Início » Telecomunicações » Anatel libera plano Infinity Day da TIM

Anatel libera plano Infinity Day da TIM

Operadoras estão liberadas para fazer novas promoções

Lucas Braga Por

Em novembro, a Anatel impediu que a TIM realizasse a comercialização de um plano chamado Infinity Day. O plano permite que o cliente realize chamadas ilimitadas para telefones da mesma operadora, cobrando por dia de uso e não por chamada, que é o caso do atual Infinity Pré. A alegação da Anatel era de que a operadora não conseguiria assegurar a qualidade do serviço, prejudicando o cliente. Entretanto, os dias de impedimento acabaram.

Um despacho de um superintendente da Anatel no Diário Oficial da União alega que, como o plano seria aplicado apenas em regiões específicas dos estados do Amazonas, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Rio de Janeiro e São Paulo, a agência deu o sinal verde para que a TIM comercialize o Infinity Day por lá, contanto que exista uma contínua análise que demonstre que o acréscimo do tráfego é compatível com a capacidade real da rede.

sede-anatel-hero

Durante o período do bloqueio, a TIM tentou recorrer da medida da Anatel, alegando que esse tipo de situação prejudica a livre concorrência. A operadora chegou a mencionar, inclusive, que operadoras concorrentes ofereciam ofertas ainda mais agressivas do que o Infinity Day.

Vale lembrar que a TIM já possui um plano similar ao Infinity Day que não foi bloqueado pela Anatel, o TIM Beta. Para participar do plano, é necessário ser convidado. Com ele, as ligações não têm cobrança por chamada, e sim por dia, ao custo diário de R$ 0,25 para falar sem limites com qualquer TIM. No Rio Grande do Sul, o plano pré-pago da TIM também tem ligações ilimitadas com cobrança por dia: é o caso do Infinity Tri.

A Anatel também removeu a proibição imposta no fim do ano passado. Devido ao aumento de reclamações no setor de telefonia móvel, as quatro operadores do país foram impedidas de fazer novas promoções. Segundo o G1, a Anatel impediu promoções de pelo menos uma operadora, a Claro.