Início » Legislação » Gradiente e Apple tentam chegar a acordo sobre uso da marca iPhone no Brasil

Gradiente e Apple tentam chegar a acordo sobre uso da marca iPhone no Brasil

As empresas tentarão um licenciamento amigável.

Por
6 anos e meio atrás

O caso da Gradiente contra a Apple pelo uso da marca iPhone no Brasil pode chegar ao fim em breve. Segundo informações da Folha de São Paulo, as duas empresas estão conversando para finalmente chegar a um consenso. As duas já mostraram que estão decididas a irem mais longe judicialmente, mas antes vão tentar novamente um acordo amigável.

Registro da Gradiente vale até 2 de janeiro de 2018

Registro da Gradiente vale até 2 de janeiro de 2018

A Folha diz que os advogados da Apple enviaram para o tribunal cuidado do caso um documento que suspende a ação judicial da empresa contra a Gradiente por 30 dias. Nesse período, o esperado é que as empresas joguem todas as cartas na mesa e negociem o por uma licença que permita o uso da marca iPhone pela Apple – por um preço razoável.

Originalmente, a Gradiente pediu o registro da marca iPhone em meados de 2005 e conseguiu o registro alguns anos depois. No ano passado, a empresa finalmente lançou (na verdade, renomeou) um produto no mercado com esse nome – algo necessário para que não perdessem o registro da marca.

Se for fechado, esse não vai ser o primeiro acordo do tipo. Em agosto do ano passado a Apple fechou um acordo que permitiu que a empresa usasse a marca iPad na China. Esse acordo rendeu, supostamente, 60 milhões de dólares à empresa detentora da marca no país.

Por outro lado, se as conversas não levarem a lugar nenhum, o caso vai mesmo para a justiça brasileira e pode demorar anos para ser julgado. E aposto que nenhuma das duas quer esperar.

Mais sobre: , ,