Início » Aplicativos e Software » Canonical diminui tempo de suporte do Ubuntu para nove meses em versões não-LTS

Canonical diminui tempo de suporte do Ubuntu para nove meses em versões não-LTS

Versões com suporte de longo prazo continuam com cinco anos de atualizações

Avatar Por

Temos mais mudanças na Canonical, e desta vez não é nada relacionado a novos gadgets: a partir de agora, o Ubuntu terá a metade do tempo de suporte nas versões que não sejam LTS, passando de 18 meses para apenas nove após o lançamento. Isso não é necessariamente algo ruim, considerando as outras mudanças que estão por vir.

ubuntu-linux-12-10-release

A decisão foi tomada nesta terça-feira em uma reunião do time técnico da Canonical (sim, a reunião foi via IRC), onde eles decidiram diminuir o tempo de suporte em todas as versões não-LTS do Ubuntu, começando a partir da próxima, a 13.04. Na prática, isso significa que correções de bugs deixarão de ser feitas após o período de nove meses. Depois disso, o ideal é que você atualize o sistema para uma versão mais recente.

A decisão foi tomada levando em conta dois fatores. Diminuindo o tempo de suporte, a Canonical consegue liberar os desenvolvedores para outros projetos. Além disso, foi percebido que a maioria dos bugs do Ubuntu consegue ser resolvida dentro do limite de nove meses.

Cabe lembrar que as versões LTS do Ubuntu continuam com seu prazo de suporte sem alterações, com cinco anos garantidos pela Canonical.

Ainda na reunião, os desenvolvedores da Canonical votaram por não implantar o método de atualização rolling release, mas o Ubuntu terá um conceito parecido. A Canonical dará aos usuários uma alternativa para que eles possam acompanhar as mudanças e novidades do Ubuntu sem necessariamente atualizar o sistema para a próxima versão. Maiores detalhes de como isso será feito devem aparecer em breve.

Com informações: Phoronix

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marge Billieri

estou com problema com o teclado no linux . tenho que segurar cada tecla para poder escrever. Como resolvo?

Agnaldo Lucindo
Seria melhor se fosse rolling release pra evitar de ter de trocar a cada seis meses!Eu uso a 11.10 e nao gosto desse negocio de ter de trocar sempre (y)
clodoaldops
No meu desktop de trabalho mantenho versões LTS que troco à cada 2 anos. No notebook eu testo toda nova versão semestral. Portanto p/ mim não trará mudanças.
felipe.coutinho.videira
Por essas e outras que me mantenho nas versões LTS. formatar o PC de 6 em 6 meses é muito incômodo...
Bruno Rodrigues
eu mesmo aqui uso a versão 12.10 sem nenhum problema mas minha próxima versão será LTS
krodrigo8
Normalmente as pessoas que não usam a LTS atualizam para a nova versão sistema a cada 6 meses, então não faz muita diferença
ricardo
Em resumo, se não quer enfrentar problemas use sempre a última versão LTS.
Guilherme Macedo C.
A diferença é que o Windows é pago, enquanto o Ubuntu basta clicar para atualizar, sem custo algum. Além disso existe a versão de suporte estendido.
Guilherme Macedo C.
Não vai alterar a vida de nenhum usuário, visto que a atualização é simples, com um clique, e caso queira suporte maior, compatibilidade com hardware ou estabilidade tem a possibilidade da versão LTS.