Início » Computador » Coisas que me irritam no Mac OS X

Coisas que me irritam no Mac OS X

Thiago Mobilon Por

Antes de começar já solto o aviso: este texto é recheado de conteúdo inadequado para fan boys e Mac OS Xiitas. Vou manter a mesma linha de pensamento que sempre defendi aqui no TecnoBlog, aquela sem hipocrisias, que sabe que absolutamente nada é perfeito. Se você sabe lidar com isso, senta o dedo. Caso contrário, clique aqui para ver a versão anti-Microsoft desta mini-série.

Finder: Estrelando o primeiríssimo lugar desta lista, está um dos sistemas de gerenciamento de arquivos mais carente de todos os sistemas operacionais. Simplicidade é certamente uma das características do Finder. Tanto que chega a ser um defeito.

1 – Onde já se viu um gerenciador de arquivos não permitir recortar e colar arquivos? Quer coisa mais simples e prática que isso?! Pois é, no Mac OS ctrl+x e ctrl+v não existem. Para movimentar um arquivo, você tem que selecionar o dito cujo, arrastar em cima da pasta e soltar. Agora, se a pasta de destino estiver dentro de N diretórios, você terá que segurar o arquivo selecionado por alguns segundos em cima de cada pasta, e elas irão se abrir, até você chegar no diretório de destino. Mover arquivos desta forma nem seria tão ruim, não fosse a estrutura horrível do Finder.

2 – No Windows Explorer, vemos uma árvore de diretórios do lado direito, e o conteúdo da pasta do lado esquerdo. No Finder, temos uma seleção de atalhos que ocupam o lugar da árvore de diretórios, e isto definitivamente não é prático. Quer dizer, até seria, mas se além disso houvesse a tal arvore de diretórios. O modo de visualização que mais lembra o Explorer, é um que divide a janela do Finder em várias colunas, deixando tudo mais confuso ainda (questão de gosto, maybe).

3 – A ordenação dos arquivos também é muito confusa. Você pode ordená-los por nome, tamanho, classe, entre outros. Não importa qual destas você selecionar, arquivos e pastas se misturam na tela, bem diferente do Explorer, onde as pastas ficam em cima, e os arquivos embaixo.

4 – Arquivos de vídeo não possuem miniaturas. Pastas também não mostram seu interior através de miniaturas no ícone. Somente arquivos de imagem em si possuem este recurso, e ainda assim, não com a praticidade que há no Windows Vista. Lá, para configurar o tamanho da miniatura, é só deslizar um botão em uma barra e o tamanho dos arquivos muda em tempo real. Aqui no OS X, você tem que selecionar os modos de visualização da pasta antes.

Gerenciamento de Janelas: Quando fechamos uma janela no Windows, estamos na verdade encerrando o programa. No OS X, ao fechar uma janela, você está fazendo simplesmente isso! O programa continua em execução, comendo recursos da máquina.

A única utilidade disso, é tirar a janela ali da sua cara. Mas me digam, pra que existe a opção Minimizar então?

Padrão do Teclado: A questão do padrão não chega a ser muito contestável, já que cada empresa criou o seu, e se sobressaiu a que se popularizou mais. Mas alguns atalhos são realmente bem esquisitos no Mac, e fogem à máxima de simplicidade da Maçã. Por exemplo o atalho para excluir arquivos, que utiliza dois botões ao invés de um.

Há ainda alguns atalhos bem bizarros, que utilizam 4 teclas! Desde quando pressionar 4 teclas ao mesmo tempo é algo prático?

Softwares: Entendo que o sistema não é tão popular quanto o Windows, e só isto já justifica a quantidade pequena de softwares bons e gratuitos para Mac. Uma coisa que eu nunca tive costume de fazer no Windows é comprar softwares. Dada as excessões, eu sempre encontrava alguma solução Free ou até mesmo Opensource. Agora, já estou me acostumando com a idéia de ficar de olho em promoções de softwares. Sad but true.

Continuo adorando este sistema, que tem seus prós e contras como qualquer outro. O texto foi baseado nas minhas experiências com o Tiger, o que significa que algumas coisas podem ter mudado no Leopard. Mesmo assim dei uma pesquisada antes de publicar o texto, e não achei nada que alterasse as informações constatadas aqui.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

leo123

REalmente... EStou aqui nesta bosta de mac lixeirinha tentando fazer mostrar arquivos ordenados por nome, e ele simplesmente ignora a sequência de arquivos e póe uma sequência só dele. mesmo q eu mude na aba de estilo de exibição. Só é estável, mas de q adianta? Perdendo 40 minutos pra cada processo, é a mesma coisa q travar no windows. uma bosta

