Início » Celular » Celulares da Samsung terão sistema baseado em Linux que não é o Android

Celulares da Samsung terão sistema baseado em Linux que não é o Android

Intel e operadoras auxiliam na produção da plataforma Tizen

Avatar Por

Tizen em vídeo do "Handheld Blog".

A fabricante sul-coreana Samsung confirmou à mídia especializada que iniciará a produção de celulares inteligentes com o sistema Tizen a partir deste ano. A plataforma baseada em Linux está em desenvolvimento colaborativo entre a Samsung e a fabricante de processadores Intel com supervisão da Fundação Linux. Analistas ouvidos pelo site do Globo apontam para diminuição na dependência que a Sammy sofre do Android, sistema mantido pelo Google.

Não temos detalhes de quais produtos serão os primeiros rodando sistema Tizen. A Samsung limita-se a confirmar que a plataforma estará em alguns smartphones a partir deste ano. Dependendo das condições de mercado, pode ser que a fabricante amplie a linha de produtos rodando o sistema. Operadoras como a europeia Vodafone e a japonesa NTT DoCoMo também têm participação no desenvolvimento de Tizen.

A interface do Tizen deve seguir bastante as diretrizes que a Samsung estabeleceu para o TouchWiz, espécie de pele que a fabricante adiciona sobre o sistema Android que recebe do Google nos smartphones da marca. Há quem critique o TouchWiz por reduzir a experiência de uso do Android “puro”, aquele que não passa por modificações.

Faz todo sentido que a Samsung inicie o uso de um sistema próprio. Maior fabricante de celulares no mundo, a sul-coreana depende do buscador Google para uma série de inovações no Android. Acaba ficando difícil de se diferenciar dos demais fabricantes no rol dos que usam Android, pois o código-fonte é basicamente o mesmo para todos.

O Tizen, por sua vez, se baseia no Linux e tem raízes no MeeGo, plataforma que a Nokia abandonou depois de produzir um aparelho magnífico com o sistema – o Nokia N9.

Assista abaixo a um vídeo feito pelo site Handheld Blog mostrando protótipo de celular rodando a plataforma da Samsung.

Na quarta-feira noticiamos que a Canonical lança versão do Ubuntu específica para celulares baseada também no sistema Android.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcelo Viana
O próprio Android roda em cima de um eixo Linux. O que ela vai fazer é arriscar e olha, vai dar certo. A plataforma Linux, OS Linu entre outras coisas relacionadas a Linux são excelentes... É bem perigoso em um mundo que se viciou no Android mas, quem sabe!!!!
Luiz Carlos Querido
Mais outro nascimorto Linux...
Vitor
Como assim "Faz todo sentido que a Samsung inicie o uso de um sistema próprio."??? O Sistema é da Linux Fundation, a Samsung só apoia e ajuda no desenvolvimento.
Maurício Rodrigues
Samsung vai muito bem com o Android, oque ela vai querer com outro sistema, apenas o fracasso.
Tiago Gabriel
Ainda tem o Firefox OS.
Gabriel
O sistema pode ser bom, mas qual a vantagem dele em relação a concorrência? A própria skin TouchWiz da Samsung para Android parece muito mais interessante.
Geovane Mendes
Pensei a mesma coisa YanGM.
Geovane Mendes
Mais o design continua feio kkk
YanGM
Não é por falar não, mas aquele botão age exatamente igual ao home buton dos iTrecos.
Mike Metralha
Eu sempre fui a favor de uma maior quantidade de OS's mobile para aumentar a concorrência, o avanço tecnológico e reduzir preços. A vida desses OS's vai depender da acessibilidade a apps e da manutenção continua dos sistemas. A Samsung vai se armando para a vinda da "Googlorola". É bom ficarem atentos mesmo.
trovalds
Esse viu o vídeo e manja de inglês. O narrador afirma: é um protótipo bem inicial, ainda vão ser feitas muitas melhorias no design e afins.
trovalds
Comentários falando que o celular é enorme, espesso, feio e adjetivos sinônimos afins abaixo: Sobre a notícia: isso só mostra a tal "liberdade" que o Android proporciona. E veja que não é qualquer fabricante. E tome concorrência nas plataformas de celulares. O senão disso é que muita coisa não vai chegar ao BR logo, já que com a implementação do bloqueio de IMEIs de aparelhos não homologados pela ANATEL, vamos ficar à mercê da espera dos fabricantes e/ou operadoras. Firefox OS? Tizen? Espera sentado...
Turdin
Samgung é uma marca que não pego nem de graça. Mas tomara que façam um bom trabalho nesse sistema, vai que sai alguma coisa boa dai.
Alberth Andrade Silva
Pois é, mais SO não sei como isso afetará o consumidor final. Só sei que fiquei mais esperançoso com o novo Meego e o Ubuntu.
Marcelo Quiñónez
Começou a putaria! Eu particularmente sou meio contra a essa bagunça de cada um desenvolver um padrão diferente do outro para tentar se destacar no mercado de tecnologia que "exige" diariamente coisas novas para serem consumidas. O padrão precisa ser um e universal, assim como é por exemplo o conector USB da nova geração de Smartphone, entre várias marcas e modelos o conectar é o mesmo para tomada para USB -- Demorou mais está quase lá. Porém por outro lado isso nos abre um leque de opções para buscar o melhor de "tentativas" e "erros" até quem sabe nos próximos 20, 30 anos (ou menos) chegar-se a um padrão de "Sistema Operacional Mobile" que atenda todas as necessidades "estáveis" de mercado; como baixo consumo de recursos como RAM, CPU, Tela logo, bateria durando mais, navegabilidade, usabilidade, e cada vez mais tornar nosso "Mobile-PC". Eu atualmente acredito muito no Sistema Operacional Mobile Android do Google, porém sei o quanto futuro nesta questão é incerto, mas hoje é o que mais traz "liberdade" para chegar no padrão ideal "aberto". Temos o Ubuntu e o Tizen que estão a caminho e "somando" forças com Windows Phone e iOS no mercado de Sistema Operacionais Mobile; bem, onde quero chegar? Que alguém precisa ter "culhão" para consolidar o melhor de cada sistema desses e desenvolver ou melhorar uma dessas plataformas pera termos um padrão, e sem essas personalizações toscas das operadoras que no geral cometem nas ROM's, o verdadeiro crime cibernético na minha opinião.
Exibir mais comentários