Início » Celular » HTC One tem tela 1080p de 4,7 polegadas e câmera UltraPixel

HTC One tem tela 1080p de 4,7 polegadas e câmera UltraPixel

Câmera do HTC One captura fotos de 4 megapixels

Paulo Higa Por

htc-one

A HTC saiu do Brasil em junho de 2012, e nós normalmente evitamos falar sobre produtos que não têm a mínima possibilidade de chegar ao país, mas o HTC One merece destaque. Ele foi anunciado hoje, é um dos primeiros aparelhos com o processador Snapdragon 600, tem uma tela de 4,7” com definição absurda de 469 pixels por polegada e uma incrível câmera de 4 (quatro) megapixels. Como assim?

Numa aparente tentativa de derrubar o mito dos megapixels, o novo smartphone topo de linha da HTC vem com uma tecnologia chamada UltraPixel. Em vez de simplesmente apresentar números grandes, como fazem muitos fabricantes de smartphones e câmeras compactas, a HTC aumentou o tamanho físico do sensor. Na prática, isso melhora a definição da imagem e resulta em boas fotos mesmo sob condições de baixa iluminação.

Diferentemente das telas, quanto menor for a densidade de pixels de um sensor de imagem, melhor – há menos interferência eletromagnética, e é possível capturar imagens com menos ruído diretamente da fonte. Com muitos megapixels enfiados num sensor pequeno, os fabricantes precisam investir em processadores para disfarçar o ruído das fotos. O problema é que, ao tentar remover o ruído, muitos detalhes da imagem também são removidos. Isso deve acontecer com menos intensidade no HTC One.

htc-one-2

A câmera do HTC One também possui estabilizador ótico de imagens e grava vídeos em 1080p a 30 quadros por segundo, inclusive com HDR. A HTC diz que a abertura da lente é de f/2,0 (ou seja, dá para brincar bastante com profundidade de campo) e o sensor consegue captar 300% mais luz que um smartphone comum, o que resulta em um desempenho de baixa iluminação “surpreendente”.

A tela também é um dos pontos fortes do HTC One: tem 4,7 polegadas, resolução de 1920x1080 pixels e painel Super LCD 3. Ela possui tamanho um pouco menor que as telas 1080p anunciadas até agora, que possuem 5 polegadas (caso do J Butterfly, da própria HTC) ou 5,5 polegadas (como o LG Optimus G Pro). A densidade de pixels é de 468,7 ppi, bem maior que qualquer smartphone vendido atualmente no Brasil.

O resto das especificações de hardware do HTC One inclui um processador quad-core Qualcomm Snapdragon 600 de 1,7 GHz, GPU Adreno 320, 2 GB de RAM, conexão 4G LTE, 32 ou 64 GB de armazenamento interno (sem slot para cartão de memória) e Android 4.1.2 pré-instalado, com atualização garantida para o 4.2.2. A bateria, estranhamente, é de apenas 2.300 mAh.

Ele não estará disponível nas lojas brasileiras, então, se você gostou do aparelho, o jeito é importá-lo ou comprá-lo durante uma visitinha a um dos 80 países que venderão o HTC One a partir de março.

Volta, HTC!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael
Precisei voltar pra dizer que o DSi não dura 8 horas, umas 5 e já foi...
victor.silvino
Na matéria não informou a frequência desse 4G, será que vai rolar no Brasil ?
Rafael
Só que não... (Por mais que eu prefira os Snapdragon) Os benchmarks mostram o HTC One X com Jelly Bean e o One X+ passando a performance do Galaxy SIII em alguns testes.
Andre rh Rebske Hoppe
a melhor coisa é saber q a HTC finalmene parou (pelomenos por enquanto) de usar os processadores da nvidea q perdem feio pra concorrencia em praticamente todos os aspecos
Andre rh Rebske Hoppe
cara a situação da HTC é bem diferente da da apple enquanto a apple nao faz nada pq nao acha que somos um mercado importante a HTC t mau das pernas e nao pode arriscar em paises que nao dao um bom lucro para ela
Andre rh Rebske Hoppe
na verdade nao é aço escovado é aluminio xd o problema sao as bordas elas sao bem parecidas com o do iphone 5 e como vc deve saber elas se deteruoram bem facil
Andre rh Rebske Hoppe
cara eu vi que custaria mais de 600 euros uma versao desbloqueada, so nao lembro em que pais que foi. mas é possivel q nem tenha desbloqueado nos eua
Domingos Teruel
Volta HTC! O meu One X nao deixava em nada a desejar, saudades da HTC com seus excelentes aparelhos. APesar da HTC nao ter tradicao quando o assunto e camera, mas tem feito bonito ultimamente e tem entregado o que promete.
Gilberto Nunes
Volta HTC é o caramba! a HTC assim como a Apple cagam e andam pro Brasil, nos tratam como idiotas e tem gente que fica se humilhando por elas. Essas empresas que fodam, eu desejo é que vão a falência.
Adilson Garrido
Só poderiam por outro nome né? Acho que esse vai confundir bastante por já existirem outros com nome similar.
Rafael
A bateria é suficiente... As pessoas esquecem que se a bateria fosse maior o preço, o peso e a espessura do celular seriam bem maiores... A otimização por software e o gerenciamento de energia inteligente do processador / placa de vídeo vai fazer com que dure o suficiente. Eu sempre me lembro do meu Nintendo DSi. De como a a bateria dura aproximadamente 8 horas ou menos com o brilho definido em algo que se possa ter prazer jogando. Vendo desse modo os smartphones atuais usam muito bem a bateria que tem. Eles tem que manter conexão com a operadora do chip, sincronizar dados, manter processador e memória ativos (mesmo que suspenso, num mínimo), e você usa pra coisas muito mais pesadas do que antigamente. Ainda assim as pessoas querem comparar um featurephone que elas deixavam largado a maior parte do tempo, e que nem duas polegadas de tela tinha sem falar da resolução. Infelizmente é não-removível, então a vida útil da bateria define a vida útil do celular (ou será que existe troca? nem tenho conhecimento)... Então esse é o ponto fraco pra mim, e a falta do cartão SD limitaria a quantidade de música e dos jogos pelos seus tamanhos que já vão ficando bem grande no sistema da Google...
Saint-Clair Stockler
Hum... "Retangular com bordas arredondadas". A pergunta que me ocorre: a Apple já iniciou o processo contra a HTC?
David Pedoneze
Caraca que máquina! Pelo visto teremos ótimos lançamentos além do Xperia Z e S4 :)
Gabriel
A bateria preocupa, mas gostei do design. A HTC manda bem no design dos telefones e das personalizações apesar de preferir algo menos intrusivo como da Motorola. Não sei se a "pegada" de aço escovado é boa, mas é bem elegante, não risca muito como aço polido e não descasca como o pintado.
William Nascimento
Volta HTC!
Renan Ortega
Razr i ? pelo amor né...
Mozart
Tem p/ vender até na Argentina e Paraguai... e aqui NADA!
Richard Mathias Aguiar
Comprar no Paraguai né... hehehe !!!
Ezequiel Gervasio Gouveia
Nossa!! Q belezura
Rafael Marcon
Hmm, será que na Argentina vai vender desbloqueado? Quanto será que custaria um desses lá?
Orley Lima
Ainda sou mais meu Razr I. :D