Início » Internet » Quem disse que a Microsoft precisa se preocupar com o Gmail?

Quem disse que a Microsoft precisa se preocupar com o Gmail?

Hotmail é o serviço de email mais usado no país

Por
6 anos e meio atrás

Outlook.com

A maior empresa de software do mundo não quer ficar restrita ao sistema operacional Windows e aos programas de produtividade do Office. A Microsoft divulgou na semana passada o modo como pretende dominar a internet, começando pelo serviço de email. Sai de cena a interface do Hotmail e entra no ar o Outlook.com – dessa vez para todos os usuários ao redor do mundo.

Não é de agora que a companhia vem apostando no Outlook.com, nome dado ao novo serviço de email. Qualquer pessoa com um email fornecido pela MS pode modificar a interface para o mais amigável e simples Outlook.com. Tem Hotmail? Serve. Tem @live.com, como eu? Também está valendo.

Curiosamente, detectamos que a situação da Microsoft no Brasil é de um conforto admirável.

O pessoal da comScore, empresa especializada em pesquisa de mercado, liberou para o Tecnoblog alguns números que mostram que aqui acontece o contrário do que ocorre em outras nações, dentre elas os Estados Unidos. Se os americanos preferem o Yahoo ou Gmail, por aqui o Hotmail continua dominando.

Os números mais recentes, para janeiro de 2013, mostram o Hotmail em primeiro lugar com 24,6 milhões de internautas utilizando em casa ou no trabalho. O email do Yahoo aparece na segunda colocação com metade dos usuários: 12,3 milhões. Abaixo você vê a lista completa dos dez serviços de email mais utilizados em total de visitantes online e no Brasil.

  1. Hotmail: 24.642.000
  2. Yahoo Mail: 12.373.000
  3. Gmail: 10.390.000
  4. UOL: 5.463.000
  5. Outlook.com: 3.619.000
  6. iG: 2.025.000
  7. Globo.com: 1.894.000
  8. Terra: 1.869.000
  9. UOL Host: 1.764.000
  10. R7: 639.000

O novo Outlook.com (estamos falando do serviço, não do domínio outlook.com, embora ambos se confundam) já aparece na listagem dos mais utilizados. Tudo nos leva a crer que a companhia liderada por Michel Levy no Brasil possui uma situação de absoluto conforto. E é importante esclarecer que os números da comScore não dizem respeito ao Messenger. De fato, sempre foi necessário ter Hotmail para usar o mensageiro instantâneo, mas a contabilização se dá em número de visitantes únicos, não de contas registradas.

A companhia defende que a experiência ficou mais bonita, é mais fácil manter contato com amigos por meio da integração com redes sociais, os 7 GB de armazenamento grátis no SkyDrive, e a controversa defesa de que o Outlook.com oferece mais privacidade em relação ao Gmail.

Gmail: número 1 no mundo

Gmail: número 1 no mundo

Em um comunicado sobre a mudança de interface, a companhia afirma que os usuários ficaram satisfeito em ver que a publicidade foi substituída pelas atualizações mais recentes em Twitter e Facebook “quando um email de um de seus contatos está sendo lido”. Eles comemoram: “as pessoas viram 60% menos anúncios” ao utilizar o novo email. A pergunta que eu faço: como é que a Microsoft pretende pagar a conta de um serviço completamente gratuito e praticamente sem propaganda? Esperemos alguns meses para saber por quanto tempo poderão manter essa atitude.

De acordo com a companhia, mais de 60 milhões de internautas fazem uso do Hotmail/Live/Outlook com o visual renovado. Ainda fica faltando atrair a atenção de quase 230 milhões de pessoas adeptas do serviço de email ao redor do mundo.