Início » Ciência » Cientistas criam chip que se auto-conserta

Cientistas criam chip que se auto-conserta

Avatar Por

Quando um chip queima não há muito o que fazer além de trocá-lo. Reparar um componente desse tamanho é impossível – e se ele estiver soldado em uma placa, pior ainda – toda a placa deve ser substituída. Mas os cientistas da CalTech, universidade de tecnologia da Califórnia conseguiram criar um chip capaz não só de ser consertado mas de se reparar sem intervenção humana.

chip-auto-reparo

O chip é chamado auto-reparador mas na verdade ele é inteligente. Se um dos seus transistores falha, o próprio chip se encarrega de detectar a falha e tentar continuar executando sua função como se nada tivesse acontecido. Ele consegue isso usando uma série de sensores integrados no chip, para detectar em que parte do chip a falha aconteceu.

Para testar se o sistema funcionava, eles criaram um circuito com 76 chips amplificadores. Cada um deles tinha um componente chamado ASIC, que é o responsável por ler os sensores embutidos no chip. Ao danificar algumas partes dos chips com lasers, em menos de um segundo o ASIC conseguiu reverter para o estado em que ele sequer mostrava dano.

E dano é só um dos tipos de problema que o chip está preparado para contornar. Ele está preparado também, por exemplo, para continuar funcionando quando a corrente elétrica passando por ele diminuir por algum motivo.

A descrição completa de como o chip funciona está no site oficial da faculdade, mais especificamente nesse arquivo PDF.

Com informações: Slashdot.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Emmanuel Fotógrafo
Caramba, você ao menos se deu ao trabalho de ler o post antes de escrever essa crítica? "O chip é chamado auto-reparador mas na verdade ele é inteligente."
YanGM
Here sir, have my like.
Emmanuel Fotógrafo
Já existe o primeiro esboço, funcional e é Open-Source: http://www.reprap.org/wiki/RepRap/pt
Cristóferson Bueno
Caramba você ao menos se deu ao trabalho de ler o artigo científico antes de escrever este post? O Self-Healing no título do artigo não quer dizer que o circuito se regenera fisicamente! Ele apenas reconhece a área danificada e se programa para não utilizá-la mais. Além disso é um circuito de fonte, ou seja ele só tem que garantir que a energia continue passando. Em 2010 projetei uma solução com o mesmo propósito, garantir que o circuito continuasse funcionando mesmo com defeitos pós-fabricação, mas para um circuito mais complexo, de um processador MIPS capaz de executar programas reais, só que eu chamei de Fault-Tolerant que é menos alegórico que Self-Healing ;) tá aqui o link para o artigo http://www.hipeac.net/system/files?file=extendedpaper.pdf e para a dissertação http://www.dpi.ufv.br/arquivos/ppgcc/dissertacoes/2011-ms-Crist%C3%B3ferson_Guimaraes_Magalhaes_Bueno.pdf
Fabiano Campos
Vcs verão quando eles inventarem os que consegue se replicar aí vai ser parecido com os replicators do Star Gate Sg1
Gustavo Franco
Lembram da capacidade do Arnold em Terminator 2 de se reconfigurar para funcionar novamente mesmo com partes defeituosas?
Márcio Esteves
Em um futuro bem próximo..
Cleber Campos
Impressionante, e ao mesmo tempo, de dar medo o_O
Emanuel Araújo
Pensei a mesmíssima coisa
Emmanuel Fotógrafo
É impressionante como essa galera quer mesmo que a Skynet aconteça...