"God of War: Ascension"

Não seja early adopter. Não seja o cara que compra os aparelhos assim que estes são lançados, numa afobação da qual ele inevitavelmente te fará sofrer (talvez como o Kratos da imagem acima) quando começarem a sair notícias sobre superaquecimento ou problemas de produção.

Apesar de ser um sujeito bastante afobado, eu sempre evitei o ímpeto de adoção precoce. Comprei meu Xbox 360 apenas quando “Gears of War” saiu (no ano seguinte); meu PS3 chegou aqui dois anos depois do lançamento. E no caso do Wii, você tinha que dormir na frente das lojas se quisesse ser um early adopter quando ele saiu. Estava esgotado em todo lugar.

Apesar disso, acho que romperei esta longa tradição de esperar e comprarei o PlayStation 4 no lançamento.

Em primeiro lugar, eu penso que a direção que a Sony está tomando está certa em diversos aspectos, tanto no que diz respeito às funções que incorporaram no console, quanto em relação à forma como a comunidade consome games.

A função de compartilhar vídeos, por exemplo, é uma adição bem-vinda e que mostra pra mim que a Sony está de olho no vai e vem da comunidade gamer. Algum desenvolvedor notou que vídeos de gameplay são onipresentes no YouTube, Ustream e similares, e então eles facilitaram esse comportamento por meio de um botão dedicado no controle DualShock 4. Isso democratizará a produção de vídeos no segmento gamer, o que é uma medida muito bacana (e genial demais para ser exclusiva da Sony; de qualquer forma, aplaudo a visão dela).

E é curioso porque o botão Share é o tipo de coisa que, se tivesse sido inventado pela Sony, dificilmente pegaria.

Compartilhe a partida por YouTube

Compartilhe a partida por YouTube

E talvez eu esteja ficando mais ingênuo, mas achei até a adição do touchpad no controle uma medida acertada. Tudo bem que ela lembra um pouco o Sixaxis surgindo logo depois do Wiimote (olha, o nosso faz isso também, viu?); a história se repete e aí temos o controle do PS4 com funções de toque igual ao de um outro console lançado recentemente aí.

Enquanto a Nintendo apostou no WiiU com tablet-controle (criando o tal princípio do “gameplay assimétrico” que soa mais como um bug do que uma feature), a Sony optou por um caminho um pouco mais tradicional que, embora garanta novas possibilidades de gameplay, oferece ao jogador um esquema de controle com o qual estamos todos acostumados. Bom equilíbrio em “temos novidades” e “não mudamos tanto a coisa a ponto de ficar irreconhecível”.

E o painel de toque parece um pouco menos inútil que o malfadado Sixaxis, mas talvez eu esteja com muita boa vontade – ou não, já que pra ser menos inútil que o Sixaxis não é necessário muito. E em pensar que a Sony desmereceu a função de rumble em prol do Sixaxis na época.

DualShock 4

DualShock 4

Tá bom, tudo bem que a outra investida da Sony em trazer toque a um controle, o painel traseiro do PS Vita, ainda não resultou em nada. Você há de convir, entretanto, que haverá muito mais atenção de desenvolvedores voltada para o PS4 do que jamais haverá para o Vita. Eu acredito que essa gente terá a capacidade de tirar leite de pedra desse painel. Vamos cruzar os dedos para que não o usem de formas previsíveis e só pra dizer que estão usando, como em eventos rápidos e bobos que antecedem cutscenes (os tais QTEs).

O PS4 ainda não tem data de lançamento nem preço oficial (um mal sinal, na minha opinião, pra algo que sai ainda esse ano), mas eu já estou interessado. E você?

Aproveite e me fale também da última vez que você usou o Sixaxis. Fiquei curioso.

