Início » Telecomunicações » Rio de Janeiro, Espírito Santo e interior de São Paulo terão nono dígito até outubro

Rio de Janeiro, Espírito Santo e interior de São Paulo terão nono dígito até outubro

Medida faz parte de um processo de padronização que beneficiará todos os usuários, diz Anatel

Lucas Braga Por
7 anos atrás

Em breve, quem for ligar para algum celular do estado do Rio de Janeiro, Espírito Santo ou do interior de São Paulo deverá adicionar um 9 antes do número atual. A chegada do nono dígito é inevitável: com o enorme crescimento das ativações de linhas de celulares, a combinação de números está acabando, e o nono dígito deverá resolver isso.

Essa mudança já aconteceu na região metropolitana de São Paulo, mais especificamente no DDD 11, e a tendência é que todo o Brasil adote a medida, mesmo em áreas que não estão carentes de espaços para linhas. De acordo com a Anatel, isso faz parte de um processo de padronização que deve beneficiar todos os usuários. Confira o cronograma de mudança:

  • DDDs de São Paulo: 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19 - receberão o nono dígito no dia 25 de agosto
  • DDDs do Rio de Janeiro: 21, 22, 24 - receberão o nono dígito no dia 27 de outubro
  • DDDs do Espírito Santo: 27 e 28 - receberão o nono dígito no dia 27 de outubro
Discadores do Android, iPhone e Windows Phone com nove dígitos

Discadores do Android, iPhone e Windows Phone com nove dígitos

É sabido que em primeiro momento será difícil de acostumar com mais um número na hora da discagem. Para facilitar, será possível realizar chamadas no formato de oito dígitos por mais 40 dias após a data da migração, e antes de completar a chamada, o usuário será orientado por meio de uma mensagem de voz a colocar o nono dígito em suas próximas ligações.

Os números da telefonia móvel de novembro de 2012 mostram que o Brasil fechou com 260 milhões de acessos móveis. O estado do Rio de Janeiro registrou quase 23 milhões de linhas, enquanto o Espírito Santo registrou aproximadamente 4,5 milhões de linhas. São Paulo está na frente: são mais de 63 milhões de telefones habilitados.

Vale lembrar que o nono dígito também deverá interferir em serviços como o WhatsApp. Provavelmente o serviço seguirá o mesmo processo de São Paulo e atualizará os números automaticamente.

Com informações: Estadão.