Entre as tecnologias que deverão ser abordadas no IDF 2013, conferência para desenvolvedores promovida pela Intel que acontece entre 10 e 12 do mês que vem, nos Estados Unidos, estão o Thunderbolt 2, o USB 3.1, as memórias DDR4 e uma nova interface de conexão que pode chegar à velocidade de 1,6 terabit por segundo.

De nome MXC (possivelmente provisório), a tecnologia combina "fotônicos de silício" com fibra óptica e está sendo desenvolvida pela Intel com auxílio da Corning Cable Systems, uma divisão da mesma companhia que é responsável pelas telas Gorilla Glass.

Ainda não há informações mais detalhadas sobre a tecnologia porque a Intel tem evitado falar sobre o assunto, tanto que sequer está claro qual o significado da sigla MXC. Mas o pouco que já se sabe parece bastante promissor.

fibraoptica

Além de permitir taxas de transferência de dados de até 1,6 Tb/s (aproximadamente 200 gigabytes por segundo), o MXC propõe o uso de um conector menor que o tradicional Ethernet, por exemplo. Além disso, por ser baseada em um novo tipo de fibra óptica desenvolvido pela Corning, a comunicação via cabo pode ultrapassar 300 metros de distância mantendo taxas de transferência elevadas.

O MXC está sendo visto como um dos possíveis substitutos dos padrões Ethernet, mas caso seja realmente aceito pelo mercado, sua aplicação será destinada ao segmento de servidores de alto desempenho, pelo menos inicialmente.

É até óbvio, se levarmos em conta que, de modo geral, 1,6 Tb/s não tem muita utilidade em ambientes domésticos ou em escritórios de pequeno porte atualmente. Mas o fator decisivo aqui certamente é o custo: tradicionalmente, tudo o que envolve tecnologia de fibra óptica é substancialmente mais caro.

Aguardemos pelo IDF para obtermos mais detalhes.

Com informações: PCWorld

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Paulo Higa
Tb é terabit e não terabyte. Mais sorte da próxima vez. Abs!
André Duarte
Além de permitir taxas de transferência de dados de até 1,6 Tb/s (aproximadamente 200 gigabytes por segundo), Sois tão inteligentes, que nem sabeis fazer conversões: 1,6Terabytes = 1638,4Gigabytes = 1677721,6Megabytes = 1717986918,4Kilobytes = 1759218604441,6bytes
Zé Gonçalves
Pra quem não sabe, a fibra óptica foi criada no Brasil na década de 90 e era usada somente em equipamentos de comutação de telefonia celular, interligavam containers de torres celulares as estações fixas. Alguns anos depois chegaram a conclusão de que poderiam usá-la para atender as demandas de assinantes residenciais utilizando-as em armários ópticos (URAS), desde então seu uso teve diversas aplicações em outras áreas tecnológicas para transferências de dados, mas a patente é brasileira!!!
Yuri De Castro Costa
GVT entrega 100 Mbps por fibra ótica direto pra tua casa.
mvsk8rock
Aqui em Sobral 5Mb quase puro via fibra da Redenet
s3ph1r
*chegam E saem
s3ph1r
Cara fala interior do ceará como se fosse o lugar mais horrível de todos quando o assunto é conexão com a internet, mas se esquece que praticamente 95% da conectividade com o exterior é feita com cabos submarinos que chegam se saem de Fortaleza-CE....
Anderson C. Santos
Lembrei do ansible (Livro Jogo do Exterminador): ao inves de armazenar em um HD, colocar varias destas placas em serie e guardar a informacao "circulando"...
Artur Luiz Oliveira
Já existe fibra ótica até no interior do Ceará. u.u
Eduardo Levi Chaves
No Brasil tem fibra óptica sim. Se essa tecnologia não chega aos usuários domésticos, aí são outros 500.
Vitor
Claro que tem cara. Várias operadoras usam e o Brasil tem ligação direta com outros países via cabos de fibra óptica submarinos.
João Paulo Melo
Brasil sequer tem Fibra Ótica...