Início » Curiosidades » Desenvolvedor é demitido após terceirizar seu trabalho para a China

Desenvolvedor é demitido após terceirizar seu trabalho para a China

Paulo Higa Por

Aqui vai uma historinha curiosa contada pela operadora Verizon. Bob era um desenvolvedor de software conhecido por ser experiente em várias linguagens de programação, incluindo C++, Java, Python e Ruby. Ele ganhava um bom salário numa empresa crítica de infraestrutura nos EUA e recebia ótimas avaliações de desempenho dos chefes. Só tem um detalhe: ele não programava nada. Como assim?

A empresa na qual Bob trabalhava pediu ajuda para a Verizon após detectar tráfego incomum no seu VPN com autenticação de dois fatores, que permitia que os funcionários pudessem trabalhar de casa. Nos logs de conexão, a empresa notou que um computador localizado em Shenyang, na China, usava as credenciais de Bob para entrar na rede -- só que Bob estava na própria empresa, sentado na sua mesa, em frente ao monitor.

O mais provável era que o computador de Bob estivesse com algum malware, um problema grave que poderia resultar em vazamento de dados confidenciais. Mas a Verizon investigou os hábitos do funcionário e descobriu que não era nada disso: na verdade, Bob usava o seu salário para pagar chineses que faziam o trabalho por ele. Como os salários dos chineses são menores, ele conseguia ganhar bem sem fazer muito esforço.

Mas e a autenticação de dois fatores do VPN da empresa? Só um login e uma senha não seria suficiente para que alguém da China entrasse na rede. Bob resolveu esse problema enviando seu token pelos correios. Assim, seu expediente se resumia a assistir a vídeos de gatos no YouTube, atualizar seu Facebook e, no fim da tarde, enviar um relatório para a gerência com tudo o que "fez" no seu cansativo dia de "trabalho".

sergio-mallandro

Depois que tudo ficou esclarecido, por mais que Bob tenha sido genial e muito criativo, ele acabou perdendo seu emprego -- afinal, se a empresa o contratou, é porque ela queria que Bob desenvolvesse os projetos, e não um chinês. Pelo menos agora a empresa tem uma ideia para reduzir custos.

Com informações: The Register.

Mais sobre: , , , , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thanara Corrêa
Vish.
Tafarel Carvalho
Já não bastavam as fábricas na china? Deveriam contratar os chineses que faziam o trabalho para ele!
Kessler
Ao contrário, deveriam contratar uns 12 chineses para resolver os problemas deste site.

Tá, injustiça, até que está funcionando bem ultimamente (batendo três vezes na madeira)
Fernando Val
Muito burro. Poderia ter contratado indianos por muito menos.
YanGM
Isso explica muito os erros bizarros que estão passeando pelos servidores do TB...
ricardo
Ele apenas está "seguindo a tendência". Já é sabido que num futuro próximo somente os chineses trabalharão enquanto o resto do mundo os explorará.
RamonGonz
isso deve ocorrer mais do que se imagina...
indianos fazem muito esse tipo de trampo tbm
Leandro Alonso
Tomara que o Mobilon não se importe com essa prática... :(
doceangel
Esse cara é um Gerente de Projetos nato, os kra não perceberam?!? Dá 0 pra eles!

Nossa esse login por wordpress é péssimo, dá erro de array e um blog de tecnologia assim não dá né? Chama o kra pra contratar os chineses pra programar no tecnoblog ;)
Caio J Ruman
Eu já fiz isso uma vez, com um freela. Não tinha tempo para fazer, ai tercerizei. lol
Carlos Alves
Tem sempre um chinês no rolo.
Kessler
Gênio.
Gabriel RB
IeIe... pegadinha do malandro kk..
Muito boa.
Bruno Di Castro
Contrato profissional de nacionalidade chinesa para exercer trabalho de programador.
Interessados enviar currículo.
YanGM
Um exemplo a ser seguido.

Nota anti-IE-hater: Acabei de fazer bootcamp, quem não tem raposa caça com cão preguiçoso.