A Net apresentou na terça-feira (22) seu plano em conformidade com o programa de Banda Larga Popular. Pelo valor de R$ 29,80 por mês, o assinante terá acesso à internet com velocidade de 200 kbps. O período de contratação deverá ser de 12 meses, com taxa de instalação e modem gratuitos. A empresa estima um número de clientes potenciais para seu novo serviço de internet rápida popular entre 1,5 milhão a 1,8 milhão de assinantes.

Assim a Net se tornou a primeira empresa a, de fato, implementar um plano dentro da proposta do programa. A Telefônica foi a primeira a anunciar que apresentaria um plano nas condições determinadas pelo governo paulista. Mas, ao vincular o plano de banda larga a uma taxa de assinatura da linha telefônica, perdeu o benefício e teve que recuar para re-elaborar o seu plano.

“[A Net] é a primeira a aderir, de fato, ao Programa Banda Larga Popular. A Telefônica entendeu que poderia oferecer serviços apenas para seus clientes. Esse não é o entendimento da Net. Não pode fazer vinculação dessa natureza. A Telefônica precisa ter o produto disponível para clientes e não clientes”, diz Mauro Ricardo Machado Costa, secretário da Fazenda do Estado de São Paulo.

A Telefônica, em nota à imprensa informou, que ”prossegue trabalhando para viabilizar, no menor prazo possível, o lançamento do produto com as características estabelecidas pelo decreto.” Além disso, afirma que “entre as alternativas em estudo pela Telefônica para atender aos usuários que não são clientes da empresa está a oferta de banda larga por meio das tecnologias WiFi e WiMesh, que fazem a conexão sem fio à Internet.” [Reuters]

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Profeta Kurumim
Wesley, leia meu comentário simplificado é claro e repasse a idéia. Saia do comentário estério e vamos colaborar para acabar com a extorsão Nets no pais. Isso só é possível com a união de todos, começando um movimento popular, tal como o passe livre, para acabar de vez com os partidos políticos no pais. Eles são os causadores de tudo isso. O Profeta Kurumim.
Profeta Kurumim
Pois é Eneias, acertou na mosca. A questão é que o povão analfabeto político e imbecil no dizer do célebre filósofo Bertholt Brecht, continua pensando que é obrigado a votar nos candidatos apresentados pelas (33) trinta e três quadrilhas que compõe o atual governo, que se reúnem a cada 4 anos para disputar nas eleições quem vai ser o chefe da quadrilha, sob as siglas de Partidos Políticos; que se associam em parcerias para assaltar e facilitar que companhias estrangeiras; como todas as de telefonia hoje existentes no pais para que possam extorquir desses mesmos imbecis, que ainda arrostam ar de superioridade dizendo: Veja minha Net é de 10 Mg não essa droga de 100 Mb da Vivo, Tim, Oi e a pior de todas NEXTEL, que oferecem planos extorsivos, que na prática não vale em nenhuma delas mais do que R$ 10,oo por mês, com toda aquela fliperama inútil bem ao gosto das crianças e dos tais internautas. Nos países sérios em que o povo cobra as promessas políticas com a mesma seriedade que uma noiva cobra do noivo depois do casamento, esses serviços são cobradas a taxas fixas por consumo como a Luz e Água, e não por pacotes de Megas e Gigas, que são a mesma coisa. Em outras palavras o custo do sinal gerado por um KBPs é o mesmo que custa na sua conta de Luz e KWH. Pegue uma e confira o que estamos afirmando. Você paga pelo consumo independente da potência em Kwh, que é o equivalente em GB gigabytes, Mb megabytes e Kbp que é equivalente ao centésimo em ambos os casos. Espero com esse comentário ajudar nosso “povão inteligente e esperto” a repensar na hora de comprar esses fastuosos pacotes de internet, cuja vantagem só reverte para as empresas, que ficam cada vez mais ricas e você cada vez mais pobre. Assim saímos do comentário estéreo e passamos a nos unir em torno de um bem comum, longe ainda de existir entre nós. O profeta Kurumim Repasse a ideia assim como fizeram do “passe Livre”.
@ItsMe_Lucas
Nos EUA, só é banda larga a partir de 4mb... aqui... qualquer coisa com 150k já se considera larga... absurdo...
Tiago César Oliveira
Contando-se com o fato que a velocidade média na época dos 56k era de 30k na conexão... Nem os 56k eram garantidos!
Paulo
200k é banda larga aonde? Ainda tem o fato de que se vc considerar que eles só garantem 10% da velocidade contratada, esta "banda larga" é mais lenta que os 56K que a gente tinha na época da conexão discada.20k, menos da metade.... po, parece que as pessoas não sabem fazer conta!!!!
DIEGO
HAHAHA 200 KBPS POR 29 QUE MERDA NA MIHA CIDADE A VIA RADIO JA É 250KBPS POR 35$ QUE PROPOSTA VELOCIDADE JABUTI
SÉRGIO
NÃO FIZ AS CONTAS, MAS A OI CONTA TOTAL DEVE FICAR QUASE O MESMO PREÇO COM MAIS VELOCIDADE.É SÓ NEGOCIAR.
Eneas Formiga
nós povão somos tratado como burro no pasto, usa o espaço de acordo com o tamanho da corda...
Eneas Formiga
o grande erro net é ela começa cobrando um valor baixo e em seguida ela aumenta o valor, isso é tipo coisa que um governo sério não deveria deixar existi, porque em algumas cidades do nosso país funciona mais barato e em outra bem mais caro, porque essa discriminação? não somos todos brasileiro governados pelo mesmo presidente, porque essa indiferença...
Wesley
Essas empresas sempre mesquinhas, cobram o máximo do acordo pelo mínimo de velocidade exigida.