Início » Gadgets » Asus ainda não sabe se vai vender Nexus 7 no Brasil

Asus ainda não sabe se vai vender Nexus 7 no Brasil

Falta de acordo com o Google impedem vendas e distribuição do tablet.

Avatar Por

Mesmo que tardio, o lançamento do Nexus 4 no Brasil finalmente aconteceu no mês passado e trouxe o smartphone para as lojas de comércio eletrônico por R$ 1,7 mil. O lançamento poderia ter sido melhor se junto com o smartphone de Android puro, o Google tivesse finalmente lançado o Nexus 7. Ao que parece, a Asus é quem está travando as negociações dessa vez.

A informação é do iG Tecnologia, que diz que a Asus tem um estoque de Nexus 7 parado em algum armazém no Brasil mas não tem previsão para iniciar as vendas. O motivo? A empresa ainda não conseguiu chegar a um acordo com o Google sobre o preço e distribuição. O lançamento quase aconteceu em fevereiro, quando o Magazine Luiza anunciou o tablet por 1,3 mil, mas as vendas não foram liberadas. Agora, a fonte do iG diz que "a Asus simplesmente parou de correr atrás".

asus-revista-nexus7-hero

Curiosamente, na edição mais recente da sua revista interna, distribuída trimestralmente, o Nexus 7 estampa a capa com os dizeres "Potente e não pesa no bolso". Se não pesa no bolso mesmo, em teoria, isso quer dizer que a Asus já saberia os preços. Mas em nenhuma parte da revista o valor de venda do tablet é mencionado.

Durante o lançamento do Nexus 4, Hugo Barra, disse que o lançamento do Nexus 7 que quase aconteceu no país foi um erro de comunicação. Ele também disse, no ano passado, que o tablet seria lançado ainda em 2013. E cada dia que passa, fica um pouco mais difícil acreditar nessa última promessa.

De qualquer forma, as duas empresas precisam chegar a um acordo e rápido. Desde o mês de novembro do ano passado o iPad mini já está homologado pela Anatel e pode ser vendido no país. E se a Apple passar na frente, o mercado de tablets que o Google quer capturar com o Nexus 7 pode ficar ainda menor - principalmente depois que a Asus passou a vender seu próprio tablet com Android, o MemoPad, no país.

Mais sobre: , , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gerson Boaventura
Pura verdade. Nem assistência decente tem aqui.
Gerson Boaventura
Caras, eu comprei o Nexus 7 fora do país, tudo direitinho. Chegando aqui dei uma queda no bicho e trincou a tela. Bye bye garantia. Surpresa: a Asus não tem assistência técnica pra ele e nem peças pra reposição. Tampouco encontrei algum lugar decente pra consertar. O único que achei era em SP (sou do CE) com várias recomendações negativas no ReclameAqui. Ou seja, comprar o Nexus 7 é treta.
Thanara Corrêa
Pra que tanta preocupação em comprar em lojas comuns se no mercado paralelo está mais barato?
Thanara Corrêa
Sim, depois reclamam que o Brasil é um atraso em tecnologia, sendo que é eles que produzem o atraso.
Thanara Corrêa
Sabe a data do evento? :3
William Bannach
Olha tem algo de errado, o Nexus 7 foi lançado sim aquela época e ainda foi vendido pelas principais lojas, lembro que esgotou o primeiro lote e tudo e o pessoal ficou aguardando por mais unidades e nada, pra vocês não me chamarem de mentiroso a rede de lojas MM foi uma que comprou um lote de tablets pra vender e tem estoque até hoje do produto: http://www.lojasmm.com/ch/prod/10927/1959/0/Tablet-Nexus-Google-Asus-1B054A-Tela-7-Android-41-NVIDIA-Tegra-3-Quad-Core-Bluetooth-21-WiFi.aspx

Agora, bem provável que a Asus tenha lançado o tablet sem consentimento do Google e ai Google bloqueou as vendas de novos lotes por cláusulas contratuais ai agora ficam nessa de que o tablet tá em negociação mimimi, por mim que nem vendam mais essa porcaria, hardware já defasou, continua bom mas olha os processadores novos no mercado, e por 1.3k ....
Mateus Garcia
Mas já estamos perto do Google I/O que não seria grande surpresa se lançasse um novo tablet, fazendo ser desnecesário lançar este aqui...
Lucas Galvão
A ASUS não leva o BR a sério. Lamentável uma empresa assim.
TaylerPadilha
Trollada do ano contra o Brasil...
Vinicius Kinas
tablet seria lançado ainda em 2013. E cada dia que passa, fica um pouco mais difícil acreditar nessa última promessa.

Meio exagerado isso não? Ainda estamos em abril. rs.