Vídeo: Trailer de “Killzone Shadow Fall”

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Graça Farias
Am?
Maurício Rodrigues
Eu preifor gastar minha grana em hardware para PC ganho mais com isso e qualidade grafica e filtros que consoles se limitam. E sim concordo com meus amigos leitores em falar que o altor esta vivendo outra realidade,e alguns pontos não são favoraveis para nós brasileiros, primeiro quesito preço, segundo estrutura de banda larga, imagino o tamanho dos games para download muita gente vai sofrer.
Henrique Dourado
eu mesmo ta apostando em surpresas no lançamento do Steam Box acho que os ja divulgados controle biometrico , e oculus de realidade virtual e parceria com a NVIDIA são so alguns atrativos para este console !! acho que existe mais por vir , que pode abalar a sony e microsoft mais acho que fica so 2 consoles no mercado , o da sony e o steam box !
Cristiano Viana Alves
Izzy que tal falarmos das nevascas que constantemente assolam o Rio de Janeiro.
lucas.poentes
contatofmelo, Independente do Izzy postar um "COMPRE" ou não, isso não mudará o fato de o Brasil ter seus preços abusivos, não será em pequenos ou grandes blogs/sites que irá mudar isso. Infelizmente não se sabe ainda como mudaremos isso, já que até hoje com reclamações dos consumidores isso não mudou. Espero que mude Logo ein.
Thássius Veloso
A Sony disse que será possível jogar títulos de consoles anteriores no PS4. Ainda não explicou exatamente como, mas creio que será por streaming mesmo.
contatofmelo
Prezado, Izzy Nobre. Compreenda que este blog é nacional ( Brasil ), onde, tudo é 3x mais caro de onde você se encontra. Como um dos autores do blog, no mínimo você vai incentivando algo que deveria ser coibido no Brasil. Você poderia colocar um post, NÃO COMPRE, pois, assim, poderíamos ter preços " acessíveis " se comparando onde você reside. Mas, incentivos como este que você escreveu, apenas reforçam mais as empresas subirem os preços de seus produtos, pois, verá que, brasileiro é trouxa e paga o preço por qualquer coisa que seja novidade.
Thiago Leite
Dá pra dizer que de certa forma, vc e o Pedro tem razão.
gambaleao
Exatamente. Então já podemos ter quase certeza sobre duas companhias que utilizaram esta trava imbecil: EA e Capcom.
Paulo Guilherme Pilotti Duarte
Deve custar uns ~R$1500 no lançamento.
Renan Dias Serrou
Acho que a questão ai é a nossa internet e não os servidores da PSN...
Guilherme Macedo C.
Não lembra do PS3 e seus quase R$ 8 mil no lançamento?
Maurício Rocha
Ao que parece, PS4 vai vir para "chutar bundas na altura do teto", ou não, pode ser meros anúncios, como a TekPix, promete promete, mas faz tudo mal feito. Eu tenho meu querido PS3 a meros 2 anos, e ainda me satisfaz, jogos são escolhidos no pente de tirar piolho, por exemplo, jogo GT 5 e Harvest Moon BTN que é um jogo de 1997, dá pra se ter noção da qualidade.. Quando as desenvolvedoras focarem em pesquisar o que os gamers precisam, e não em inovação, ai sim, veremos consoles monstros, com as configurações anúnciadas do PS4, creio que parando por aí, teremos uma boa qualidade de gráficos e de velocidade por um bom tempo, a questão é pensar bem em como fazer o resfriamento desse sistema, para não gerar problemas, e pensar em engines boas para os jogos, colocar coisas ÚTEIS nos jogos. Trazer realidade para um jogo, é colocar um pedaço de plástico cheio de chips na mão de um gamer em frente a uma tela, com vários sensores, e jogar um FPS, fora o capacete para visão. Isso é inovar, não é coisa difícil para as tecnologias de hoje, basta as desenvolvedoras pararem de ser relaxadas e preguiçosas, que veremos um CONSOLE de hardware ótimo para a atualidade e com bons jogos, que com certeza gerariam muito mais lucro que um FPS num Dualshock da vida...
JoaoManoel
Quem disse isso? Não vai custar mais de 2500 (chuto na faixa de 1200, devido ao preço que será lançado lá).
Dr. Vmartone
Acho incrivel a galera meter pau no hardware não ser inovador quando o problema são as desenvolvedoras que não arriscam fazer nada diferente. O Izzy chamou six-axis de inutil, e concordo, se considerarmos a maneira como foi usado pela maioria dos jogos. Ai vem jogos como Flow, Flower e Journey e mostram que com ousadia e boa vontade dá sim pra fazer coisa legal e diferente. Até mesmo com inovação "inútil". Isso pra não falar do Kinect. Capaz de fazer coisas absurdas e interações totalmente novas, me fazem jogo de corrida onde a graça é ficar com braço esticado segurando volante invisível. As devs tão de parabéns.
Exibir mais comentários