Início » Negócios » Samsung e Apple dominam mercado de smartphones; Windows Phone dobra número de vendas em um ano

Samsung e Apple dominam mercado de smartphones; Windows Phone dobra número de vendas em um ano

Android estava em 69,7% dos aparelhos vendidos no último trimestre de 2012.
Huawei conseguiu alcançar o terceiro lugar no mercado de smartphones.

Por
4 anos e meio atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Gartner publicou hoje mais um estudo sobre o mercado de celulares e smartphones. Sem surpresa, a pesquisa mostra que Samsung e Apple foram responsáveis pela maioria (52%) dos smartphones vendidos no último trimestre de 2012. Entre os sistemas operacionais, Android e iOS ainda estão na frente, mas a Microsoft tem o que comemorar: suas vendas aumentaram 124% em relação ao mesmo período de 2011.

Em 2012, a Samsung vendeu 384,6 milhões de celulares, incluindo feature phones e smartphones. A Nokia, que era líder de mercado, estacionou no segundo lugar com 333,9 milhões de aparelhos vendidos – uma bela redução em relação a 2011, quando as vendas passaram de 422 milhões. Segundo a Gartner, a Nokia até conseguiu melhorar sua situação com a linha Asha e os novos Lumia, mas isso não foi suficiente para que a finlandesa parasse de perder mercado.

Nokia ainda se sustenta no segundo lugar com os feature phones

Nokia ainda se sustenta no segundo lugar com os feature phones

Considerando apenas smartphones, Samsung e Apple são líderes. E nós temos um novo terceiro lugar: pela primeira vez num trimestre, a Huawei conseguiu passar gigantes como LG, Motorola e Sony. Na CES, a fabricante chinesa anunciou os poderosos Ascend D2 e Ascend Mate, o que dá uma sensação de marca “premium” e pode ajudar a aumentar as margens de lucro da empresa.

No último trimestre de 2012, o Android estava em 144,7 milhões dos aparelhos vendidos (69,7%). O iOS, no distante segundo lugar, ficou com 43,5 milhões (20,9%). A BlackBerry está com 3,5%. Ela deverá ser passada pela Microsoft e seu Windows Phone, que estão crescendo num bom ritmo: as vendas passaram de 2,8 milhões no último trimestre de 2011 para 6,2 milhões no mesmo período de 2012.

Android é líder disparado

Android é líder disparado

Nós já falamos isso várias vezes, e a Gartner também acha a mesma coisa: 2013 será o ano da ascensão do terceiro ecossistema. Eles acreditam que a disputa entre o Windows Phone e o BlackBerry, agora com novíssima versão, será mais intensa neste ano. Os novatos Tizen, Firefox OS, Ubuntu e Sailfish também deverão trabalhar para conquistar o público. O ano promete.

Vídeos: veja o Firefox OS e o Ubuntu Phone em ação

Se você gosta de números, mais informações sobre o estudo da Gartner estão disponíveis neste link.

  • Boas noticias. Acho que agora a situação melhora para a Nokia. Torcendo o/

    • Henrique Dourado

      nokia so vai melhorar depois que começar a usar android
      uma hora a nokia vai ter que acordar e ver que os bilhôes que a microsoft paga para a nokia não cobre a perda do mercado de smarthphones !!!

      • Romeryto Lira

        Cara, não tem sentido a Nokia migrar para o Android. O Windows Phone está crescendo, ela está tendo um ótimo retorno com os celulares Asha com Series 40. Mudar para Android não seria a salvação para a Nokia, seria cavar sua própria cova. Até porque o pessoal está interessado também em conhecer outros ecossistemas, o Windows Phone está crescendo, o Tizen vai vir com força com todo o apoio da Samsung e Intel e vai entrar na briga pelo terceiro lugar… acho ele o mais forte nessa na briga depois do Windows Phone.

        • Denis Belo

          Concordo com você em partes. A Nokia migrar para o Android seria um erro sim, mas criar um Smartphone com Android, seria uma boa, muita gente quer um aparelho com a durabilidade dos Nokia e com o Android. A Samsung, por exemplo, tem aparelhos Android, WP8 e o Bada, que é próprio, por que a Nokia não poderia fazer o mesmo, e conquistar mais compradores? Repito, migrar seria um erro, mas adicionar o Android à sua gama de aparelhos, seria um acerto.

          • Acontece que a Nokia é concorrente direta da Google em alguns mercados, como de Mapas e até na venda de musicas, então a Nokia estaria matando suas outras divisões se fosse fazer um Android.
            A Nokia não conseguiria entrar com seus serviços no Google e tirar bom proveito disso, ja no Windows Phone além deles terem apoio da Microsoft que também precisa muita da Nokia e toda a história dela a Nokia conseguiu destacar muito bem os serviços de Mapa e Musica com os Lumia, e o Nokia Drive até nos demais aparelhos com WP.

