Nossa extensão alerta sobre ofertas falsas
e aplica cupons de desconto

Início » Mobile » Microsoft compra divisão de dispositivos e serviços da Nokia por R$ 11,7 bilhões

Microsoft compra divisão de dispositivos e serviços da Nokia por R$ 11,7 bilhões

Por
3 anos e meio atrás
A nova extensão do Tecnoblog está pronta.Baixe Agora!

ms-nokia-ballmer-elop

É isso mesmo que você está lendo. Uma carta aberta dos CEOs das duas empresas informa que a gigante de Redmond comprou a divisão de dispositivos e serviços da Nokia. Isso significa que aquela famosa fabricante finlandesa de celulares não é mais independente e agora faz parte da Microsoft. O acordo foi firmado em 3,75 bilhões de euros, o que equivale algo em torno de 11,7 bilhões de reais.

Essa jogada já era prevista há algum tempo. O Windows Phone nunca foi uma plataforma de muito sucesso, e a escolha da Nokia pelo caminho das janelas trouxe resultados financeiros que não agradaram investidores. O crescimento foi grande, mas não significativo para a Nokia reconquistar o mercado perdido pelo crescimento do Android e iOS.

O acordo

A Microsoft não está comprando apenas a divisão de smartphones da Nokia, mas também a divisão de telefones mais simples. Isso significa que telefones da linha Asha agora também são propriedade da Microsoft. As empresas garantem que a produção de telefones mais simples irá continuar.

Aproximadamente 32 mil funcionários deverão ser transferidos para a Microsoft. A empresa se comprometeu a criar um data center na Finlândia, que servirá como base de conectividade para os serviços Microsoft na Europa.

A Microsoft também irá pagar mais 1,65 bilhão de euros pelas propriedades intelectuais (patentes etc.) da Nokia. Elas estarão em posse pela Microsoft por um período de 10 anos a partir do momento em que o acordo for concluído. A Nokia também terá livre uso das patentes da Microsoft durante o período, permitindo que a empresa utilize-as para aprimorar o serviço de mapas HERE.

Stephen Elop, agora deixa de ser CEO da Nokia para ser vice-presidente da divisão de Dispositivos & Serviços da Microsoft. Apesar do novo emprego, Elop não é novo na casa: antes de assumir a Nokia ele já foi o presidente da linha de produtos corporativos da Microsoft. Outros funcionários do alto escalão da Nokia também serão transferidos para a Microsoft.

Apesar de toda essa compra, a Nokia não deixa de existir. A divisão de infraestrutura Nokia Solutions and Networks (antiga Nokia Siemens; atualmente conhecida como NSN) continua do jeito que está e não faz parte do acordo.

Leia a carta aberta de Ballmer e Elop, com nossa tradução livre

“Nokia e Microsoft sempre sonharam grande – nós sonhamos colocar um computador em todas as mesas e um telefone celular em todos os bolsos, e percorremos um longo caminho para realizar todos esses sonhos.

O dia de hoje é um momento de reinvenção.

A Nokia tem uma identidade de mais de 150 anos de herança, inovação, excelência e mudanças que começaram e vão continuar na Finlândia e no resto do mundo. De origens humildes como uma fábrica de papel, para produzir botas de borrachas e pneus de carros e, por fim, telefones celulares, reinvenção está no sangue da Nokia.

A Nokia irá escrever o próximo capítulo, permitindo a mobilidade através em sua liderança em tecnologias de redes, mapeamento, localização e outras tecnologias avançadas.

Para a Microsoft, se trata de um passo corajoso para o futuro, um enorme salto para a nossa jornada de criar uma família de dispositivos e serviços que agradam pessoas e capacita negócios de todos os tamanhos.

Nossa parceria ao logos dos últimos dois anos e meio combinaram nossas forças para construir um novo ecossistema mundial de celulares nos trouxe resultados incríveis: telefones que ganharam muitos prêmios e serviços surpreendentes fizeram com que os aparelhos com Windows Phone da Nokia se tornassem uma das plataformas de smartphone que mais cresceram no mundo.

Com base nessa parceria de sucesso, nós anunciamos uma importante notícia para o dia de hoje: um acordo para a Microsoft comprar a divisão de dispositivos e serviços da Nokia, para fornecer mais escolhas, inovação mais rápida e dispositivos e serviços ainda mais interessantes para os nossos consumidores.

O acordo de hoje irá acelerar o ritmo de dispositivos e serviços da Nokia, trazendo ao mundo smartphones cada vez mais inovadores para mais pessoas, enquanto continuamos conectando o próximo bilhão de pessoas com a linha de telefones celulares da Nokia.

Com o compromisso e os recursos da Microsoft para levar serviços e dispositivos para frente, nós podemos agora perceber o potencial do ecossistema Windows, entregando as melhores experiências para pessoas em casa, no trabalho e em qualquer lugar nesse meio termo.

Nós vamos continuar criando telefones que você irá amar, enquanto investimos no futuro: novos telefones e serviços que combinam o melhor da Microsoft e o melhor da Nokia.

A Nokia e a Microsoft estão comprometidas para o próximo parágrafo.

Juntos, nós vamos redefinir os limites da tecnologia.

