Início » Negócios » Dell vai fechar capital em acordo de US$ 24,4 bilhões; o que isso significa?

Dell vai fechar capital em acordo de US$ 24,4 bilhões; o que isso significa?

Microsoft investiu 2 bilhões de dólares da fabricante de PCs

Por
7 anos atrás

É oficial: Michael Dell anunciou hoje que fechou um acordo de US$ 24,4 bilhões para transformar a Dell em uma empresa de capital fechado. Agora, a gigante dos PCs que vem perdendo participação de mercado nos últimos anos também será administrada pela empresa de investimentos Silver Lake. A Microsoft entrou com US$ 2 bilhões e terá uma posição importante dentro da fabricante de computadores.

Na prática, isso significa que a Dell vai pagar US$ 13,65 por ação para as pessoas que possuem papeis da empresa na Nasdaq – ela está “devolvendo” o dinheiro dos investidores. Esse valor é 25% maior em relação ao preço das ações da Dell no dia 11 de janeiro, antes da divulgação das negociações, quando eram vendidas a US$ 10,88. Logo, quem investiu na fabricante na época conseguiu garantir o leite das crianças.

No entanto, o valor de US$ 13,65 também é muito inferior ao preço das ações da Dell quando a empresa estava em seu auge: em meados de 2005, os papeis valiam mais de US$ 40. As ações foram caindo ao logo dos anos, sofreram um duro golpe na crise econômica de 2008, quando perderam metade do valor, e não se recuperaram mais – especialmente devido a diminuição do crescimento das vendas de PCs, apontado por diversos institutos de pesquisa.

dell-grafico

Mas o que isso muda para você, que é apenas um amante de tecnologia e não possuía ações da empresa? Como a Dell não sofrerá mais a pressão dos acionistas, mas sim de investidores especializados e também da Microsoft, ela terá mais liberdade para focar em novos produtos e entrar em novos mercados, mesmo que isso inicialmente cause prejuízos, em vez de simplesmente trabalhar para agradar o mercado aumentando seu lucro trimestre após trimestre.

A entrada da Microsoft também é um ponto importante. A empresa de Redmond emitiu um comunicado dizendo que estaria empenhada em “trazer negócios para seus dispositivos e serviços baseados na plataforma da Microsoft”. O Gizmodo especula que uma parte dos futuros produtos da Dell certamente usará soluções da Microsoft. Em breve, é provável que vejamos vários novos smartphones com Windows Phone e dispositivos com Windows 8 com a marca da Dell – quem não deve estar muito feliz com isso é a Nokia.

A rival HP não está tão otimista assim e nos enviou uma posição bem diferente:

“A Dell tem um caminho longo pela frente já que enfrentará um grande período de transição e incertezas que não será bom para os consumidores. Com uma dívida significativa, a capacidade da Dell de investir em novos produtos e serviços ficará reduzida. Uma aquisição acionária tende a frear a inovação e o foco nos consumidores, portanto, acreditamos que os clientes da Dell estarão dispostos a buscar novas alternativas e a HP está atenta a esta oportunidade do mercado.”

As mudanças da Dell não devem ser sentidas imediatamente, já que o acordo financeiro só deverá ser concluído em 2014. Enquanto isso, os notebooks, desktops, servidores, acessórios e serviços da Dell continuarão sendo vendidos normalmente. Para nós, resta torcer para que 2014 não seja tarde demais e que os novos comandantes da empresa ajudem a Dell a inovar e lançar bons produtos.

Mais sobre: , ,