Início » Jogos » Bicampeã: EA ganha prêmio de pior empresa mais uma vez

Bicampeã: EA ganha prêmio de pior empresa mais uma vez

Avatar Por

Pelo segundo ano consecutivo, as empresas finalistas da batalha de pior empresa dos EUA feita pelo Consumerist foram Bank of America e Electronic Arts, a EA. E também pelo segundo ano consecutivo, a EA venceu! E olha que a votação é popular e o Bank Of America havia ficado em último lugar numa pesquisa de satisfação de clientes. Que fase!

De fato, a EA não está passando por uma fase boa. Sua memória recente vai apontar os problemas de SimCity, mas antes disso ela não venceria nenhum concurso de popularidade: há pouco tempo, foi massacrada por uma declaração do diretor financeiro Blake Jorgensen, que afirmou que a próxima tendência em jogos seria a de microtransações para aumentar o level ou comprar novos itens e que os gamers curtiam esse novo modelo. Depois, ele se redimiu dizendo que estava se referindo apenas aos free-to-play.

Outra acusação que a empresa sempre enfrenta é a de que lança jogos antes de estarem redondinhos - o que ficou claro com a dificuldade de acessar os servidores do SimCity, já que é necessário estar sempre conectado à internet para jogar. Amarrando tudo, dá para entender que a intenção de manter o jogador online o tempo todo é pelas tais microtransações, apesar do diretor de operações Peter Moore ter descartado isso. E, mesmo se não houvesse essa exigência, a dificuldade para se conectar a um servidor impediria as compras.

Mesmo com todos os problemas, a empresa se manteve positiva ao anunciar que mais de um milhão de cópias do novo SimCity haviam sido vendidas em uma semana - ou seja, ter um milhão de jogadores insatisfeitos e irritados com a empresa é algo que, no mundo da EA, é ótimo.

simcity

Como sempre dá para piorar, Moore fez um post no blog da EA defendendo a empresa da iminente coroação com algumas considerações sensatas, outras nem tanto e outras nem um pouco, como falar que a inclusão de personagens homossexuais nos games fez com que a popularidade da EA diminuísse.

O resultado dessa série de más escolhas de palavras e de declarações erradas no momento errado levou ao bicampeonato no concurso de Pior Empresa dos Estados Unidos. O Bank Of America nem teve chance: a EA levou 77,5% dos votos. A empresa ainda não se pronunciou oficialmente sobre isso.

O que você acha dessa fase da EA? A escolha dela como pior empresa foi justa?

Mais sobre: ,