Início » Computador » Preços dos SSDs diminuíram 38% no ano passado

Preços dos SSDs diminuíram 38% no ano passado

Queda foi maior nos SSDs com capacidade de 256 GB.
SSDs da OCZ aumentaram de preço no último trimestre do ano.

Paulo Higa Por

Boa notícia para quem está pensando em fazer um upgrade de hardware: os preços dos SSDs caem ano após ano e, em 2012, o custo por gigabyte diminuiu 38%. Sim, eles ainda estão muito mais caros que os HDs mecânicos e isso deve continuar por um bom tempo, mas a queda já é suficiente para que mais pessoas possam ganhar desempenho sem acumular dívidas no banco.

A conclusão é do TechReport, que consultou dados do Camelegg, um serviço que acompanha os preços da conhecida loja Newegg. Em janeiro de 2012, o custo por gigabyte de um SSD para o usuário médio era de US$ 1,62; em dezembro do mesmo ano, esse valor caiu para US$ 1,02. A queda foi mais alta em SSDs maiores, de 256 GB, que agora possuem um custo médio de US$ 0,83 por gigabyte.

Samsung SSD 840 Series de 250 GB custa US$ 180 na Amazon

Samsung SSD 840 Series de 250 GB custa US$ 180 na Amazon

Apesar dos preços terem diminuído durante o ano, drives de alguns fabricantes, como a OCZ, sofreram aumento de até 53% no último trimestre de 2012. Mas isso tem explicação: segundo o CEO Ryan Petersen, a empresa vendeu drives por preços agressivos no meio do ano para ganhar fatia de mercado. Como isso acabou causando prejuízos financeiros, a OCZ decidiu adotar uma postura mais conservadora no fim de 2012.

Com 200 dólares na mão, já dá para comprar SSDs de 256 GB nos EUA; em 2011 só era possível encontrar drives de 128 GB -- eu mesmo aproveitei a oportunidade para comprar um Plextor M5 Pro de 256 GB, hoje um dos melhores SSDs do mercado, por US$ 219 (o preço de lançamento foi de US$ 319).

No Brasil, os preços infelizmente ainda estão altos: uma Corsair Force GT de 120 GB chega a custar R$ 670 em lojas online (R$ 5,60 por GB) ou R$ 330 em sites de leilão (R$ 2,75 por GB). Os drives com capacidades maiores têm custo por gigabyte menor, mas são proibitivos para a maioria das pessoas: um OCZ Vertex 4 de 512 GB passa facilmente de R$ 2,5 mil.

Vale lembrar que a Crucial, fabricante que costuma vender SSDs com ótimo custo-benefício, anunciou em conjunto com a Micron um modelo de 960 GB por apenas US$ 600, o que resulta em um custo de US$ 0,62 por GB. Isso, somado ao aumento das vendas de ultrabooks, tablets e outros dispositivos com memória flash, deve puxar os preços dos SSDs para baixo. Se você ainda não tem um SSD, provavelmente seu próximo computador terá.

Leia também: Tudo o que você precisa saber sobre SSDs