Início » Internet » Em um ano de Yahoo, Marissa Mayer consegue levantar o moral dos funcionários e melhorar a imagem da marca

Em um ano de Yahoo, Marissa Mayer consegue levantar o moral dos funcionários e melhorar a imagem da marca

Os desafios, no entanto, continuam - e o mercado está de olho

Avatar Por

Jul 07, 2008 - Mountainview, California, USA - MARISSA MAYER, VP of Search and User Experiences, Google is photographed on the Google campus in Mountainview, CA on July 7, 2008. From the high-tech scene, there has risen a new crop of accomplished female C
Não ia ser um trabalho fácil, muito menos instantâneo. Marissa Mayer já sabia de tudo isso quanto topou assumir o posto de CEO do Yahoo, empresa que já tinha passado pelas mãos de quatro outros CEOs e não engrenava de jeito nenhum.

Com o descrédito na marca e a temerosidade do mercado de que uma mãe com um filho praticamente recém-nascido desse conta de tirar o Yahoo da pindaíba, Mayer tem se saído bem. O grande feito, reconhecido por boa parte da mídia e do mercado, foi o de melhorar a percepção da marca e, junto com ela, levantar o moral dos funcionários. O Vale do Silício tem hoje uma visão diferente da empresa, que transmite mais esperança do que desprezo. "Não é mais envergonhador trabalhar no Yahoo", teria dito recentemente um funcionário ao Wall Street Journal.

Louca das compras

Financeiramente, o Yahoo se mantém em alta de 73%, capitaneada principalmente por outros investimentos da empresa, em especial aqueles das corporações asiáticas que fazem parte do grupo, como o gigante do ecommerce chinês Alibaba e o Yahoo Japão. Isso ofereceu lastro pra que Marissa saísse às compras - foram adquiridas 16 startups, entre elas o agregador de notícias Summly, o criador de enquetes GoPollGo, e o Tumblr, plataforma que custou a "bagatela" de 1 bilhão de dólares e que traz mais de 150 milhões de blogs para o guarda-chuva roxo do Yahoo.

Parece maluquice, mas pensa só: a chegada de um público bastante jovem, que vem junto com a compra do Tumblr, contrasta (e equilibra) a audiência atual do portal, que tem em média 45 anos ou mais, de acordo com estudos da Susquehanna Financial Group.

Além disso, as equipes altamente focadas e motivadas das startups que agora fazem parte do grande grupo Yahoo trazem um novo fôlego pra uma equipe que estava desanimada a ponto de precisar que fossem cortados certos benefícios, como o home office, pra voltarem a se tornarem produtivos.

Liderança

A controversa decisão de encerrar o trabalho remoto no Yahoo e a posterior chegada de comidas grátis, smartphones distribuídos largamente e até pulseirinhas fitness pra incentivar a atividade física dos colaboradores, no fim das contas, ajudaram a reestruturar a cultura corporativa da empresa. Não resolve o problema, mas dá uma força para criar uma atmosfera de cooperação e bem estar - o que, para uma companhia que estava decadente, até que caiu muito bem.

Foi preciso um chacoalhão pra que os funcionários fossem novamente motivados a produzir, se empenhar e pensar em como ajudar a tirar o Yahoo da lama. E o resultado é perceptível tanto pela equipe do RH quanto para quem vê de fora. "Mais pessoas estão se aplicando para vagas no Yahoo e mais funcionários estão ficando", destaca um porta-voz da empresa, que ainda frisa que a taxa de saídas de colaboradores caiu pela metade no último ano.

Ou seja, quem pegou a geração Marissa Mayer está mais crente que a empresa tem futuro, e quem está de fora está interessado em fazer parte dessa mudança. No site Glassdoor, que mede a satisfação dos funcionários, o Yahoo agora aparece com a sua maior pontuação dos últimos 5 anos.

Manter os talentos, tirar os mais malandrinhos da zona de conforto e trazer pra equipe um bom grupo de gente empolgada e empenhada em crescer, seja com novas contratações, seja com a incorporação de equipes das startups adquiridas, é a parte que conseguimos ver, até agora, do plano de retomada do sucesso no Yahoo.

130520124553-marissa-mayer-twitter-yahoo-tumblr-620xa

Mais desafios a longo prazo

Limpar a casa e organizar a bagunça faz parte do começo do trabalho de Marissa. Ela deixou claro, desde o início, que existe um grande plano, que com certeza leva mais de um ano para ser executado, para trazer o Yahoo de volta aos titãs digitais.

Primeiro, é preciso ter talentos no time, mantendo quem está ou recrutando novos funcionários, se necessário. O segundo passo é fazer com que a talentosa equipe desenvolva ótimos produtos; tá aí o redesign do Flickr pra provar que sim, é possível melhorar. O terceiro e último passo seria uma consequência dos dois primeiros - com bons produtos também vêm uma melhor audiência, o que completa os 3 pilares que podem fazer com que o Yahoo dê a volta por cima.

