Início » Jogos » Saiba por que a Ubisoft ainda acredita na Nintendo e na força do Wii U

Saiba por que a Ubisoft ainda acredita na Nintendo e na força do Wii U

Avatar Por
6 anos atrás

A gente já sabe que o Wii U não anda vendendo muito bem e que a Nintendo continua seguindo firme e forte, acreditando no potencial de seu console como uma mãe faz com seus filhos. A novidade, no entanto, é que esta família tem também uma madrinha dedicada e assumida, a Ubisoft.

Em uma entrevista ao Polygon, Alain Corre, o diretor de gerenciamento da empresa, garantiu que a Ubi não apenas apoia como também continuará desenvolvendo títulos para o console da Nintendo, mesmo com suas vendas fracas: "Nós acreditamos na Nintendo. É uma companhia que tem provado nos últimos 30 anos que é apta a seduzir milhões de jogadores", declarou.

Corre também lembrou da nostalgia que a Nintendo desperta em seu público: "Nintendo é uma grande criadora de games; eles são mágicos para muitos jogadores. E nós tivemos muitas boas experiências com a Nintendo no passado, como a parceria Wii e a franquia Just Dance. Ela se tornou uma das maiores franquias nos sistemas Nintendo e está crescendo no Wii U. A outra razão é que nós estamos tentando que a Ubisoft, como uma companhia, seja pioneira em todas as novas tecnologias. Nós sentimos que ali existem algumas coisas interessantes a ser criadas."

wii-u-2

Vale o lembrete de que, recentemente, a Ubisoft disse que só voltaria a fazer exclusivos para a Nintendo se ela vendesse mais unidades do Wii U, e que o desenvolvimento dos jogos para esta plataforma difere, principalmente, pela necessidade de criar conteúdo para a segunda tela, presente no gamepad do console. A primeira experiência da empresa no desenvolvimento para um console doméstico com duas telas foi o ZombiU, que ofereceu à Ubisoft a oportunidade de testar o que funcionaria ou não numa segunda tela, de acordo com Corre.

"É também graças a isso que estamos sendo aptos a criar gameplays para jogos como Watch Dogs", disse. Watch Dogs também é conhecido atualmente como "o lançamento que todos esperamos, mas já estamos ficando saturados, graças à inúmera quantidade de trailers divulgados".

Como já era de se esperar, Alain Corre também partilha do pensamento de que a Nintendo deveria se esforçar um pouco mais para fazer o Wii U "pegar no tranco": "O que desejamos é que a Nintendo possa colocar mais energia por trás do Wii U, e achar uma solução para colocar mais máquinas nas mãos dos consumidores. Nós sentimos que essa máquina pode encontrar seu lugar, apenas precisamos de um empurrão deles para ajudar a achar o mercado."

Em outras notícias, a Ubisoft se mostra muito empolgada pelo lançamento do PlayStation 4 e do Xbox One, em breve, o que permitirá à companhia trabalhar com novas mecânicas e usar ainda mais seu potencial. "Esta é a primeira vez na história em que dois novos consoles domésticos estão saindo ao mesmo tempo. Essa oportunidade é realmente grande para nós. Nós estamos vendo isso desde já, com nossas pré-vendas de Watch Dogs e Assassin's Creed IV, e elas estão muito grandes. É realmente uma grande surpresa para nós, e isso está só aumentando", disse Corre.

Alguém ainda tem dúvidas de que a Nintendo precise de fato fazer uma forcinha pra manter os pés no chão?

Mais sobre: , , , ,