Início » Legislação » Microsoft acusou Embraer de usar software pirata

Microsoft acusou Embraer de usar software pirata

Embraer pagou US$ 10 milhões para encerrar o caso.
Fabricante brasileira de aviões nega ter usado cópias irregulares do Windows.

Paulo Higa Por

embraer-195-aviao

Você provavelmente não sofrerá consequências graves se usar softwares piratas no Brasil, mas no caso das empresas a fiscalização é bem mais rígida. Em maio de 2012, a Microsoft acusou a brasileira Embraer de usar cópias irregulares do Windows e denunciou a fabricante de aviões à Procuradoria Geral de Washington, nos EUA.

No estado de Washington, onde fica a sede da Microsoft, há uma lei que pune as empresas que usam softwares piratas ou não licenciados: elas ficam proibidas de fazer negócios no local. Para que a denúncia não se tornasse um processo judicial, a Microsoft pediu à Embraer uma quantia em dinheiro para encerrar o caso. De acordo com a Folha, o valor pago ficou na casa dos US$ 10 milhões.

A Folha, que afirma ter tido acesso a documentos enviados ao CEO da Embraer no ano passado, diz que foi feita uma auditoria da PricewaterhouseCoopers a pedido da Microsoft, que encontrou “cópias irregulares de pacotes Windows e mais de um computador usando a mesma cópia legal de um programa”.

Entretanto, mesmo após o acordo milionário, a Embraer continua negando que tenha usado software pirata: “A Embraer repudia veementemente qualquer sugestão de que possa ter pirateado ou se apropriado indevidamente de software da Microsoft, sua parceira comercial de longa data”.

Tudo foi resolvido no dia 6 de abril, quando a Embraer pagou os 10 milhões de dólares. Se a Microsoft resolvesse seguir adiante com a denúncia, a fabricante brasileira ficaria numa situação ainda pior: ela poderia ser proibida de vender aviões em Washington e outros 37 estados americanos.

Com informações: Folha, Gizmodo Brasil.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Romulo Pulcinelli Benedetti
O triste é que é a única via legal no Brasil de proteger seu código de ser roubado...
Steinnorff Bourustinrher
auditoria via internet. A microsoft tem um império de hackers, descobrir é fácil.
¯\_(ツ)_/¯

kkkkkkk

TiagoDJ7
kkkkkkk
Carlos Leonardo
Bem feito por insistir em usar Windows, uma empresa como a Embraer deveria abandonar de vez esse lixo de programa e migrar para o Linux. Já em relação a polêmica de se usar software pirata, eu sou 100% a favor da pirataria em todos os sentidos, desprezo os direitos autorais e os considero um empecilho para o desenvolvimento científico e tecnológico.
Guilherme Macedo C.
Denúncia
Alexandre Fernandes
Eu pararia de usar software Microsoft há muito tempo.
devisonmirandamg
Uai não entendi uma coisa, como eles descobriram que o software era pirata, não seria quebra na privacidade, verificar isso sem o consenso do usuário?
Daniel Dias
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Daniel Dias
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Daniel Dias
LOL
camila
Você é "dono" da Embraer? è cada uma que se lê.
vinicius.s.d
Na verdade a Microsoft além de cobrar pelas licenças também cobra, e caro, pelo suporte.
@mos_axz
Se fosse uma empresa estatal o acordo não teria sido feito em processo judicial, teria sido negociação de diplomatas. Além disso com um governo de outro país usando pirataria, pode ter certeza que 10 milhões seria pouco...
Thanara Corrêa
UYEAUIYIAEYIUAEAYIEUYAIUE pena, esses tomates podiam dar um bom cambio.
Exibir mais comentários