O primeiro aniversário de Marissa no cargo de CEO do Yahoo mostra que ainda há muito o que fazer. Podem ser detalhes, como aquela limpa nos logins do serviço, ou medidas mais complexas, como incorporar um serviço como o Tumblr sem amendrontar os usuários. O que não se pode negar é que ela tem feito muito mais pelo Yahoo do que os seus quatro antecessores no cargo conseguiram fazer.

Quem acompanha o cenário está apreensivo e esperançoso pelo que o Yahoo virá a se tornar nos próximos anos. Muitos anseiam por ver o portal brilhar novamente, mas os próximos meses de Marissa precisarão ser mais efetivos em demonstrar isso numericamente - o mercado está de olho, aguardando por resultados positivos mais sólidos do que a satisfação dos funcionários.

Assim como não se deve julgar um livro pela capa, não se pode julgar o esforço de Marissa apenas pelos resultados dos primeiros 12 meses dela como CEO. O que dá pra perceber é que o esforço inicial é mais vagaroso, porque pressupõe mudar muitas coisas já arraigadas, como a cultura corporativa, a motivação da equipe e o foco da empresa. Particularmente, acho que ela tem mostrado que consegue dar conta do recado - desagrada a alguns, incomoda a outros e até leva o pequeno Macallister ao escritório, se for preciso. Mas tá aí, sacodindo os bytes e expulsando as invejosas. 😉

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

ioricloud
E a das mulheres mais competentes do mundo 2.0, fato, sempre gostei dela, desde tempo Pai Google. Parabens para ela.
Guilherme Harrison
MARISSA VEM FAZER UM YAHOO NA MINHA CAMA QUE EU LEVANTO SUA MORAL SUA LINDA!
Guilherme Harrison
É um chuchu.
Guilherme Harrison
Mais pura verdade, Willian.
Gustavo Avelar
Só faltou esse gráfico no texto: http://jota.pm/yahoo
Guilherme Harrison
BEM.
Almy Fróes
Essa é de falar "yahooooooo"!
Bruno Nogueira
Pedreiros virtuais... Pedreiros virtuais everywhere! kkkk
Jadson Medeiros
e ainda é linda, porran
David Marquardt
Marissa Mayer convidada a ser CEO da minha cama, obrigado
Filipe Rockbell
Não que fosse necessário, mas não deixa de ser mais uma prova do potencial feminino no universo corporativo. E ainda tem babacas que reclamam da Microsoft escolher Julie Larson-Green, como nova chefe de hardware (Xbox). Sem falar nas garotas aqui pelo Tecnoblog que estão mandando muito bem... Todas "sacodindo os bytes e expulsando as invejosas" Hahaha isso aí.
Filipe Rockbell
Não que fosse necessário, mas não deixa de ser mais uma prova do potencial feminino no universo corporativo. E ainda tem babacas que reclamam da Microsoft escolher Julie Larson-Green, como nova chefe de hardware (Xbox). Sem falar nas garotas aqui pelo Tecnoblog que estão mandando muito bem... Todas "sacodindo os bytes e expulsando as invejosas" Hahaha isso aí.
Cristiano Viana Alves
Ela levanta muita coisa além da moral.
Felipe Lima
mas infelizmente isso é impossivel hoje. Existem poucas MARISSAS no mundo! :/
Felipe Lima
a imagem bonita dela tb ajuda bastante a atrair todos os holofotes para o Yahoo!!!
Marcell Almeida
E ainda é linda.
Manoel A. A. Carvalho
Ela é gata de qualquer jeito, de cabelos curtos ou longos. Queria ter uma chefe assim.
Ruitter Danyel
Marissa, que teteia rsrsrs
Rafael
Boa!
Denis Lins
Imagina essa mulher de cabelo grande e com decote?
Gabriel
O último serviço que utilizei do Yahoo foi o Yahoo Respostas. :p De qualquer forma, é bom ver as mulheres se saindo bem no mundo da tecnologia. :)
Willian Vincen
É por isso que eu digo... as mulheres devem tomar conta do mundo. Elas costumam ter um senso holístico mais refinado e apurado, conseguem fazer várias coisas ao mesmo tempo, possuem dupla ou tripla jornada, são mais pacifista e cautelosas que os líderes homens. Claro, temos exceções (oi Dilma, estou falando de você) e não quero dizer que os homens são piores. No caso de Marissa, o Yahoo tomou uma decisão certa de contratar uma mulher.
Silvio Rodrigues
Já estava perdendo as esperanças, como usuário do Yahoo quase desde sua popularização (antes mesmo do Brasil). Ela está ressuscitando a empresa, de fato.
Dhiego Borges
espero que o titã se levante denovo, ter yahoo brigando com google, apple e microsoft vai ser epico
Douglas Baldan
É aquela velha máxima: Chefes chefiam (mandam fazer), líderes lideram (fazem junto ou criam meios das pessoas fazerem).
Leandro Nascimento
A Marissa é gata, hein...
Sérgio Virgilio
Eu caso ?_? kkkkkkkkkkkk