Início » Antivírus e Segurança » Operadoras brasileiras vão bloquear porta 25 para envio de emails

Operadoras brasileiras vão bloquear porta 25 para envio de emails

Medida foi tomada para diminuir o envio de spams por IPs brasileiros.
Regra do Comitê Gestor da Internet entra em vigor no dia 1º de janeiro de 2013.

Paulo Higa Por

Num passado não muito distante, quando o Gmail ainda não havia aparecido e os webmails eram uma porcaria, era muito comum o uso de clientes como o Outlook e o Thunderbird para enviar emails. Esses aplicativos normalmente usavam a porta 25 para se comunicar com os servidores de emails. Agora, com uma nova regra do Comitê Gestor da Internet, as operadoras brasileiras têm de bloquear a porta 25 dos usuários domésticos. A decisão pode pegar alguns internautas de surpresa.

Você já deve ter lido histórias parecidas. Isso porque a ideia não é nova: o documento que trata da “Recomendação para a Adoção de Gerência de Porta 25 em Redes de Caráter Residencial” do CGI.br foi publicado no dia 24 de abril de 2009. Empresas de telefonia, provedores de acesso e a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) concordaram com a recomendação e a regra finalmente vai entrar em vigor a partir do dia 1º de janeiro de 2013, afetando tanto conexões residenciais de banda larga fixa quanto conexões 3G.

Se você usa Outlook, use a porta 587 para enviar emails

A medida foi tomada para tentar diminuir o número de spams enviados por IPs brasileiros. Muitos crackers (os hackers do mal) se aproveitam de computadores vulneráveis para criar redes zumbis de envio de spam. O Brasil figura entre os países que mais enviam spam no mundo e já alcançou a segunda posição no ranking mundial. Em outubro deste ano, segundo a fabricante de software de segurança Sophos, nós conseguimos cair para a quinta posição, com 4,0% dos spams do mundo. Indianos lideram com 16,1%.

Como alternativa, o CGI.br recomenda que os usuários enviem emails através da porta 587, que exige autenticação. O Gmail, serviço de email mais utilizado no mundo, oferece as portas 465 (com protocolo SSL) e 587 (com TLS). Por sua vez, o também bastante popular Yahoo Mail usa a porta 587 para envio de mensagens. O R7 emprega a porta 587 para acesso de usuários ao serviço de email e faz três anos que o UOL também não fornece mais acesso pela porta 25.

Nada muda para quem usa webmail. O CGI.br também garantiu que as conexões das empresas (que costumam usar clientes de email com mais frequência) não terão a porta 25 bloqueada. Isso é bom e ruim: bom porque o pessoal de suporte não vai ter dor de cabeça com configuração de email; ruim porque o alvo dos spammers pode simplesmente mudar de usuário doméstico para usuário corporativo.

O CGI.br explica as mudanças mais a fundo em um hotsite específico sobre o assunto.

Com informações: Exame.