      • Lá vem mais um falar de Android -.-””””

  • A Microsoft precisa correr mais rápido com o Windows Phone, sei que a troca de kernel é um processo complicado mas veja como o Android evoluiu de 2010 até 2012. Até o criticado iOS avançou mais que o Windows Phone nesse período. Agora o Blackberry OS pode representar um novo problema no sapato da Microsoft, caso o sistema vingue.

    • Gabriel Santos

      Vei o wp8 foi uma evolução incrível.

      • Dos problemas que eu tinha com o Lumia 800, uma evolução incrível é o mínimo que ele precisa para competir com os concorrentes.

        Por exemplo, até hoje não há nem uma central de notificações básicas, achei o modelo do Windows Phone 7.5 o pior possível. Até o iOS 4.0 era melhor, porque apesar de intrusivo eu não perdia notificações.

        O que ele me oferece para eu desconsiderar essa falha grave?

      • Henrique Dourado

        “Vei o wp8 foi uma evolução incrível.”

        pior do que tava não podia ficar né !!

  • Carlos Eduardo

    Mercado ja ta definido… nao tem espaço pro Firefox OS, assim como já nao tem mais nos pcs com seu navegador, Ubuntu phone tbm nao tem espaço, assim como nos pcs…

    Android Wins…

    • Gabriel Santos

      assim como não tinha steam pra linux rç

    • O Firefox OS deve ser um bom concorrente para o S40 da Nokia.

    • “assim como já nao tem mais nos pcs com seu navegador”

      Senhoras e senhores: O MANJADOR.

  • Fabio

    A Microsoft fez um bom sistema operacional móvel, mas acho que 3.5% de markshare em mais de dois anos não causa impacto algum nas concorrentes.

    Suponhamos que a empresa cresça duas vezes e meia nos próximos 10 anos, teria então cerca de 56% de markshare, sendo a plataforma móvel top cof cof.

    O Android é o Windows móvel, admita, e o sistema deu vida à Samsung.

    Quanto a Nokia, pessoalmente acredito que a empresa venderá cada vez menos telefones, como efeito das crescentes vendas da Samsung e Apple.

  • TatoGomes

    Caracas, quase 70% de marketshare pro Android… Acho que esse mercado já tem dono e não tem mais jeito!

    • Minha opinião: o mercado muda. Pode demorar, mas muda.

      Não faz tanto tempo que o Internet Explorer tinha mais de 90% de market share e o Symbian estava em mais de 60% dos aparelhos.

      Li muita gente dizendo que o Internet Explorer vinha pré-instalado no Windows e justamente por isso era impossível outro navegador ameaçar ele.

      • José Vieira

        Só temos um adendo a fazer sobre sua observação… É lógico que o mercado muda, mas hoje, o sistema que mais se adapta, atualiza e busca novos paradigmas (pelo menos técnicos) é o Android. A microsoft, com o internet explorer a exemplo da Nokia, nada fez pelo seu navegador, quanto tentou fez um ótimo trabalho, mas aí, já era tarde: com o Firefox estabilizado e Chrome crescendo sem parar.

        A microsoft com o Winphone demora eras para atualizar seu sistema e mesmo assim não consegue sequer alcançar os concorrentes. Tem um grande ecossistema, é fato!, mas não consegue fazer o Winphone decolar. Ela precisa de uma grande aparelho e a Nokia não deu isso a ela até agora. Se, o novo Lumia realmente trouxer um pureview “de verdade” os apaixonados, como eu, por “cameraphones” – e não são poucos, não à toa o velho symbian teve uma despedida de luxo no Nokia 808; talvez pensem em trocar seu aparelho (apps, e outras facilidades) por um telefone que possa, de fato, substituir uma câmera. Mesmo assim vão penar por conta de apps como o Instagram, por exemplo.

        • Ricardo Leite

          Não é bem assim, Android para celulares de baixo custo é uma porcaria, trava mais do que funciona, todas as atualizações do Android apenas deixam ele mais pesado ainda, e quem quer um celular de baixo custo fica preso no 2.3, sem atualização alguma, e cheio de bugs…é justamente nessa área que a Microsoft está buscando mercado, e ainda está fazendo isso muito bem, pelo que vi em Benchmarks, o Nokia Lumia 620 tem performance equiparável a celulares de alto custo em navegação na internet, este modelo tem sua venda justamente para África, e logo logo para a América latina também, não apenas tem o Lumia 620, mas a Huawei já apresentou seu Windows Phone 8 de baixo custo para o mesmo mercado…

          Tenho um Android (Samsung Galaxy 551), e assim que lançar o Lumia 620 eu o trocarei, não gostei nada do Android..

          • José Vieira

            Desculpe, nunca usei Android Low End… exatamente por saber que aquele software não rodaria bem em nada com menos de 512mb de ram. Eu conheço minhas necessidades sei que tipo de programas uso e quais os requisitos preciso. Se quer um Android razoável ele deve ter 512Ram e ser um dual core de pelo menos 1.2 Ghz. Com uma GPU Adreno 220 ou equivalente.

