Início » Celular » Samsung revela processador de oito núcleos para smartphones

Samsung revela processador de oito núcleos para smartphones

Exynos 5 Octa tem núcleos Cortex-A15 e promete não detonar a bateria

Paulo Higa Por

Os fabricantes de hardware estão aproveitando a CES 2013 para anunciar seus novos processadores para dispositivos móveis. Depois do Nvidia Tegra 4 e da nova linha de chips Snapdragon, foi a vez da Samsung revelar o Exynos 5 Octa. O processador, como o nome sugere, possui oito núcleos e fornece altíssimo desempenho com consumo de energia reduzido.

exynos-5-octa

Segundo a Samsung, o Exynos 5 Octa é o processador móvel mais rápido do mercado e fornece o dobro de desempenho em relação ao antecessor Exynos 4 Quad, que é usado em smartphones topo de linha como o Galaxy S III. O desempenho gráfico também dobrou. Nós já vimos que o Exynos 5 Dual, presente no Nexus 10, é um ótimo processador, logo, esse Exynos 5 Octa deve deixar seu próximo smartphone (Galaxy S IV?) bem rápido.

O Exynos 5 Octa faz uso da tecnologia big.LITTLE da arquitetura ARM. Ele tem quatro núcleos Cortex-A15, que fornecem desempenho superior, e mais quatro núcleos Cortex-A7, que possuem maior eficiência energética e dão uma folga para a bateria. Dessa forma, se você não estiver executando tarefas que exijam muito processamento, o Exynos 5 Octa deixará ativos os núcleos Cortex-A7, fazendo com que o consumo energético fique até 70% menor em relação ao Exynos 5 Dual.

Vale lembrar que, no big.LITTLE, os dois grupos de núcleos não funcionam ao mesmo tempo; são apenas quatro de cada vez. Por isso, referir-se ao Exynos 5 Octa como um processador “octa-core” é até questionável, afinal, todo mundo chama o Nvidia Tegra 3 (que tem 4 núcleos de processamento e 1 núcleo de economia de energia) de processador “quad-core”, não “penta-core”.

Com informações: Engadget, Mashable, The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Kessler
Não que você não esteja certo, mas não dá para comparar 8 cores ARM com 6 cores x86, ainda mais da Intel.
EFG
O AMD Bulldozer é quadcore com uma espécie de HyperThreading da AMD, inefetivo^3. Não tem nenhum com 8 cores fisicos.
Patrick Castro
Acho que as empresas deveriam foca mesmo é na autonomia dos Smarts, porque no meu caso pelo menos, faz muito mais sentido um Gadget Dualcore que tenha autonomia de 1 semana(pelo menos) do que um com processador de oito núcleos que onde irmos teríamos que levar um carregador, praticamente um notebook e.e
Raphael Rios Chaia
Samsung devia parar de investir em hardware e começar a trabalhar em software mais leve... Pra que raios OITO NÚCLEOS num celular? Meu notebook tem um core i7 de SEIS, pelamor de Deus.
Gabriel
O acréscimo de núcleos é uma forma de melhorar a eficiência, fazer mais coisas com menos ciclos de clock. Suponha que há três processos em background: atualização do Facebook, player de música e algum processo do sistema. Um processador de quatro núcleos consegue lidar com esses três aplicativos ao mesmo tempo, um processador single-core precisaria de mais ciclos para fazer a mesma tarefa. Dessa forma, esse processador auxiliar pode ficar mais ociosos e rodar com menos frequência que uma solução single-core. Depende de muita coisa, o pessoal gosta de núcleos e mhz porque caiu no gosto do povo...mas é um negócio bem complicado definir o desempenho em cima disso.
@mos_axz
Não é um FX-Bulldozer. Ter 8 nucleos não quer dizer que tem um aumento consideravel de energia(inclusive, não duvido que reduza o consumo). Provavelmente isso foi um escolha dos engenheiros para que ocorresse um aproveitamento melhor da energia, ou qualquer coisa semelhante. Quanto as baterias, acredito que vá demorar MUITO pra um smartphone durar 7 dias sem precisar de carga(como era o Nokia 1100). Infelizmente não é algo que se evolua com facilidade...
¿Tiago?
Termo correto: Dual-Quad-Core. Estou certo?
Balberith
Mas na matéria disse que ele tem consumo de energia reduzido.
Michel França
Talvez, mas é bom lembrar que o fato de ter quatro núcleos LITTLE ao invés de um, não significa que os quatro terão a mesma "potência" daquele único do Tegra, dividir em quatro partes, ao invés de duas, ou uma, pode ter sido uma escolha tanto de arquitetura (fica mais fácil compartilhar a cache, ou organizar o chip em si) tanto por questão de economia, já que usar dois núcleos em baixo pode ser bem mais rentável (para a bateria) do que um em alto processamento. E isso de não exigir forte processamento, é bem relativo, já que os processadores estão ficando cada vez mais potentes, e as tarefas cada vez mais pesadas, colocar mais processadores LITTLE garante que eles deem conta de uma carga 4x enquanto que o Tegra com um LITTLE só, daria conta apenas de 1x, assim, ele usaria os procs "big" por quase qualquer coisa... Mas enfim, tudo que eu disse são hipóteses, eu acredito que a samsung saiba o que está fazendo, ao mesmo tempo que a NVidia também é bem competente, talvez estejam em pé de igualdade, só que por caminhos diferentes...
Fabio
Há alguma novidade na CES 2013 com relação a baterias com melhores durações? Porque é disso que precisamos antes de um novo chip com essas características...tenho até medo de usar um dispositivo com esse chip de oito núcleos, articule uma explosão a nível nuclear!!!! É um risco a considerar.
Tiago Gabriel
O consumo de energia talvez?
daniellz
Estamos em um bloqueio quanto a tecnologia em energia, então atualmente é bem mais fácil achar maneiras pra economizar do que maneiras de gerar/armazenar mais =/
Fernando Jorge Mota
Acredito que seja sua linda bateria. xD
Guilherme macedo
Será que se torna realmente necessário 2 processadores quad em um smart? Não seria melhor investir nas baterias?
morenobryan
Por que a necessidade de ter 4 núcleos de economia de energia? Se são tarefas que não exigem forte processamento, um núcleo só não dá conta do recado? Me corrijam se eu estiver errado, mas me parece mais lógico o que a Nvidia fez com o Tegra 3, afinal economiza o gasto extra de processamento que esse Exynos teria para dividir as tarefas entre os 4 núcleos.
Exibir mais comentários