Início » Mobile » Motorola anuncia RAZR D1 e D3 no Brasil

Motorola anuncia RAZR D1 e D3 no Brasil

RAZR D1 é o smartphone de baixo custo com TV e hardware decente.
Por R$ 799, RAZR D3 traz processador dual-core de 1,2 GHz e 1 GB de RAM.

Por
5 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Motorola anunciou hoje dois novos aparelhos da família RAZR no Brasil, o RAZR D1 e o RAZR D3. Ambos rodam o Jelly Bean, têm promessa de atualização para a próxima versão do Android e parecem ser opções extremamente competitivas para quem não quer gastar muito – mesmo com preços mais acessíveis, eles trazem bons componentes de hardware.

motorola-razr-d1-d3

O Motorola RAZR D1 é um smartphone de baixo custo que traz especificações de hardware bem respeitáveis para o seu preço: tem processador de 1 GHz, 1 GB de RAM, tela de 3,5 polegadas com resolução de 320×480 pixels, 4 GB de armazenamento interno (com slot para cartão microSD), bateria de 1.785 mAh e câmera de 5 megapixels.

O processador do RAZR D1 pode não ser tão rápido, mas a RAM deve ajudar bastante no multitarefa – são 1 GB, contra 512 MB ou até menos dos concorrentes. No modelo com dois SIM cards e recepção de TV analógica e digital, que já está sendo vendido nas lojas, o RAZR D1 tem preço sugerido de R$ 549. Um modelo mais simples, com suporte a um chip, será vendido por R$ 499.

Na caixa do RAZR D1, há um fio que pode ser conectado na entrada do fone de ouvido para melhorar o sinal da TV, funcionando como uma antena externa. É possível sintonizar canais digitais e analógicos mesmo sem o acessório, mas o sinal ficou bem pior, pelo menos no rápido teste que fiz.

razr-d1-antena

Já o Motorola RAZR D3 é um pouco mais completo e se parece muito com o RAZR i – são tão parecidos que eu acabei tirando fotos do RAZR i por engano. O aparelho traz processador dual-core de 1,2 GHz, 1 GB de RAM, 4 GB de armazenamento interno (também com slot para cartão microSD), bateria de 2.000 mAh e câmera com resolução um pouco maior, de 8 megapixels. A tela, de 4 polegadas, tem proteção Gorilla Glass e resolução de 480×854 pixels.

O RAZR D3 também possuirá duas opções: um single SIM e outro dual SIM. O modelo com suporte a dois chips chega “em algumas semanas” pelo preço sugerido de R$ 799. O modelo mais simples será vendido por R$ 699. Infelizmente, o D3 não recebe sinal de TV como o D1.

RAZR D3 (à esquerda) e RAZR i (à direita).

RAZR D3 (à esquerda) e RAZR i (à direita).

O anúncio foi realizado no estúdio do fotógrafo Bob Wolfenson. A Motorola deu bastante destaque para a câmera dos aparelhos, que possuem BSI (Back Side Illumination, que melhora as fotos em situações de pouca luz) e HDR (High Dynamic Range, que tira várias fotos com exposições diferentes e combina todas elas para entregar o melhor resultado).

Os dois smartphones possuem o Android 4.1 de fábrica, com pouquíssimas modificações. No evento, a Motorola afirmou que eles possuem atualização garantida para a próxima versão do Android depois da 4.2 – ou seja, eles deverão receber o suposto Key Lime Pie, que deve ser revelado ainda este ano. É muito difícil um fabricante fazer uma promessa dessas para aparelhos de entrada, então guarde a foto abaixo:

motorola-d1-d3-upgrade-android

Mas por que eles não vêm com Android 4.2 pré-instalado? Bom, a Motorola diz que o Google ainda havia liberado a nova versão do Android para os fabricantes e não faria sentido atrasar o lançamento do RAZR D1 e D3 por causa de um sistema que não traz tantas novidades para o usuário – de fato, há pouquíssimas mudanças perceptíveis, tanto que o nome (Jelly Bean) foi usado novamente.

Estamos com uma unidade do Motorola RAZR D3 em mãos e publicaremos o review completo nas próximas semanas.