Carlos Souza

Pois é! É um fato... cheguei aqui para saber como visualizar a árvore de diretórios. Infelizmente encontro uma manifestação de irritação igual à minha.
Descobri um artigo que mostra no Finder como ver as subpastas, mas não encontro uma maneira de ver as pastas superiores.
Exemplo: No Finder na opção Favoritos há a pasta "Meus arquivos" no qual acesso, como diz o nome da pasta, todos os meus arquivos que criei, baixei no MAC. O inconveniente é que não vejo em que pasta original esta cada arquivo. Mas até aí existe a opção de clicar sobre o arquivo e pedir que abra a pasta original. Ai esta o irritante. Eu consigo ir para a pasta, mas não há como eu saber onde hierarquicamente essa pasta se encontra em relação ao seu nível superior a ela. Até consigo ver as subpastas, mas a hierarquia que a precede não, mesmo alterando a visualização para ver as pastas em "colunas" ou, como esta descrito, "Cover flow". Posso clicar na pasta e pedir "Obter informações" (equivalente ao "Propriedades" do Windows) e vejo que tem um item "Onde:" no qual descreve o caminha para se chegar a pasta, mas... arfhhh se isso é simplificar!?!?!? Enfim, também fico irritado. Se alguém souber como tornar visível a visualização (até gera cacofonia) que mencionei, agradeceria o retorno. Obrigado.

Carlos Souza
Pois é! É um fato... cheguei aqui para saber como visualizar a árvore de diretórios. Infelizmente encontro uma manifestação de irritação igual à minha. Descobri um artigo que mostra no Finder como ver as subpastas, mas não encontro uma maneira de ver as pastas superiores. Exemplo: No Finder na opção Favoritos há a pasta "Meus arquivos" no qual acesso, como diz o nome da pasta, todos os meus arquivos que criei, baixei no MAC. O inconveniente é que não vejo em que pasta original esta cada arquivo. Mas até aí existe a opção de clicar sobre o arquivo e pedir que abra a pasta original. Ai esta o irritante. Eu consigo ir para a pasta, mas não há como eu saber onde hierarquicamente essa pasta se encontra em relação ao seu nível superior a ela. Até consigo ver as subpastas, mas a hierarquia que a precede não, mesmo alterando a visualização para ver as pastas em "colunas" ou, como esta descrito, "Cover flow". Posso clicar na pasta e pedir "Obter informações" (equivalente ao "Propriedades" do Windows) e vejo que tem um item "Onde:" no qual descreve o caminha para se chegar a pasta, mas... arfhhh se isso é simplificar!?!?!? Enfim, também fico irritado. Se alguém souber como tornar visível a visualização (até gera cacofonia) que mencionei, agradeceria o retorno. Obrigado.
Mario Prata
mac é uma DESGRAÇA em termos de produtividade e resultado. agora pra quem usa só pra acessar uns sites e demora 3 horas pra digitar uma página de texto, eu suponho que está bom. nunca pensei que um sistema fosse tão ruim pra fazer as coisas na mesma medida que tem uma porção de perfumarias. a falta do atalho pra recortar e colar direto é uma aberração, bem como a impossibilidade de selecionar arquivos não contíguos, usar enter pra renomear, o finder é um lixo.
Leandro Carvalho
Ok, amigo. Mas há sim como mover um arquivo usando o Finder do Mac. É só copiar normalmente, usando o comando Copiar (ou Command + C) e, na hora de colar, adicionar "Option" junto de "Command + V" (Command + V + Option).
Ivan Zalewski
Faz oito anos que saiu o artigo e ainda não tem RECORTAR (não copiar) e colar...
Ivan Zalewski
Faz oito anos que saiu o artigo e ainda não tem RECORTAR (não copiar) e colar
Ed De Oliveira Filho
comand x e comand v
Kabas
2015 e esse post continua atual.
Theuer
Meu iBook G3 de 2001 com OS9 com atualização para OSX.1 recortava e colava! Em 2008 tínhamos Clusters de MacPro para editar e iMacs servindo de Media Center em casa com controle remoto original e tudo! NADA, além da ignorância do autor, justifica algumas bobagens que ele escreveu aqui. Muito menos a data deste texto.
DJ Fernando Guru Musico
Bom , olá a todos sou da época dos Computadores Prologica CP 500 , onde as telas eram verdes os cabos de rede eram coaxial ou cabo paralelo 25 vias que davam um baita trabalho pra soldar , mas afinal a Mac também uma veterana na informatica e tecnologia , ficou travada no tempo em questão de CTRL C e CTRL V , tenho um bendito Mac Corei7 que esta dando Erro 50 ao simples fato de copiar arquivos de um lado para o outro coisas que até o Dos fazia muito melhor com o Xcopy e o Linux tira de Letra isso mas o prestorico Mac não funciona e provavelmente não vão resolver ..afinal o mestre se foi...!!!
Mario Junior
7 anos se passaram e o finder continua com alguns problemas citados no texto original.
Felipe Ferraz
já era possível recortar! O artigo não ganhou credibilidade por ser antigo
Valdir Souza Junior
O artigo foi feito a 7 anos a traz !!! (2008)
Felipe Ferraz
parei de ler na primeira crítica. É possível sim recortar e colar algo pelo finder.
Exibir mais comentários