Início » Computador » Mercado global de PCs segue ladeira abaixo

Mercado global de PCs segue ladeira abaixo

Avatar Por

Não está sendo fácil. Não para a indústria de computadores pessoais. No segundo trimestre deste ano, a queda no número de aparelhos distribuídos em todo o globo caiu 10,9% em relação ao mesmo período do ano passado. O número é de um levantamento da empresa de consultoria Gartner, uma das mais tradicionais do mercado.

Ainda de acordo com a Gartner, a indústria de PCs já passa "pelo declínio mais longo da história", conforme foi afirmado à BBC News.

Foram vendidos 76 milhões de computadores de abril a junho deste ano. O número inclui todos os tipos de PCs: desktops, notebooks, ultrabooks, ultrafinos, netbook, all-in-one e quaisquer novas subcategorias que tenham aparecido em anos recentes. A queda foi de 10,9% em número de aparelhos distribuídos, como eu disse. Fora isso, nenhum grande fabricante se safou da crise: todos apresentaram reduções no número de PCs vendidos. Em alguns casos, a queda foi superior a 20% na comparação com o segundo trimestre do ano passado!

lenovo-hq

A líder em vendas é a chinesa Lenovo, que possui uma sede em Pequim e outra nos Estados Unidos. Os chineses venderam no período 12,7 milhões de máquinas. Houve ligeira queda de 0,6% em relação ao ano passado. Não obstante, a Lenovo também levou a melhor perante a…

HP, segunda colocada da lista, mas que encabeçava as vendas de computadores no segundo trimestre de 2012. A empresa genuinamente estadunidense distribuiu 12,4 milhões de máquinas. A variação foi de -4,8% em relação ao ano passado.

A Dell tem passado por maus bocados no tocante aos negócios, mas continua vendendo muita máquina: 8,9 milhões de abril a junho no mundo inteiro. Ela voltou ao terceiro lugar no ranking da indústria.

gartner-vendas-pcs

Ainda no top 5, agora aparecem as duas mais azaradas. A Acer distribuiu 6,3 milhões de desktops, notebooks e afins no segundo trimestre. Queda brutal de 35,3% na comparação com o mesmo período do ano passado. E pensar que a Acer já esteve próximo do topo da lista… No momento a situação não parece muito boa. E por fim, a Asus teve 4,6 milhões de máquinas distribuídas pelo planeta. Também com queda: 20,5%.

Qual é o motivo de tamanhas perdas? Você sabe, eu também, mas nas palavras da Gartner: os tablets! Em especial aqueles de baixo custo – normalmente também de baixa qualidade e baixo desempenho – ofertados em países de economia emergente. Tipo o nosso Brasil, sabe? Aquele tablet à venda na Santa Ifigênia, com sistema Android da década passada, possivelmente canibaliza a venda dos PCs.

De acordo com Mikako Kitagawa, analista na empresa de consultoria, os tablets de baixo custo atrapalham as vendas em mercados desenvolvidos também. Mas veja só, a Lenovo e a Dell tiveram crescimento em termos de máquinas vendidas na América.

Aí você me pergunta: cadê a Apple? A responsável pelos Macs não aparece na lista de top 5 mundial. Eles estão na rubrica "outros", que soma os demais fabricantes detentores de 40,8% do mercado. Nos Estados Unidos, terra de Steve Jobs, a Apple se sai melhor: é a terceira maior fabricante, com 1,7 milhão de PCs vendidos (Tim Cook me esganaria se visse meu uso da palavra "PC" associada à Apple), com queda de 4,3% em relação ao ano passado.

Mais sobre: , , , , , , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

elianpinheiro56
Os PCs sempre serão melhores em questão de hardware (pelo obvio espaço maior dentro), para os gamers, a era dos tablets, smartphones, está longe de começar.
Gabriel
A nomenclatura PC vem do IBM-PC da IBM que, na época, acabou virando uma "plataforma" de computadores pessoais. No final, acabou que todos o fabricantes junto com a Microsoft transformaram o PC em um padrão que é utilizado até hoje para qualquer computador doméstico.

Por anos, os Macs vieram equipados com processadores RISC (mesma "filosofia" de aquitetura dos ARMs) que não eram compatíveis com a plataforma PC. Em 2008, a Apple passou a fabricar Macs compatíveis com a plataforma da IBM-PC utilizando processadores da Intel, inclusive antes disso nem existia Bootcamp.

Os Macs "viraram" PCs em 2008 quando passaram a utilizar processadores x86 da Intel e os tablets/smartphones não são compatíveis com essa plataforma. Hoje em dia, ficou meio abstrato esse termo que acaba sendo utilizado de diversas formas.

