.

No Código de Defesa do Consumidor fica estabelecida a multa entre R$ 450 e R$ 6,5 milhões para empresas pegas no flagra desrespeitando a legislação. Situação similar ocorreu na liquidação do ano passado. Algumas redes de varejo ainda discutem o pagamento de multa com o Procon-SP.

Preços inflados

Não faltam relatos de empresas que modificaram os preços de produtos para “inflar” o desconto prometido ao cliente. Num dos casos mais absurdos, um leitor do Tecnoblog percebeu que o mesmo televisor de LED e 40” custava “de R$ 2.199 por R$ 1.979,10” na semana passada. Mesmo produto, no mesmo site, custava “de R$ 2.999 por R$ 2.699,10” nesta sexta-feira. Confira na captura de tela abaixo.

Mesmo produto, na mesma loja, em 17/11 e em 23/11

Mesmo produto, na mesma loja, em 17/11 e em 23/11

O comparador de preços Já Cotei reportou, a pedido do Tecnoblog, flutuações de preço que levantam suspeitas. iPad 3 custava cerca de R$ 1.577 no início do mês, com o valor variando pouco. A partir de 16 de novembro houve disparada no “preço máximo” até chegar aos atuais R$ 1.749. Ou seja, algumas lojas oferecem o iTreco “de R$ 1.749” pelo preço que já estava marcado na etiqueta anteriormente.

Galaxy SIII disparou nos últimos dias

Galaxy SIII disparou nos últimos dias

Ainda falando em gadgets, a ferramenta de gráfico de preços aponta a disparada no “preço máximo” do Galaxy S III desbloqueado a partir de 13 de novembro. Atualmente custa “de $ 2.099” por R$ 1.398 no “preço mínimo”. Este mesmo aparelho tinha “preço mínimo” de R$ 1.380,64 em 4 de novembro.

Dificuldades de acesso

Lojas inacessíveis à uma da manhã

Lojas inacessíveis à uma da manhã

Diversos sites de e-commerce ficaram inacessíveis por horas a fio na manhã de hoje. Temos informação de que o Busca Descontos, site que centraliza as ofertas do Black Friday de diversas lojas, recebeu mais de 50 mil requisições simultâneas de acesso. Número impressionante.

Segundo a companhia, somente nas 12 primeiras horas de liquidação haviam superado as vendas do ano passado. A empresa especializada em autenticação de compras ClearSale não forneceu dados sobre o balanço de vendas até o meio-dia.

Por centralizar as ofertas, a Busca Descontos montou uma equipe para monitorar ofertas falsas. Pedro Eugênio, CEO da firma, disse em nota à mídia que contam com a ajuda dos consumidores para denúncia de maquiagem de preços. Ele pede aos consumidores que utilizem o botão “Denuncie” no hotsite da Black Friday.

Estamos tentando contato com as empresas acusadas pelo Procon-SP de maquiar preços. Também tentamos falar com o Busca Descontos sobre a propriedade da marca “Black Friday”, se é que ela existe. Não nos responderam.