Início » Jogos » Xbox One vai permitir que jogos indies sejam publicados por seus criadores

Xbox One vai permitir que jogos indies sejam publicados por seus criadores

Avatar Por
6 anos atrás

Mais um pedaço da imensa colcha de retalhos que estão virando os detalhes sobre o Xbox One com as alterações feitas antes de seu lançamento. A Microsoft decidiu voltar atrás em outra característica do console: a dificuldade de publicação de jogos indie será removida. Ou pelo menos atenuada.

Pouco havia sido dito sobre a política para games indies na LIVE. Mas não seria surpresa se repetisse a do Xbox 360: é necessário que os desenvolvedores indies façam parcerias com grandes publishers para conseguir publicar seus jogos. O que, claro, é a maior burocracia e dificulta muito a chegada dos indies ao console.

Ironicamente, Fez, um dos jogos mais comentados do ano passado exclusivo para Xbox 360 (agora, também está no Steam), é indie. Ou seja, existe a demanda, mas a Microsoft aparentemente nunca deu muito valor.

Fez: mistura indie de puzzle e plataforma que surgiu no Xbox 360

Fez: mistura indie de puzzle e plataforma que surgiu no Xbox 360

Eis que hoje, no blog de Larry Hyrb (o Major Nelson, diretor de programação da LIVE), surge a notícia de que os devs poderão, sim, publicar seus próprios jogos na LIVE para o Xbox One. A notícia veio do VP do Xbox, Marc Whitten:

Nossa visão é de que toda pessoa pode ser uma criadora. De que todo Xbox One pode ser usado para desenvolvimento. De que todo jogo e experiência pode aproveitar todos os recursos do Xbox One e da Xbox Live. Isso significa que é possível publicar seu próprio jogo. Isso significa Kinect, nuvem, achievements. Isso significa grandes descobertas na Xbox LIVE. Teremos mais detalhes do programa e seu calendário na Gamescon em agosto.

Parece que a visão da Microsoft mudou bastante nos últimos tempos, não?

O GameInformer vai mais fundo, afirmando que os devs poderão escolher suas datas de lançamento e preços, mantendo controle de suas estratégias de marketing, e deverá demorar até 14 dias para a empresa aprovar jogos. Em vez de ficar de olho nos códigos, vai se ater ao cumprimento dos termos de serviço e a bugs sérios.

E, pela declaração de Whitten, outras novidades serão anunciadas na GamesCon, que começa no dia 21 do mês que vem.

Ah, sem querer criar polêmica, mas já polemizando: adivinha qual console de outra empresa que também será lançado no fim do ano sempre esteve aberto aos games indies, inclusive com vários títulos apresentados na conferência da E3? Exatamente.