Só comentei para contextualizar que, na época do Get a Mac, essa nomenclatura tinha outro sentido na época.
Felipe Lima
e que venha mais tablets e smartphones o/
Dekamaster
Não acho que seja tão pouca gente com pc montado, pq mesmo que você não saiba montar vai ter aquele seu amiguinho que sabe e se você vai numa loja de informática eles muitas vezes também montam eles mesmos o pc, o que tb se encaixaria na categoria de pc montado com peças avulsas.
Thássius Veloso
Sem dúvida que são. PC = Personal Computer. Toda aquela rivalidade criada em uma propaganda da Apple – colocando os PCs/Windows contra os Macs/OS X – é uma grande besteira.
Jorge Freitas
Bom saber que a Era PC está chegando ao fim... sobra mais espaço na minha mesa :D
Mentira, eu ainda quero comprar 1 máquina turbinada!
Fer Schio
Macs são PCs... Acontece que não seguem o padrão das outras fabricantes, mas quando surge um aparelho de outra fabricante que também não siga (com processador ARM, por exemplo), continua sendo chamado de PC, então não tem porque chamar Macs de PC ser algo errado (até porque a Apple que trouxe os primeiros personal computers... Aka PC)!
ricardo
Tablets de baixo desempenho estão canibalizando o mercado de PCs porque oferecem exatamente o que o povo quer por um custo mais baixo. Já se foi, felizmente, o tempo em que se comprava um computador imenso apenas para ler e-mail e usar o bate-papo.
Mike Metralha
Conheço algumas pessoas que já substituem os PC's por tablets e até smartphones. Até eu mesmo, quando estou em casa dificilmente ligo meu notebook. Só o uso no trabalho mesmo. Pra outras coisas meu S3 supre as necessidades muito bem.
Mike Metralha
Vish, man... Eu montei meu próprio computador há tempos. Depois disso já troquei de PC umas três vezes. Os dois últimos foram notebooks.
Não tenho mais saco pra isso não. rs
Gabriela Cruz de Lima
é interessante notar isso, mas antes do surgimento dos tablets as pessoas já montavam computadores ao invés de comprar já montado. Talvez tenha um certo impacto, mas não tão grande assim. Pra um usuário básico um tablet supre bem as necessidades básicas, tem muita gente que tem só um pc ou note em casa e tablets ou smartphones pros outros membros da família.
Jonny Ken Itaya
Particularmente acho que a queda é pq os computadores estão tão super hiper potentes que o período de troca de máquinas está ficando cada vez maior. Um computador que ficava obsoleto em 2 anos agora leva bem mais tempo (no caso, ainda não ficou)
Artur Moises Gonçalves
Para comprar um notebook com as configurações do meu pc teria que gastar uns 10 mil conto, ou seja, só tem pc quem precisa para o trabalho, ainda tem a questão do monitor, ligar o note no monitor é um saco.
Bruno Cabral
Ou quem faz tudo isso e ainda é entusiasta de Linux ou games.
Henrique Dourado
realmente , quanto mais concorrência melhor, principalmente para nós consumidores !
para vc ter uma ideia , a licença normal do windows 7 que a microsoft oferece é 120 dolares , mais por causa da concorrência o valor do windows 8 para os tablet e hibridos é de 30 dolares , mais o valor do windows 8 para notebook e desktop continua sendo 120 dolares ,, isso porque eles não tem concorrência neste ramo praticamente
ta vendo a importacia da concorrência !!
Rafael Machado de Souza
cara, pouquissimos se aventuram a montar o proprio desktop.
a maioria nem sabe a cor da camisa que está usando, quem dira o tipo de processador.

essas estatisticas são de maquinas prontas de fabrica.
Esequias Rodrigues de Lima
Mais adequações a serem feitas, e rápido! A concorrência perturba a ordem de qualquer negócio!!
Bruno Almeida
não só , acho que posso ter entendido errado , mas se trata de computadores montados ja de fabrica. Isso realmente tem caído as vendas conforme o povo vai aprendendo a montar o próprio computador desktop, queria ver se o informativo de venda de peças avulsas tem as mesmas quedas
Arlindo Ferreira
Pensem comigo moçada, um garotão de 18 anos vai numa joga, entre comprar um desktop ou um poderoso smartphone, é evidente que ele vai querer a segunda opção, esses analistas burros estão se esquecendo que uma familia tem um PC em casa e o resto é só smartphones, é mais pratico, até no banheiro pode ser usado. Então é essas maquinas que esta tirando também a fatia de mercado do Pcs.
Tales Cembraneli Dantas
Eu acho que isso esta diretamente ligado a menor evolução dos PCs nos últimos anos, a uns anos atrás um PC de 3 anos de idade era da idade da pedra, ou seja, vc não conseguia usar ele pra mais nada, hj esta evolução esta mais lenta e a troca de aparelhos acompanha, ou seja, pra que eu preciso trocar meu PC sendo que ele me atende muito bem nas minhas necessidades diárias como internet, videos, Word e afins...
trovalds
O mercado só não vai ladeira abaixo de vez por que ainda não existe um ecossistema de aplicativos corporativos eficiente nas plataformas móveis líderes (Android e iOS). Se a RiM não tivesse "parado no tempo" e esperado a ascensão da concorrência, provavelmente estaria sendo uma das responsáveis pelo número ainda maior de queda.
Francisco Bruno Sousa Barroso
Ou também quem necessita programar principalmente com Java ou C#!
Elton Alves Do Nascimento
Mas isso é ruim? PC é um negócio caro, e algumas dessas fabricantes também produzem tablets, como a Asus, que sempre inventa uns negócios loucos. E é claro que os tablets de baixo custo vendem muito, já que aqui no Brasil um Tablet BOM custa bastante caro, com poucas exceções.
Se uma pessoa usa o PC apenas para acessar a internet, ler e-mail, redes sociais, ver vídeo no youtube, essas coisas... por que ela precisaria de um netbook, notebook ou desktop? Só quem trabalha com PC vai continuar precisando de ao menos um netbook.
Acredito que os PCs não serão substituídos por tablets como conhecemos hoje, mas no futuro vão se fundir e o uso desses dispositivos híbridos (coloca teclado vira netbook, tira teclado vira tablet) será bem comum, até em países como o Brasil, onde isso ainda é muito chique.
Vinicius Kinas
Mas isso já era esperado, não?

Como para a maioria das tarefas computadores de 3 ou 4 anos atrás ainda dão conta do recado, só compram computadores: empresas novas; quem teve que substituir (PCs estragados/muito antigos); ou gamers.
TaylerPadilha
Bom mesmo é que o mercado de entusiastas só cresce.
Desktops e notebooks hoje são para quem precisa.