asus-transformer-book-trio

A Asus está mostrando alguns notebooks e tablets novos na Computex 2013 em Taiwan, mas um produto chamou a atenção: o Transformer Book Trio é um notebook que possui não um, mas dois processadores Intel. Ele é capaz de rodar Windows 8 e Android e tem esse nome porque é um híbrido de notebook, tablet e desktop.

A ideia de rodar Windows 8 e Android no mesmo dispositivo não é nova: a própria Asus havia feito isso com o Transformer AiO, um all-in-one anunciado na Computex 2012 com processador Intel na parte desktop e Tegra 3 na parte tablet, responsável por rodar o Android 4.1 Jelly Bean.

O Transformer Book Trio funciona de maneira semelhante ao Transformer AiO, mas possui dois processadores Intel: um poderoso Core i7 de quarta geração e um econômico Atom de 2 GHz. O teclado é destacável, então você pode usá-lo como tablet ou notebook. É possível conectá-lo a um monitor externo, transformando o aparelho num desktop.

De acordo com a Asus, os dados do usuário podem ser sincronizados entre o Windows 8 e o Android, apesar da estranha combinação de hardware de armazenamento: são 750 GB de HD na dock e 64 GB de SSD no tablet. A bateria dura até 15 horas. Ainda não há preço ou data de lançamento.

Com informações: The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thanara Corrêa
Interessante esse lançamento ai.
Aparecido Barbosa
Creio que esse Atom,seja o mesmo utilizado no Motorola RAZR I,que usa arquitetura ARM,mais acho que seria mais interessante, se ao invés dele vir com o Android,ele viesse com o Windows 8 RT,pelomenos a interface continuaria a mesma
fac_713198649
Vê um só com Windows 8 pra mim, por favor!
Samuel Antonio Oliveira Silva
Primeiro que você olhou as especificações da referência e não do produto em questão. Segundo eles tem armazenamento separados, com possibilidade sincronizar os dois OS. Tendo o produto apenas uma tela, fazer com que duas máquinas autônomas tanto em processamento quanto armazenamento funcionem juntas não faz sentido algum! Não do ponto de vista prático!
Tiago Gabriel
Isso sem falar que o problema dos impostos no Brasil não é somente sua carga tributária, mas sim a falta de retorno adequado, países como Finlandia e Japão também tem impostos altos, mas olha só a infraestrutura dos caras. Se não houver retorno não há redução que ajude.
Kessler
Que Frankenstein! Não vejo vantagem nenhuma nesses híbridos se não for o mesmo OS.
Abimael Eugenio
Simples ..................não compre
Guilherme Macedo C.
Foi isso que falei :P
Elton
mas o processador sendo Intel ele não é ARM, é x86 também, apenas é mais econômico, logo o outro aparelho, que tem um Tegra 3, parece mais promissor, já que é ARM (não consome tanta bateria não, não pra um quad core) e um Tegra 3 é bem supeior a um Atom de 2GHz.
Rodrigo E Bia
Exatamente o que o Guilherme falou. Tudo aqui no brasil é caro, pq o lucro é um dos maiores do mundo. A Toyota tem lucro estimado na casa de 5% na europa e USA. No brasil, passa de 100% (estimativas baseadas do valor de importação, exportação, e valor venal de cada local).
Rodrigo E Bia
"com processador Intel na parte desktop e Tegra 3 na parte tablet, responsável por rodar o Android " Roda os dois ao mesmo tempo, caso contrário não daria para sincronizar os dados de um para o outro (sem usar nuvem). O teclado(notebook) é windows, o tablet é android, que atua também como monitor, exibindo o windows quando conectado no teclado.
Guilherme Macedo C.
Não compre, oras. Quem quer o Windows para x86 e os benefícios do Android em ARM escolhe esse equipamento.
@leossoliveira
Mas se eu tenho Windows 8 pra que eu quero Android?
Carlos Wagner
Desculpem... No Japão quem assina um plano de celular ganha um iPhone...
Carlos Wagner
Pode ter certeza que sim e talvez rode o mesmo sistema operacional nos dois "modos". Já pensou um Ubuntu no modo "NoteTop" (notebook e desktop) e Ubuntu Touch no modo tablet? Seria muito interessante.
Exibir mais comentários