Início » Legislação » Fuja dessas lojas virtuais

Fuja dessas lojas virtuais

Procon-SP divulga lista com mais de 200 sites de comércio eletrônico trambiqueiros

Avatar Por

Mais de 200 empresas devem ficar de fora da sua próxima compra. O Procon de São Paulo divulga nessa semana uma listagem com páginas de comércio eletrônico que estão longe de inspirar confiança nos consumidores. Dessa forma, o órgão espera ajudar o internauta no momento em que faz pesquisa de preços e produtos para compra.

Essa não é a primeira vez em que o Procon-SP demonstra preocupação com o comércio eletrônico. Na semana passada, quando ocorrida a liquidação “Black Friday”, notificou sete lojas, algumas com representação online: Americanas.com, Extra (tanto loja física quanto virtual), Fast Shop, Ponto Frio, Saraiva, Submarino e Wal-Mart.

De acordo com o órgão, a listagem de mais de 200 lojas virtuais das quais o consumidor deve manter distância está amparada em reclamações de clientes, principalmente a falta de entrega do produto adquirido. O Procon-SP tentou contato com as lojas, inclusive a partir de dados presentes na Junta Comercial, na Receita e no Registro.BR antes de inclui-los na lista.

O documento informa o endereço do site (URL), responsável por ele, o CNPJ ou CPF do vendedor, a situação da página e a data de inclusão nos registros do órgão. Veja abaixo a lista completa.

A atuação da entidade não se limita a listar as lojas virtuais problemáticas. “Denunciamos os casos ao Departamento de Polícia e Proteção a Pessoa (DPPC) e ao Comitê Gestor da Internet (CGI), que controla o registro de domínios no Brasil”, diz o diretor-executivo Paulo Arthur Góes.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jayme Bentes
Uma forma de evitar a picaretagem seria tornar obrigatória, para todos os que pretendem fazer comércio pela Internet, a adoção de um sistema nos moldes do Mercado Pago ou do PayPal, onde o cliente faz o depósito do valor da mercadoria mas este só é liberado para o vendedor após confirmação de recebimento pelo comprador. Assim, não haveria como "vender" mas não entregar o produto. Seria também uma forma de se ter um ranking ou pontuação dos vendedores, de acordo com seu comportamento e avaliação deles pelos clientes, como existe em alguns sites, tipo o "Mercado Livre" e outros. Prevenir é melhor do que tentar remediar o que geralmente não tem mais remédio: já fui lesado por um site, que acabou sendo fechado, mas nunca mais vi a cor do meu precioso dinheirinho...
caRIOca
A eletroshopp.com foi denunciada no Fantástico! Os caras andavam de Mercedes em Palmas, helicóptero pelo Rio e zombavam dos que caiam no golpe!
caRIOca
Ultimamente eu tenho fugido de todas, já que a negociação face a face com os vendedores das lojas físicas têm sidos melhores que as da e-commerce.
Gabriel Ayres
Poxa, tem umas com cada nome, que se alguém comprou, mereceu ser passado pra trás haha
Mozart
Beleza. já podem fechar as portas agora, ou melhor, o site.
Fabio
Não recomendo também universocam.com.br LIXO
RamonGonz
Das que estao no ar, ja tinha ouvido falar dessas: Apetrexo Fator Digital iShop 21 Mas nunca nem cheguei perto quando pretendia comprar algo. Essa Apetrexo tem bastante propaganda pela internet a fora...
RamonGonz
muito bom esse trabalho. espero que de frutos! CADEIA NELES!!
pryderi
Ok. E quando seu pedido está retido nos Correios, como faz se não há outra empresa?