Início » Aplicativos e Software » Opera para Android roda WebKit e ganha navegação anônima

Opera para Android roda WebKit e ganha navegação anônima

Versão beta deixa de lado o motor Presto da Opera Software

Por
6 anos e meio atrás

opera-android-beta-abre

O navegador Opera passou por uma “reconstrução” e agora utiliza o motor WebKit para carregar e exibir as páginas da internet no lugar do Presto feito por eles mesmos. A partir de hoje, usuários do Android recebem a atualização em seus dispositivos móveis. O aplicativo em beta oferece um visual completamente novo.

De acordo com a Opera Software, o navegador ganhou algumas novidades, como um Speed Dial (aquela página com as páginas mais acessadas) que inclui os favoritos do usuário. A aba “Descobrir”, outra implementação do novo Opera, auxilia na descoberta de conteúdo bom espalhado pela web – torçamos para que os artigos do Tecnoblog estejam ali.

O escritório da Opera Software no Brasil mandou um comunicado ressaltando que o browser é um dos aplicativos mais importantes do celular porque “é o acesso à web”. Baita verdade. Entretanto, precisamos acrescentar que o Google já oferece a experiência do Chrome, com sincronização de abas, na plataforma que mantém. O Opera, portanto, figura como uma opção ao que, ao menos entre os mais entendidos de tecnologia, é a regra.

Ainda falando em Chrome, a unificação de barra de endereços e barra de pesquisa que o navegador do Google implementou há tanto tempo finalmente chega ao browser para Android. O Opera para Android ainda inclui a navegação privada, para quando o internauta quer acessar um site sem deixar rastros.

O Opera para Android em beta funciona no Gingerbread ou versão mais recente da plataforma. Download na loja do Google.