Início » Aplicativos e Software » Canonical diminui tempo de suporte do Ubuntu para nove meses em versões não-LTS

Canonical diminui tempo de suporte do Ubuntu para nove meses em versões não-LTS

Versões com suporte de longo prazo continuam com cinco anos de atualizações

Por
6 anos e meio atrás

Temos mais mudanças na Canonical, e desta vez não é nada relacionado a novos gadgets: a partir de agora, o Ubuntu terá a metade do tempo de suporte nas versões que não sejam LTS, passando de 18 meses para apenas nove após o lançamento. Isso não é necessariamente algo ruim, considerando as outras mudanças que estão por vir.

ubuntu-linux-12-10-release

A decisão foi tomada nesta terça-feira em uma reunião do time técnico da Canonical (sim, a reunião foi via IRC), onde eles decidiram diminuir o tempo de suporte em todas as versões não-LTS do Ubuntu, começando a partir da próxima, a 13.04. Na prática, isso significa que correções de bugs deixarão de ser feitas após o período de nove meses. Depois disso, o ideal é que você atualize o sistema para uma versão mais recente.

A decisão foi tomada levando em conta dois fatores. Diminuindo o tempo de suporte, a Canonical consegue liberar os desenvolvedores para outros projetos. Além disso, foi percebido que a maioria dos bugs do Ubuntu consegue ser resolvida dentro do limite de nove meses.

Cabe lembrar que as versões LTS do Ubuntu continuam com seu prazo de suporte sem alterações, com cinco anos garantidos pela Canonical.

Ainda na reunião, os desenvolvedores da Canonical votaram por não implantar o método de atualização rolling release, mas o Ubuntu terá um conceito parecido. A Canonical dará aos usuários uma alternativa para que eles possam acompanhar as mudanças e novidades do Ubuntu sem necessariamente atualizar o sistema para a próxima versão. Maiores detalhes de como isso será feito devem aparecer em breve.

Com informações: Phoronix

Mais sobre: ,