Início » Celular » HTC One tem tela 1080p de 4,7 polegadas e câmera UltraPixel

HTC One tem tela 1080p de 4,7 polegadas e câmera UltraPixel

Câmera do HTC One captura fotos de 4 megapixels

Por
6 anos e meio atrás

htc-one

A HTC saiu do Brasil em junho de 2012, e nós normalmente evitamos falar sobre produtos que não têm a mínima possibilidade de chegar ao país, mas o HTC One merece destaque. Ele foi anunciado hoje, é um dos primeiros aparelhos com o processador Snapdragon 600, tem uma tela de 4,7” com definição absurda de 469 pixels por polegada e uma incrível câmera de 4 (quatro) megapixels. Como assim?

Numa aparente tentativa de derrubar o mito dos megapixels, o novo smartphone topo de linha da HTC vem com uma tecnologia chamada UltraPixel. Em vez de simplesmente apresentar números grandes, como fazem muitos fabricantes de smartphones e câmeras compactas, a HTC aumentou o tamanho físico do sensor. Na prática, isso melhora a definição da imagem e resulta em boas fotos mesmo sob condições de baixa iluminação.

Diferentemente das telas, quanto menor for a densidade de pixels de um sensor de imagem, melhor – há menos interferência eletromagnética, e é possível capturar imagens com menos ruído diretamente da fonte. Com muitos megapixels enfiados num sensor pequeno, os fabricantes precisam investir em processadores para disfarçar o ruído das fotos. O problema é que, ao tentar remover o ruído, muitos detalhes da imagem também são removidos. Isso deve acontecer com menos intensidade no HTC One.

htc-one-2

A câmera do HTC One também possui estabilizador ótico de imagens e grava vídeos em 1080p a 30 quadros por segundo, inclusive com HDR. A HTC diz que a abertura da lente é de f/2,0 (ou seja, dá para brincar bastante com profundidade de campo) e o sensor consegue captar 300% mais luz que um smartphone comum, o que resulta em um desempenho de baixa iluminação “surpreendente”.

A tela também é um dos pontos fortes do HTC One: tem 4,7 polegadas, resolução de 1920×1080 pixels e painel Super LCD 3. Ela possui tamanho um pouco menor que as telas 1080p anunciadas até agora, que possuem 5 polegadas (caso do J Butterfly, da própria HTC) ou 5,5 polegadas (como o LG Optimus G Pro). A densidade de pixels é de 468,7 ppi, bem maior que qualquer smartphone vendido atualmente no Brasil.

O resto das especificações de hardware do HTC One inclui um processador quad-core Qualcomm Snapdragon 600 de 1,7 GHz, GPU Adreno 320, 2 GB de RAM, conexão 4G LTE, 32 ou 64 GB de armazenamento interno (sem slot para cartão de memória) e Android 4.1.2 pré-instalado, com atualização garantida para o 4.2.2. A bateria, estranhamente, é de apenas 2.300 mAh.

Ele não estará disponível nas lojas brasileiras, então, se você gostou do aparelho, o jeito é importá-lo ou comprá-lo durante uma visitinha a um dos 80 países que venderão o HTC One a partir de março.

Volta, HTC!

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários.