A tendência atual são os smartphones com telas gigantescas, mas ainda há espaço para aparelhos que dividem a sua frente com um teclado QWERTY. Pelo menos é o que pensa a RIM BlackBerry, que anunciou a chegada do modelo Q10 ao mercado brasileiro em um evento realizado nesta quarta-feira.

Este dispositivo tem um desafio interessante pela frente: conciliar teclado físico – característica que ainda é “marca registrada” da BlackBerry – com uma tela sensível a toques que, neste caso, possui tela de 3,1 polegadas e resolução de 720 por 720 pixels.

Tela do BlackBerry Q10

O pouco tempo com que eu fiquei com o BlackBerry Q10 em mãos foi suficiente para perceber que usá-lo no dia a dia está longe de ser uma experiência ruim: o teclado é confortável e possui botões espaçosos (é difícil você apertar a letra errada), a tela tem ótima qualidade de imagens (até porque possui 330 pixels por polegada), o aparelho é leve e se encaixa com segurança nas mãos (ou seja, você não tem impressão de ele escorregará no menor descuido). Eu só o achei mais pesado do que aparenta ser, mas não é nada que atrapalhe.

Quem confiar ao Q10 a missão de substituir algum modelo “clássico” da BlackBerry, como o Bold 9900, não sentirá qualquer dificuldade com o teclado, mas talvez estranhará a ausência do botão de trackpad e das teclas de navegação. Obviamente, estes recursos foram substituídos pela tela touch – era isso ou deixá-la ainda menor. Em questão de dias o usuário se acostuma.

Teclado BlackBerry Q10

Quanto ao desempenho, o Q10 não fez feio, pelo menos nos rápidos testes que fiz. Também pudera: o smartphone possui processador dual core de 1,5 GHz, 16 GB de armazenamento (expansível com microSD de até 64 GB), 2 GB de memória RAM e bateria de 2.100 mAh. Nada mal, principalmente se levarmos em conta que o seu irmão Z10 tem especificações muito parecidas, mas bateria de 1.800 mAh.

No quesito conectividade, o BlackBerry Q10 conta com Wi-Fi 802.11n, Bluetooth 4.0, GPS, NFC, porta microUSB, saída microHDMI, enfim, tudo como manda o figurino. Tal como fez com que o Z10, a BlackBerry confirmou ainda compatibilidade do aparelho com as rede 4G disponíveis atualmente no Brasil. Palmas!

Como faz parte da nova geração de aparelhos da BlackBerry, o Q10 também roda o BB10 (é o primeiro aparelho QWERTY baseado na plataforma, na verdade). Então, funcionalidades bacanas, como a possibilidade de alternar entre perfil pessoal e profissional com um toque (BlackBerry 10 Balance) e o sistema de notificações HUB, estão presentes.

Q10 em mãos

Completa os atrativos do dispositivo a sua câmera traseira, é claro. Com 8 megapixels, grava vídeos com 1080p e conta com funções que permitem, por exemplo, fazer sequências rápidas de fotos para evitar aquelas situações onde uma pessoa sai com os olhos fechados. A parte frontal, por sua vez, conta com câmera de 2 megapixels e faz vídeos com resolução de 720p.

No evento, a BlackBerry fez questão de destacar os seus aplicativos. De acordo com a empresa, a sua loja online já conta com mais de 120 mil apps, incluindo aí alguns portados do Android. Não chega nem perto de uma App Store da vida, é verdade, mas também não é uma quantidade irrelevante. Além do mais, a empresa tem feito parcerias até com universidades brasileiras para atrair novos desenvolvedores, ou seja, não dá pra dizer que, neste aspecto, a lição de casa não está sendo feita.

Num dos slides mostrados na coletiva, apareceu a foto de um Q10 branco, o que alimentou minhas expectativas de que esta versão também seria lançada no Brasil, mas a BlackBerry disse que só o aparelho preto conhecerá o nosso país. Uma pena, pois o modelo branco parece bem bonito.

O fato é que o Q10 convence, não importa em que cor. É um aparelho rápido, de boa pegada; seu teclado QWERTY é uma mão na roda para quem não consegue digitar rápido no smartphone nem mesmo utilizando um app como o Swype (sim, estou falando de mim); o sistema operacional é esperto e agradável.

Preço? Bom, a BlackBerry passou a responsabilidade de divulgar valores para as operadoras. A justificativa foi a de que o Q10 será vendido inicialmente a usuários corporativos e, para este segmento, os preços dependem de uma série de fatores, como quantidade de unidades e planos contratados.

Eu sinto um cheiro de cautela aqui. Quando o Z10 foi anunciado, o desconforto com seu preço sugerido de 2.449 reais foi tamanho que ofuscou os atrativos do smartphone. Acho que agora a companhia está tentando evitar que o mesmo aconteça com o Q10.

O Q10 começará a ser vendido ao público corporativo no final deste mês. A BlackBerry confirmou sua intenção de vendê-lo também a consumidores finais, só não soube especificar datas. Quando isso acontecer, não espero nada abaixo de 2.400 reais.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Luc DI Sales

Muito tarde pra fazer comentarios sobre este telefone, porem eu instalei o playstore do android e hoje uso ele pra tudo. instagram, facebook, aplicativo do banco do brasil, cartao daycoval, o spotify etc.... 6 anos depois ele ainda esta muito atualizado.

Wede
A BlackBerry uniu o melhor dos 02 dois mundos com esse Q10, teclado físico o melhor para digitação e tela touch, sistema operacional versátil e fluído, rapidez com eficiência sem igual sem falar na segurança que as concorrentes tentam mas como a da BlackBerry não tem igual, o único entrave ainda são os preços, se ela tivesse vindo instalar fábricas no brasil logo no inicio de sua crise teria sido mais fácil a recuperação, pois tem muita gente que quer usar os aparelhos da BlackBerry mas aqui no Brasil os preços com impostos são além dos sonhos de muitos, resolvendo isso a BlackBerry teria mais chances de competir, pois teria preço para o mercado brasileiro.
viottoeanahi
Emerson, é verdade que no Blackberry Q10 tem o Instagram? Concodo com os comentários das pessoas que defendem os novos BBs, eu tenho um só que é o modelo antigo, é o curve 8520, claro que a nova geração está muito melhor, nem se compara... então acho q vcs devem fazer esses comentários se possuírem o BB e ver se funciona como o esperado ou não. Porque muitos falam mal do BB só por ter ouvido de outras pessoas que possuíram ou possuem BBs de modelos antigos e reclamam, mas esse Q10 pelo que pesquisei até agora está uma maravilha, EU QUERO! hahaha mas pelo visto será esse valor que Emerson falou, aí eu sonho mais um pouco, antes de tê-lo
David Alberto Aquino Ortega
Cara, acho que a BlackBerry está voltando bem ao mercado. Aplicativos conhecidos do público Android e iOS já estão presentes no BlackBerry 10. Além do que ele roda aplicativos Android.
Vitor Felipe
Galera, sou fan da blackberry apesar de ter um android, já tive aparelhis blackberrys e posso afirmar que em produtividade e tarefas simples como desligar e ligar programado com despertador, calendário, emails...ela sempre vai ser melhor...o que antigamente eu achava ruim na black era falta de jogos, aplicativos como skipe, facebook(descente) e um hardware bom. Agora tudo isso foi feito. O sistema e rápido, fluído e leve como o windons phone. A única coisa que a Blackberry ainda peca é no preço que é caro...mas posso afirmar e já vi um z10 acabar com um galaxy s3 e um iphone 5 não perde em nada e ganha em requisitos, podem pesquisar. E eles desenvolveram o melhor navegador até agora muito top. E olha que tenho um razr hd que já acho fera d+
Emerson Alecrim
É por isso que eu odeio nomes parecidos, haha. Alterado :)
portela.thiago
Se for a mesma bagatela do Z10, não vale a pena mesmo... ps.:"Acho que agora a companhia está tentando evitar que o mesmo aconteça com o Z10." nessa frase, não seria "... o mesmo aconteça com o Q10"?
Tiago Coimbra de Araújo
Esse BB Q10 é bem legal, uniu o melhor de dois mundos (touch + teclado) com um sistema completamente novo, inovador e feito para pessoas "super conectadas". Estou apaixonado pelo BB Z10. Geralmente quem fala mal de blackberrys não conhece os atuais, pensa sempre nos lançamentos de 2005 :D. Tem gente falando bobagens, dizendo que os Blackberrys não tem vídeo chamada, conferência, Voip e etc... Típico de quem não conhece. Quantos aos apps, tem a grande maioria dos principais dos concorrentes... A diferença é que na Blackberry World tudo é revisado pela Blackberrry, por isso a vulnerabilidade é quase "0". Experimentei um Galaxy S4 e vi que tem aplicativo pedindo localização sem ter qualquer função GPS... Dentre outras aberrações que tenho visto no Android. Resumindo, acho o BB 10 uma verdadeira "Obra de arte". :D.
Lukas Godoy
O grande problema da BlackBerry foi ter demorado DEMAIS para responder ao mercado. Só agora, depois de anos do lançamento do iPhone, é que eles se mexeram.
Marcelo Maffezoli
Eu só não volto para o BB por conta dos aplicativos. O dia que eles tiverem os aplicativos do iOS e do Android, aí posso pensar no caso. Mas para quem não liga muito para isso, recomendo!
Emerson Alecrim
Eu acho que a preocupação da BlackBerry agora está em não perder mais mercado. Mas, se eles continuarem com um ritmo regular de lançamentos, creio que podem se recuperar, sim. Talvez não do jeito que era antes, mas o suficiente para não afugentar investidores.
Mike Metralha
Meu sonho de "infância" era um BlackBerry. Até hoje penso em comprar um no Mercado Livre por 100 contos.
RamonGonz
legal esse aparelho ai hein... Com essa configuração e o novo sistema ainda... sera que eles conseguem recuperar mercado?