Início » Jogos » Xbox One vai permitir que jogos indies sejam publicados por seus criadores

Xbox One vai permitir que jogos indies sejam publicados por seus criadores

Avatar Por

Mais um pedaço da imensa colcha de retalhos que estão virando os detalhes sobre o Xbox One com as alterações feitas antes de seu lançamento. A Microsoft decidiu voltar atrás em outra característica do console: a dificuldade de publicação de jogos indie será removida. Ou pelo menos atenuada.

Pouco havia sido dito sobre a política para games indies na LIVE. Mas não seria surpresa se repetisse a do Xbox 360: é necessário que os desenvolvedores indies façam parcerias com grandes publishers para conseguir publicar seus jogos. O que, claro, é a maior burocracia e dificulta muito a chegada dos indies ao console.

Ironicamente, Fez, um dos jogos mais comentados do ano passado exclusivo para Xbox 360 (agora, também está no Steam), é indie. Ou seja, existe a demanda, mas a Microsoft aparentemente nunca deu muito valor.

Fez: mistura indie de puzzle e plataforma que surgiu no Xbox 360

Fez: mistura indie de puzzle e plataforma que surgiu no Xbox 360

Eis que hoje, no blog de Larry Hyrb (o Major Nelson, diretor de programação da LIVE), surge a notícia de que os devs poderão, sim, publicar seus próprios jogos na LIVE para o Xbox One. A notícia veio do VP do Xbox, Marc Whitten:

Nossa visão é de que toda pessoa pode ser uma criadora. De que todo Xbox One pode ser usado para desenvolvimento. De que todo jogo e experiência pode aproveitar todos os recursos do Xbox One e da Xbox Live. Isso significa que é possível publicar seu próprio jogo. Isso significa Kinect, nuvem, achievements. Isso significa grandes descobertas na Xbox LIVE. Teremos mais detalhes do programa e seu calendário na Gamescon em agosto.

Parece que a visão da Microsoft mudou bastante nos últimos tempos, não?

O GameInformer vai mais fundo, afirmando que os devs poderão escolher suas datas de lançamento e preços, mantendo controle de suas estratégias de marketing, e deverá demorar até 14 dias para a empresa aprovar jogos. Em vez de ficar de olho nos códigos, vai se ater ao cumprimento dos termos de serviço e a bugs sérios.

E, pela declaração de Whitten, outras novidades serão anunciadas na GamesCon, que começa no dia 21 do mês que vem.

Ah, sem querer criar polêmica, mas já polemizando: adivinha qual console de outra empresa que também será lançado no fim do ano sempre esteve aberto aos games indies, inclusive com vários títulos apresentados na conferência da E3? Exatamente.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

