Início » Brasil Mobile » Google reduz preço do Nexus 4 no Brasil

Google reduz preço do Nexus 4 no Brasil

Por
5 anos e meio atrás

O Google acabou de enviar um comunicado afirmando que reduziu o preço oficial do Nexus 4, smartphone com Android puro fabricado no Brasil pela LG. No evento de lançamento, ocorrido no final de março com a participação de Hugo Barra, o Nexus 4 foi anunciado por R$ 1.699. Agora, dois meses depois, o preço sugerido caiu para R$ 1.499.

Antes mesmo do Google Brasil anunciar a redução, algumas lojas já faziam promoções que baixavam o preço do Nexus 4 para menos que o novo valor de R$ 1.499. Em lojas como a Fast Shop, por exemplo, promoções do Nexus 4 por R$ 1.250 eram bastante comuns. Mas como o preço oficial foi reduzido, isso significa que veremos ofertas mais tentadoras nas próximas semanas.

Hugo Barra, VP de Android, apresentando o Nexus 4 no Brasil

Hugo Barra, VP de Android, apresentando o Nexus 4 no Brasil

De acordo com o Google, a redução do Nexus 4 foi possível devido à Lei do Bem, que zera alíquotas de PIS e Cofins de smartphones que se encaixam nas especificações, e o fato do aparelho ser fabricado no Brasil.

O Nexus 4 tem processador quad-core Snapdragon S4 Pro de 1,5 GHz, 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento interno e tela IPS LCD de 4,7 polegadas com resolução de 1280×768 pixels. Ele vem de fábrica com a última versão do Android, a 4.2.2 Jelly Bean, e as atualizações são distribuídas pelo próprio Google. Mesmo sem 4G ou câmera espetacular, o Nexus 4 se tornou um custo-benefício ainda melhor.

Ele é vendido oficialmente por Ponto Frio, Fast Shop, Submarino, Saraiva, Magazine Luiza, Fnac, Colombo, Drebes, Eletromar, Novo Mundo e Pernambucanas. Como alguns lojas oferecem 10% de desconto para pagamento à vista, agora é possível encontrar o Nexus 4 facilmente por R$ 1.349,10 sem usar nenhum cupom de desconto.

A LG anunciou que o modelo branco do Nexus 4, anunciado recentemente lá fora, também será vendido no Brasil. O aparelho deve chegar às lojas a partir da segunda semana de junho, mas “o preço ainda não está definido”.

Atualizado às 16h37 com o posicionamento oficial do Google Brasil sobre os motivos da redução de preço.

Mais sobre: , , ,