Início » Computador » Estaria a Intel prestes a abandonar o nome Atom?

Estaria a Intel prestes a abandonar o nome Atom?

Por
5 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A hegemonia da Intel no mercado de PCs a colocou numa situação confortável o suficiente para que a empresa não conseguisse se antecipar à invasão dos dispositivos móveis. Agora, a companhia tenta de todo jeito fincar seu nome neste segmento e, entre as inúmeras medidas para isso, a eliminação da marca Atom pode estar entre elas.

A informação vem do Digitimes, que menciona fontes anônimas. De acordo com o site, a Intel deverá deixar de usar o nome Atom no último trimestre de 2013 porque a marca estaria passando uma imagem negativa aos produtos associados e, consequentemente, causando impacto direto nas vendas.

Intel Atom

Intel Atom – RIP?

Os processadores Atom chegaram ao mercado para atender ao segmento de portáteis de baixo custo, como os já praticamente mortos netbooks e os notebooks de entrada. Nos últimos meses, chips mais recentes da linha começaram a ser empregados também em tablets, como o Asus VivoTab e o Acer Iconia 8.1.

Na visão da Intel, o problema é que o nome Atom pode estar associado não apenas a “baixo custo”, mas principalmente a “baixo desempenho”, razão pela qual as vendas destes tablets – assim como as de laptops recentes – estão ficando abaixo do esperado. Curioso é o Windows 8 (que está presente em todos estes dispositivos) não ter levado a culpa desta vez.

Se o abandono do nome Atom se confirmar, os chips SoC Walleyview-T e Penwell deverão ser os últimos a ostentar a marca. As próximas linhas de processadores de baixo custo da Intel deverão estar sob nomes que agora eu tenho como praticamente imortais: Celeron e Pentium, acredite se quiser.

Mais sobre: ,