Início » Brasil » Estádios terão Wi-Fi grátis durante a Copa do Mundo

Estádios terão Wi-Fi grátis durante a Copa do Mundo

Paulo Higa Por

Muitos que foram assistir aos jogos da Copa das Confederações, inclusive este que vos escreve, relataram dificuldades para acessar a rede de dados das operadoras. Mesmo com as tentativas em melhorar a infraestrutura nos estádios, ligações não completadas e falhas no 3G foram frequentes. Para solucionar esse problema, os doze estádios da Copa do Mundo terão redes Wi-Fi gratuitas durante os jogos, fornecidas pelas operadoras.

Com o Wi-Fi gratuito nos estádios, as redes 3G e 4G das operadoras devem ficar menos congestionadas. O diretor executivo do Sinditelebrasil, Eduardo Levy, estima que entre 30% e 40% do tráfego de dados seja feito por Wi-Fi. Ao Estadão, ele diz: “Em situações de alta concentração de pessoas, sempre existe um limite físico de banda disponível, que poderá ser solucionado pelo Wi-Fi”.

Mas as operadoras não instalaram equipamentos para reforçar a rede de dados? A resposta é sim: mais de 700 pequenas antenas foram instaladas nos seis estádios da Copa das Confederações.

Entretanto, Levy afirma que faltou tempo para fazer todos os testes necessários. De acordo com o executivo, instalar tudo em 47 dias no Estádio do Maracanã foi “um desafio e tanto”. Segundo ele, seriam necessários no mínimo 120 dias para posicionar melhor os equipamentos e fazer testes para reduzir interferências.

estadio-nacional-brasilia-xperia-sp

De acordo com um relatório do Sinditelebrasil, a porcentagem de ligações não completadas ficaram dentro de um nível “aceitável”. Em média, 2% falharam. Na final entre Brasil e Espanha, no Maracanã, esse índice subiu para 5%. A maior parte dos problemas aconteceu antes e depois do jogo: nesses períodos, as pessoas costumam ligar para parentes ou enviar SMS.

Não efetuei ligações no jogo entre Brasil e Japão, no Estádio Nacional de Brasília, mas usei a rede de dados. Era impossível fazer qualquer coisa no 3G, mas a rede 4G funcionava de maneira espetacular, atingindo picos de 60 Mb/s. Isso, claro, aconteceu porque ainda há poucos aparelhos compatíveis com o 4G brasileiro. Na Copa do Mundo, mais pessoas terão smartphones 4G, e aí é bem provável que tudo fique congestionado se o Wi-Fi gratuito não funcionar a contento.

No Estadão há alguns números interessantes sobre a telefonia móvel nos jogos da Copa das Confederações: foram 1,7 milhão de ligações (média de 2,2 minutos por chamada) e 4,6 milhões de comunicações de redes 3G ou 4G (média de 0,5 MB de dados trafegados). Na final, houve 88 mil comunicações através da rede 4G, apenas 18% do volume trafegado no 3G.

Com informações: Estadão.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

jefferson.azevedo
Pq só na Copa? Entendo, há gastos. Que poderiam ser negociados em/após contratos de concessão (ok, sou carioca revoltado com os termos de concessão do Maracanã). Mas, por que só na Copa? Se o estádio é padrão Fifa, com o correspondente preço de ingresso - com direito a governos ou clubes anunciando setores a preços populares - por que WiFi não vira legado da Copa?
Júlio Netto
Na Arena Pernambuco não tinha Wi-Fi e o 3G não era bom. Minha operadora é a TIM.
Paulo Freitas
Tomara que o WiFi funcione, porque o mesmo WiFi disponibilizado pelas operadoras nas ruas não aguentou quando rolou as manifestações. Aqui em Campinas a polícia (que sempre erra pra menos) disse que no dia de maior concentração haviam 30 mil pessoas. Eu não consegui usar nenhuma rede WIFI aberta da NET e da Claro. Conectava, mas não carregava nada. Congestionamento total. Imagina num estádio com 70 mil pessoas.
Leandro Marques
Esse estádio de Brasilia ficou muito bonito, seria uma pena se não tivesse time grande lá pra aproveitar essa estrutura e ele se tornar apenas um grande, bonito e elegante elefante branco.
Leandro Elias Bichara
Sou de BH também, fui no Brasil x Chile (Amistoso) e agora no Brasil x Uruguai e em ambos os jogos era impossível utilizar qualquer coisa no 3G, ninguém conseguia fazer chamadas ou receber ligações dentro do estádio, praticamente a única coisa que funcionava era o SMS. Obs.: Também sou cliente Vivo.
Arthur Silva
isso = essas estatísticas de 2% de ligação não completada. Todo mundo que estava comigo também tentou ligar, e era um parto pra conseguir linha. Parecia anos 90.
Arthur Silva
Cara tem que ser mentira isso. Eu fui em 2 jogos no Mineirão - um do cruzeiro e um do Brasil na copa das confederações: Eu não consegui fazer nenhuma, NENHUMA ligação, e o 3G ficou completamente morto. Minha operadora é a Vivo, patrocinadora oficial da seleção brasileira.
Filipe Machado
Estive em Italia x Mexico e Brasil x Espanha no Maracanã, teve WiFi não. E várias vezes fui jogado pra rede GPRS. 3G? pfffff.... Boa medida!
Paulo Higa
Tinha onde? Em Brasília só vi rede Wi-Fi gerada por smartphone (tethering). No Maracanã colocaram sinal Wi-Fi no entorno do estádio, mas organizado pelo governo, não pelas operadoras.
Paçoquinha
Por que, afinal, não se faz copa sem estádios!
Gabriel
O Wi-Fi sempre me pareceu a solução ideal para o Brasil, até porque fornecer rede de telefonia para um estádio lotado realmente não parece um problema simples. Para as nossas operadoras principalmente. Além disso, se nem o gramado da Copa das Confederações era bom, imagina a rede de telefone. :D
Carlos Eduardo
Mas já tinha wi-fi nos estadios na copa das confederações.