Início » Legislação » Gradiente e Apple tentam chegar a acordo sobre uso da marca iPhone no Brasil

Gradiente e Apple tentam chegar a acordo sobre uso da marca iPhone no Brasil

As empresas tentarão um licenciamento amigável.

Avatar Por

O caso da Gradiente contra a Apple pelo uso da marca iPhone no Brasil pode chegar ao fim em breve. Segundo informações da Folha de São Paulo, as duas empresas estão conversando para finalmente chegar a um consenso. As duas já mostraram que estão decididas a irem mais longe judicialmente, mas antes vão tentar novamente um acordo amigável.

Registro da Gradiente vale até 2 de janeiro de 2018

Registro da Gradiente vale até 2 de janeiro de 2018

A Folha diz que os advogados da Apple enviaram para o tribunal cuidado do caso um documento que suspende a ação judicial da empresa contra a Gradiente por 30 dias. Nesse período, o esperado é que as empresas joguem todas as cartas na mesa e negociem o por uma licença que permita o uso da marca iPhone pela Apple – por um preço razoável.

Originalmente, a Gradiente pediu o registro da marca iPhone em meados de 2005 e conseguiu o registro alguns anos depois. No ano passado, a empresa finalmente lançou (na verdade, renomeou) um produto no mercado com esse nome – algo necessário para que não perdessem o registro da marca.

Se for fechado, esse não vai ser o primeiro acordo do tipo. Em agosto do ano passado a Apple fechou um acordo que permitiu que a empresa usasse a marca iPad na China. Esse acordo rendeu, supostamente, 60 milhões de dólares à empresa detentora da marca no país.

Por outro lado, se as conversas não levarem a lugar nenhum, o caso vai mesmo para a justiça brasileira e pode demorar anos para ser julgado. E aposto que nenhuma das duas quer esperar.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Agnaldo Souza

Se a Gradiente é a dona da marca e se a Apple quer , QUE COMPRE, simples assim, eles são acostumados a tomar o que é dos outros.

Agnaldo Souza

Vai que cola o que puxa saco funboy. Vc sabe que a Gradiente é a dona da marca em questão, ela inventou esse nome antes da sua marquinha acostumada a tomar o que é dos outros.

Igor Rodrigues
E que fim levou essa história ??
Raphael Rios Chaia
Não acho que vai ser a participação de mercado que vai ditar o acordo, mas o fato de a marca ser um dos carros-chefe da empresa.
Marcelo Bonella
Eu chuto que a gradiente vai TENTAR fechar acordo de montagem de produtos apple no brasil. Ela já montou nokia por aqui, vai que cola né.
Guilherme Macedo C.
iPhone não chega nem a meio porcento do mercado brasileiro. Será que vale o investimento?
Raphael Rios Chaia
Resumindo: os advogados da Apple responsáveis pela ação contra a Gradiente no sentido de invalidar o registro da empresa perante o INPI já devem ter tomado ciência que a ação não vai dar em nada - se já não tinham essa consciência antes e só queriam barganhar -, e agora querem tentar resolver na base do acordo para chegarem num valor que ainda seja favorável para a empresa de Cupertino. Meu palpite é de, no máximo, uns 100 milhões de reais. No mínimo, uns 70.