Início » Brasil » TIM aprova compartilhamento do 4G com a Oi

TIM aprova compartilhamento do 4G com a Oi

Proposta foi divulgada em janeiro e aguardava liberação do Conselho

Avatar Por

O Conselho de Administração da italiana TIM autorizou o compartilhamento da infraestrutura de quarta geração com a Oi, o que na prática viabiliza o negócio anteriormente divulgado pelo portal Telessíntese, especializado em cobertura de telecomunicações. Há de se preocupar com a qualidade do serviço que será prestado.

Contrato aceito

Contrato aceito

Embora o conselho tenha liberado, a assessoria da operadora nos passou que falta a autorização do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e da Anatel para que o projeto vá para frente.

O jornal Valor Econômico ouviu analistas que falam em economia de 40% a 60% com o modelo de rede móvel compartilhado. Ainda não está claro para nós se as operadoras vão compartilhar as localidades em que as antenas são instaladas (os chamados sites) ou vão dividir também as antenas e toda a infraestrutura de rede.

O modelo de RAN Sharing, provável a ser adotado entre as teles, prevê o uso compartilhado de elementos passivos (como torres, geradores e outros elementos de suporte) e elementos ativos (ERBs) das redes de telecomunicações.

Lucas Braga, nosso autor de telecomunicações, levanta a hipótese de as operadoras aproveitarem o mesmo espectro. Funcionaria como uma espécie de espécie de roaming: clientes da Oi poderiam se autenticar na rede da TIM e vice-versa para cidades em que as teles não oferecem cobertura.

Clientes de duas operadoras pendurados em uma única rede podem fazer com que a rede 4G rapidamente fique degradada, uma reclamação frequente de quem contrata hoje em dia o 3G para navegar em velocidades de EDGE. Essa situação é bem comum em áreas bastante populosas, como o centro do meu Rio de Janeiro e a região da Avenida Paulista, cá em São Paulo.

As operadoras devem oferecer cobertura de 4G nas cidades-sede da Copa das Confederações, evento que antecede a Copa do Mundo da FIFA. São elas: Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador. O UOL Esporte denuncia que as teles não conseguirão atender o prazo que se encerra em abril.

(Atualização às 18h27)

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

gicapp
Com essa terminam de enterrar a TIM e a Oi...
José Frederico Ribeiro Viana
Claro e VIVO vão fazer o mesmo \o Depois da confirmação do acerto firmado entre Oi e TIM pelo compartilhamento para acelerar e reduzir as despesas com a implantação do 4G no Brasil, Vivo e Claro - empresas ligadas à Telefónica e à América Móvil, que disputam a liderança do mercado de telefonia na América Latina - comunicaram um acordo, com duração de três anos para o 4G. A grande novidade nesse acerto é a inclusão das redes 3G.Se confirmado, a Claro seria a grande beneficiada, uma vez que a presença da Vivo é muito superior às das rivais - com mais de 3000 pontos de rede 3G. Mais em http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=33178&sid=17
gicapp
Sou de Porto Alegre, tenho pegado na faixa de 1 a 2 Mbits na Claro tranquilamente (celular com suporte a 3GMax). A Oi funciona bem só em shoppings, na rua o sinal é bom mas a navegação nem sempre... pra mim é a que tem a melhor qualidade de áudio na ligação. TIM é boa pra voz, nunca tive o que reclamar, já pra dados... na frente da torre dá 1 Mbit, mas se mexeu caiu... Vivo (no meu caso corporativo) tive muitos problemas com voz, voz abafada, ligação caindo a todo momento... já dados é a melhor, em 3GPlus dá pra pegar fácil 3 Mbits...
Rodrigo Miranda
2G para cada? Só pode... Essas operadoras mal entraram no 3G e já estão falando em 4G...
Carlos Eduardo
Estou na expectativa de testa essa 4g aqui em Fortaleza. =D
lucassandoval
Cara, compartilhamento de infraestrutura é muito bom! Em vários países essa tática é usada e com sucesso. Ela ajuda a diminuir o custo dos serviços.
Yago G. Oliveira
Já informou a ouvidoria da TIM? A Oi também não era 3G aqui, mandei um email, conversei com a ouvidoria, pedi uma pesquisa no local, informei o dados municipais e 2 meses depois chegaram os carros com os equipamentos 3G.
Saint-Clair Stockler
O caos e muitas risadas (para quem não é cliente de nenhuma das duas, evidentemente).
Thanara Corrêa
Deve ser também, porque o sinal aqui melhorou e tanto.
Kessler
Porto Alegre. Aqui a Oi funciona razoavelmente no 3G. Já DSL depende do lugar, há muitas instalações mais antigas que são sofríveis. Já a Claro nunca vi funcionando bem em lugar nenhum, uma desgraça.
Diego Petter
Aqui a TIM não tem nem 3G, sendo que todas as outras sim, e ai?
Yago G. Oliveira
Pelo que ando percebendo, a Oi e TIM já estão dividindo 3G aqui.
Yago G. Oliveira
Claro aqui é muito ruim mesmo sendo maioria no estado, pior que a TIM. A Oi que se salva por não ser mais tão usada.
Rafael Machado de Souza
vc é de onde? aqui em Passo Fundo é uma das melhores tanto em 3G quanto em ADSL. o resto vai de mal a pior, inclusive o GVT
Kessler
Não sei por que, aqui no RS a Oi é ridiculamente melhor que a Claro. O 3G da Claro é um lixo.
Denilson Rocha
Lindo. Feitas uma para a outra, que afundem na lama de mãos dadas. Estranho é o povo daqui continuar com uma fidelidade insana a essas duas bostas. (Não que Claro e Vivo sejam operadoras suiças mas, ao menos, fala-se e navega-se).
Thássius Veloso
A Vivo diz que gostaria de compartilhar a rede, mas salienta que já o faz – por meio dos sites compartilhados que qualquer operadora pode contratar, desde que pague por isso. Eles venderam a gestão de sites para uma empresa independente no ano passado.
Everton Favretto
E não vamos esquecer que a Vivo também tem interesse em compartilhar rede.
Matheus Fernal
O que podemos esperar quando as duas piores operadoras resolvem trabalhar juntas?
Fabio
Essa rede 4G será de graça durante a COPA? :D Como os gringos vão fazer, afinal?