            E não Galaxy 551 não é smartphone (risos), qualquer coisa abaixo dessas configurações EU chamo de dumbphone. O primeiro Android que tive foi um MIlestone, fiquei com ele dois dias (portanto, não usei), de tão lento e bugado desisti. Só fui comprar outro com Optimus 2X – legalzinho. Depois um HTC One X – excelente aparelho; fui roubado então comprei um GS2, bom aparelho (ainda hoje depois de consertado, bom aparelho com Jelly Bean 4.1.1); Quando caiu e quebrou o display comprei um GS3… A exceção do Optimus 2X onde as coisas não eram tão legais, não tive nenhum problema com Android. E você não teria se tivesse comprado um com um hardware para as suas necessidades.

          • Tem muita gente que fala por ai também que Android a partir da versão 4.0 é uma maravilha e os fãs de outras plataformas só sabem falar pelo 2.3 que ele não presta, só que não, esse finds eu fui ajudar uma amiga a baixar algumas coisas e configurar o LG Optimus L5 dela e em depois de instalar 4 apps e uns 20 min usando o aparelho ele deu pau e não abria mais o menu, fazer hardset também foi um sacrifício.

            O Windows Phone realmente esta de parabéns por rodar tão bem em aparelhos mais básicos e as fabricantes investindo cada vez mais neles como o HTC 8S e o Lumia 620, até mesmo os WP7.x (Lumia 510, Omnia W) devem tirar do mercado os Android Low end que as vezes são piores até que um Asha.

            Um Lumia 710 por exemplo que tem um desempenho excelente sai pelo mesmo preço de um Optimus L5 (R$500,00 – 700,00) que tem um display porco e desempenho de processamento bem pior que de um Lumia.

  • No geral a Nokia mostra que ainda é forte e não “uma empresa falindo” como muita gente diz.

    A Huawei ficar em terceiro em smartphones? Muito estranho isso, o que eles vendem tanto? Aonde?

    Eu acho uma vergonha é a Sony ter aparelhos de qualidade e não estrar nem no Top 10, muito estranho.

    Já na briga dos sistemas acho que a Microsoft deve utilizar esses resultados pra investir pesado no Windows Phone e ajudar a Nokia, HTC e Huawei a distribuírem de forma mais efetiva com fortes campanhas de marketing seus aparelhos com Windows Phone 8 e invadir de vez o mercado.

    Deve-se lembrar também que a disputa do terceiro lugar esta mostrando números do BlackBerry OS Antigo vs. Windows Phone 7.x e Windows Phone 8 (certo?) não tem nada a ver com o BB10 e o Windows Phone.

    A briga da BlackBerry com a Microsoft pelo terceiro lugar nos smartphones começa agora e a Microsoft tem maior capacidade de tomar frente já que a BB esta mal das pernas e é sozinha, a MS pode contar com a Nokia e HTC principalmente.

    • Uma questão de perspectiva.

      A Apple está se desvalorizando, pois não está inovando da mesma forma e o mercado não cresce como antes. A Nokia está em ascensão pois o Lumia 920 fez mais sucesso que o esperado e o Windows Phone 8 parece ser a real cartada da Microsoft. Em números, a Apple vendeu 47 milhões de iPhone e a Nokia vendeu 4 milhões de Lumias no mesmo período.

      A Nokia deveria ser uma empresa muito mais importante do que é hoje, vide o N9 que ninguém mais consegueria fazer. A poderosa Samsung fez apenas o Bada que é uma piada perto do MeeGo + N9.

      • Romeryto Lira

        Falou tudo! O Nokia N9 vendeu muito, até a Microsoft se surpreendeu depois da parceria com o tanto de vendas. Aí “mataram” o sistema para o mesmo não atrapalhar o Windows Phone.
        O Meego é o melhor SO móvel que já usei em termos de usabilidade. Até minha avó aprenderia mexer nele muito rápido. Já nos outros SOs móveis o aprendizado é bem mais lento.

        E outra… o Lumia 920 está fazendo sucesso, com a melhor câmera existente em smartphones na atualidade.

  • Triste ver que a Sony, mesmo depois dos excelentes aparelhos lançados na linha NXT de 2012, continue sem nenhuma relevância no mercado.

  • Eu acho que esta imagem de que Android para celulares low-end é uma porcaria já não é mais tão verdade quando há alguns anos atrás. Os celulares de baixo custo com o sistema tem segurado bem a barra (caso do Galaxy Y e do LG Optimus L3). Rodam o Android de forma satisfatória e até alguns jogos mais casuais rodam bem (claro que não dá pra jogar Dead Trigger nele). Mas para o básico (telefone, e-mail, calendário, alguns apps de produtividade, joguinhos casuais e até navegação) eles se saem bem hoje em dia, se o usuário for habituado a telas pequenas.

  • É Nokia ainda está lá em cima.