daniellz
O barramento também muda, pra falar a verdade é a maior diferença, a Sony socou tudo em uma coisa só e chega a velocidades por volta de 170GB/s, enquanto o XBox faz perto de 100 (Não lembro o número do XBox =/).
portela.thiago
O processador (e, portanto, a arquitetura) de ambos os consoles é o mesmo. A única diferença é que o do PS4 tem o clock pouca coisa maior que o do XONE. É só isso, o clock
Rafael Silva
Tá parecendo a SporTV (Globo/Globosat, enfim, mesmos donos de merda): o Atlético Mineiro é campeão, mas o assunto da noite tem que ser o Corinthians (Caixa)...
Vitor Valadares
Quanto a arquitetura na verdade as duas são iguais. Pra não dizer iguais, a que a sony vai usar é próxima da que a MS já usa atualmente. Não queria postar isso sem buscar uma fonte, mas me lembro de ver que a única diferença é que um usaria arquitetura x86 e o outro x64.
Denis
Existe otimização de software também,querendo ou não à Microsoft é muito melhor que à Sony em software e o DirectX que será utilizado em ambas as plataformas pode ser mais otimizado ao hardware do xbox one. Sem contar que o hardware do Xbox one pode ser modificado.
Henrique Dourado
cara a diferença ta muito grande , e como o PS4 ta usando uma arquitetura facil de programar qualquer diferença ja vai poder ser notada já que os programadores vão poder usar todo o hardware muito facilmente http://techmania.com.br/graficos-do-ps4/
Lucas Dillmann
Ser menos "potente" não chega a ser um diferencial decisivo. O sucesso ou falha de um ou outro não irá depender diretamente disso, mas sim do quão bem as desenvolvedoras irão aproveitar o hardware (ainda hoje não se aproveita em totalidade o do 360 e PS3). Em outras palavras, o que vai fazer a diferença entre ambos pra valer vai ser o software. Não vou negar, seria coisa de fanboy não reconhecer isso, mas a Sony de fato se saiu muito melhor nessa E3. Mais exclusivos e valor mais atraente. Entretanto eu ainda considero muito cedo para dizer que o PS4 "passou por cima" do Xbox One. Particularmente, e isto é minha opinião pessoal, o Xbox desde sua primeira versão sempre teve um maior apelo ao multiplayer online. Não sei se é de conhecimento de todos, mas no lançamento do primeiro Xbox ele requeria uma conexão banda larga para jogar online enquanto todos ainda tinham discada. Tal como o Xbox One, ele não foi pensando para o "mundo" de hoje. O PS4 foi. Entretanto pouco tempo depois todo mundo já tinha banda larga e o Xbox, diferente do PS, já tinha a possibilidade de se jogar online e toda uma estrutura (a Live) para suportar isso. A Sony só conseguiu multiplayer decente no PS3, mas a PSN não é lá essas coisas (você precisa reconhecer isso). O hardware do Xbox One tem um grande apelo a tão falada nos tempos atuais Cloud Computing. E é ai que a Microsoft está apostado. Falando a verdade, você realmente acha que jogos rodando na nuvem apenas renderizando no console estão tão distantes de nosso presente? Eu não acho. E, se isso acontecer, a Microsoft vai estar um passo a frente. De novo, ainda é cedo para afirmar quem venceu quem. Mas eu acho que daqui dois anos a SONY vai estar tentando alcançar, se os planos da Microsoft com Cloud Computing em jogos derem certo, o Xbox mais uma vez tal qual foi com o PS3 em relação ao Xbox 360. Um console não é barato aqui no Brasil. Eu, como consumidor, quando for comprar um não quero investir em um console pensado para funcionar bem somente hoje.
Pedro
Isso de menos potente é balela. No final das contas a qualidade gráfica de ambos será a mesma, como na geração atual. O que vai definir a próxima geração ainda serão os exclusivos, que eu acho que a Sony sabe fazer muito bem mas que a Microsoft também anda aprendendo (Dead Rising 3, Ryse, Killer Instinct, etc). A briga vai ser muito boa, ainda não dá pra dizer quem vai ganhar até porque a Sony vem ganhando algumas batalhas mas a guerra nem sequer começou. Eu, particularmente, prefiro o ecossistema (e o controle) da Microsoft mas acredito que irei comprar primeiro um PS4 porque The Last Of Us e The Order são fodas.
Pedro
Compartilho da mesma opinião.
Henrique Dourado
mesmo assim acho dificil ! xbox ta mais caro e menos potente que o PS4 , e basicamente tudo e um va fazer o outro tb fará , como exemplo a possibilidade de jogar o game ainda em processo de download que a sony divulgou e logo a microsoft disse tb conseguir fazer !!!!! veja :http://techmania.com.br/playstation-4-passa-por-cima-do-xbox-one/
lucas
Eu sei que posso pensar de maneira diferente que todo mundo por aqui, mas eu não era contra o fato da Microsoft associar jogos a uma conta e, desta forma, impedir a revenda ou empréstimo. O motivo de meu pensamento é simples: a Steam faz isso e ela consegue preços muito mais atrativos por justa causa. Não é algo que se compara assim tão facilmente PCs com consoles, mas era o que a Microsoft estava tentando fazer a grosso modo. Eu, e isto limita-se a minha opinião, acho mais vantajoso preços mais baixos. Tecnicamente falando eu não iria, de qualquer forma, acabar emprestando jogos meus. Revendendo muito dificilmente.
Ernâni Machado Alvarenga
Ainda bem que a Sony deu um choque na Microsoft a tempo dela mudar tudo antes do console chegar nas prateleiras. Ironicamente o maior rival salvou sua pele. rs
trovalds
Porque não permitem a publicação de games indie assim como se publica nas plataformas móveis? Paga lá seus US$ 99/ano (ou sei lá qual valor) e "morre" nos 30% habituais.
Pedro Castro
Hoje a Microsoft também anunciou que os indies não precisarão comprar um kit de desenvolvimento para desenvolver jogos para o XOne já que o próprio console será o kit de desenvolvimento, logo qualquer um (que tenha conhecimentos de programação, óbvio) poderá desenvolver para a plataforma da MS sem que necessite comprar um kit dev à parte. Achei muito convidativa essa atitude.
Pedro Castro
Hoje a Microsoft também anunciou que os indies não precisarão comprar um kit de desenvolvimento para desenvolver jogos para o XOne já q