Steve Ballmer e Stephen Elop”

Mais sobre: ,
  • Raphael Vieira

    Será que os aparelho agora virão com a marca Microsoft?

    • Rafael Machado de Souza

      outros site ja noticiaram que nao havera mais a marca nokia

  • Bernardo Falquetto

    A marca NOKIA é muito forte pra celulares para ser descartada. Mas acredito que agora vai ser algo tipo MS NOKIA 1020 ou algo do tipo.

  • Suiuk Vieira Rodrigues

    Talvez mudar o nome Lumia para Surface.

  • Hiago Santos

    Creio eu que a Microsoft irá fazer a mesma coisa que o Google, não modificará a marca pois Nokia e uma marca bastante renomada….

      • dnzbr

        Exatamente. Mas acho que além de matar o sonho de um Nokia com Android a MS tb pode ter matado Windows Phone fabricado por outras marcas: Samsung e HTC (LG já tinha pulado fora). Coisa que o Google tem tomado muito cuidado desde que abocanhou a Motorola.

        • A Nokia já estava se encaminhando pra ter o virtual monopólio de aparelhos com o Windows Phone.

        • arlyssb

          O que, ao meu ver, não é algo ruim, visto o que as outras marcas não investiam em aplicativos e desenvolvimento do Windows Phone como a Nokia fazia.
          Não há vantagem em comprar um WP da Samsung, porque os melhores recursos são da Nokia.

      • Waan Gomes

        Tá, mas e as esperanças de ver um Nokia rodando Android? ._.

      • Ok… Não era algo que fosse deixar a todos de boca aberta como a “Googlerola”.
        Também acredito que nesse primeiro momento pouco muda, assim como foi no caso anteriormente citado.

        • O dinheiro da divisão agora é o mesmo dinheiro da Microsoft.

          • Sabotagem na cara dura, esse senhor ai é ex-funcionário da microsoft, infiltrou na nokia pra derrubar o valor de mercado pra microsoft comprar depois por um preço muito menor.

            • sias

              Não existe outra leitura, a não ser esta: ele foi pra lá pra “facilitar” as coisa….

              • Ao contrário do que foi dito em outros comentários, o licenciamento da marca Nokia vale para todos os telefones, e não apenas para a linha Asha. O comunicado é bem claro: “Microsoft will acquire the Asha brand and will license the Nokia brand for use with current Nokia mobile phone products”.

                Ou seja, a Microsoft compra a marca Asha e licencia a marca Nokia, que vale para os demais produtos, inclusive a linha Lumia.

                http://www.microsoft.com/en-us/news/press/2013/Sep13/09-02AnnouncementPR.aspx

              • Ayslan Dielf

                Noticia Muito boa! Apesar de não mudar muito no momento, acredito que foi bom para os dois lados, Nokia pq estava sendo pressionada pelos acionistas cabeça fechada que queriam o Android na Nokia [Ainda bem que não aconteceu] e MS pq agora terá todo o controle de um hardware para seu SO funcionar como quer.

                Agora o Mercado esta com 3 empresas de Hardware/Software:

                Apple iPhone/iOS
                Samsung Galaxy/Android [O unico com grande importancia no mercado, afinal 95% dos Androids no mundo é dela.]
                Microsoft Lumia(?)/WP

              • Fernandu Z-luciu

                adeus Nokia, foi um erro não ter adotado o android, era só elaborar um novo hardware que custaria uma mixaria, e com uma câmara de 41 megapixels, seria líder mundial em absoluto, e de quebra, aprimorando o simbian por fora ……….

              • TaylerPadilha

                Que maravilha!
                Agora teremos aparelhos de ótima qualidade (em todos os sentidos possíveis) com um “Microsoft” na frente e um “with Windows” atrás.

                COISA MAIS LINDA!!! (*.*)’

                  • TaylerPadilha

                    Tá esquecendo das “pequenas” empresas de garagem que a Apple compra também.

                    Não existem mocinhos nessa história, nem atitudes nobres. Os fins justificam os meios e o que importa para Microsoft, Apple, Samsung (qualquer bosta de empresa [grande ou pequena] de qualquer bosta de país dessa bosta de mundo), é apenas o final: lucro, vendendo os produtos que o gado (nós, consumidores) mais gostar.

              • Acho que foi uma boa manobra da Microsoft, o uso exclusivo de Windows Phone não deveria ser uma manobra unânime dentro da Nokia…agora que virou uma empresa da Microsoft não há mais riscos de distúrbios na relação Microsoft X Nokia. Se a Nokia desse para trás, acredito que o Windows Phone sofreria um baque monstruoso.

                Pessoalmente, não gostei muito da experiência que tive com Windows Phone, mas espero que dê certo porque ainda acredito que caiba um terceiro player nesse mercado.

              • Mandr4k

                Elop safadjinho, desvalorizou a Nokia, para no final, comprarem a coitada por um mixaria. Agora o equilíbrio mobile acabou, USA agora são os Reis da parada…

              • _dann_o

                não podia ser diferente, pena que a Nokia tinha interesse e investimento em software livre, agora foi enterrado de vez.. só lamento.

                • fac_713198649

                  3 grandes players com visões totalmente diferentes trazem muitos benefícios aos consumidores.

                  • Não, o here foi uma parte não comprada, continua na finlandia, mas terá total licenciamento para a microsoft.