Talvez você já tenha trombado com o Yelp em alguma pesquisa por estabelecimento comercial no Google. Ele foi lançado em 2004 em San Francisco e, hoje, está presente em 21 países com mais de 42 milhões de reviews publicados sobre todos os tipos de lugares, de restaurantes a parques. E acaba de ser lançado no Brasil.

O TB se encontrou ontem com Miriam Warren, VP de novos mercados do Yelp, para conhecer melhor o serviço e como ele funcionará por aqui.

Ele é uma espécie de rede social, mas a intenção não é fazer amigos (apesar de ser possível; a própria Miriam disse que conheceu sua melhor amiga nele há muitos anos e, hoje, é madrinha de um dos filhos dela). Em vez disso, as pessoas devem chegar ao Yelp em busca de reviews de estabelecimentos comerciais e para deixar suas próprias impressões sobre eles.

Quem já fizer o cadastro perceberá que há vários estabelecimentos no Rio de Janeiro e em São Paulo, as cidades onde o Yelp estará focado de início, já cadastrados e com algumas avaliações. Isso foi feito nas últimas semanas para preparar a plataforma para o público brasileiro, mas a intenção é que, aos poucos, os novos usuários contribuam para cadastrar mais.

yelp

Outra adaptação feita para trazer o Yelp ao país é a inclusão de categorias locais. Por exemplo, se tratando de restaurantes, foram adicionados “comida mineira” e “temakeria” (que, curiosamente, é invenção brasileira!).

Como a ideia do Yelp é fazer uma ponte entre os estabelecimentos e o consumidor, os comerciantes podem cadastrar seus estabelecimentos nele e interagir com os clientes, enviando mensagens, respondendo a reviews e criando especiais. Se o lugar já estiver no Yelp, ele pode se tornar um administrador se provar para o site que é o dono do local.

Comentei com Miriam que, de certa forma similar ao Yelp, o Foursquare é bastante popular por aqui e quis saber como eles haviam se preparado para enfrentar a concorrência. Ela contou que, no fundo, essa não é uma preocupação, já que o Yelp é especializado em recomendações, enquanto o Foursquare tem um propósito inicial diferente e ainda engatinha nos reviews. Para começar, o aspecto de gamification não é tão presente no Yelp – não é uma competição de quem deixa mais reviews. E, no Foursquare, você dificilmente fará checkin numa lavanderia, por exemplo, para deixar uma dica; o Yelp, por outro lado, foi feito para isso.

Para quem já quiser começar a brincar com a rede, é só acessar o site e fazer o cadastro. Também tem um app, que é bem útil para encontrar lugares de interesse próximos quando estiver na rua. O serviço é grátis.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Paulo Cesar
Novidade, não funciona com ceps do Acre ¬¬
Gustavo Michels
O CEP inserido é inválido. Modifique o campo destacado abaixo e tente novamente. Não funciona em Florianópolis.
luvialca
A impressão que dá, pela descrição que a própria Miriam, é que o Yelp é mais sério e "chato" do que o Foursquare. Esse último a gente tem prazer em fazer os check-ins, liberar as medalhas, se tornar prefeito etc. Já o Yelp não tem nada disso, pelo que entendi. Vamos ver se as pessoas vão se dar ao trabalho de abandonar aquele que já estão acostumadas a usar, que é mais divertido de usar, para fornecer recomendações sérias e úteis no Yelp (sem ter nada em troca, nem mesmo uma medalhazinha - rs), sendo que também podem fazer isso (e muita gente faz!) no Foursquare.
fabinader
Sim, tem versão oficial para WP8, pois não foi comprado pela Google ou Facebook ainda ;-) Segue o link (loja americana, mude região para Estados Unidos em Configurações ): http://www.windowsphone.com/en-us/store/app/yelp/47ae03f0-99d1-df11-9eae-00237de2db9e
Leandro Nascimento
Legal! Tomara que funcione com a Siri... haha
Ernâni Machado Alvarenga
Parece ser bem útil, instalei agora no Android. Vamos ver se tem para Windows Phone... "- se sentindo esperançoso".
Felipe Lauton
Ótima noticia!! Sempre usei o Yelp e aguardava essa estreia no Brasil! O engraçado é que na minha cidade já existem varias avaliações antigas (algumas de 2011) sempre com o nome de usuário do qype.