Talvez você não saiba, mas, enquanto lê esta notícia, o Tokyo Game Show acontece a pleno vapor lá no Japão. No maior evento de jogos do oriente estão reunidas as maiores empresas do ramo e é claro que estas estão brigando para ver quem traz mais novidades ao mundo dos games. Já no primeiro dia do evento, a Sony falou mais sobre sua menina dos olhos, o PlayStation 4, e apresentou algumas coisas legais que serão lançadas em breve para o console.

Uma destas novidades é o aplicativo para smartphones que fará com que celulares e console conversem entre si. Você se lembra do SmartGlass, que a Microsoft anunciou em junho do ano passado? Trata-se de algo semelhante: o software, que será lançado para iOS e Android em novembro, junto da chegada do PlayStation 4 ao mercado, poderá transformar seu dispositivo móvel em um controle ou numa segunda tela, de acordo com o título jogado.

img_companion

Pode ser que você já tenha ouvido falar sobre ele. Durante o Future of PlayStation, evento que aconteceu em fevereiro deste ano, a Sony divulgou a existência do aplicativo, mas não havia divulgado mais detalhes até então.

Nele, ainda será possível interagir com a PlayStation Network pelo celular, acessando a lista de amigos pelo “What’s New”, além de ver o que eles estão jogando, suas listas de troféus e convidá-los para partidas de multiplayer.

Focando, como sempre (desde que botou os pés na nova geração, pelo menos), no compartilhamento e nas interações sociais, o aplicativo integrará com o Twitter e o Facebook do usuário, e o acesso à PlayStation Store será possível também via smartphone.

Além do aplicativo, a Sony falou mais sobre como oferecerá seu serviço de retrocompatibilidade em nuvem, anunciando o lançamento de uma biblioteca digital de títulos do PlayStation 3 através do Gaikai até o ano que vem (para a América do Norte).

Shuhei Yoshida, o CEO do Sony Worldwide Studios, garantiu que a biblioteca poderá ser reproduzida via streaming tanto no PlayStation 4 quanto no Vita, além do novo – prometido só para o mercado japonês, por enquanto – PlayStation Vita TV. De acordo com Yoshida, um “número decente” de jogos estará disponível logo no início do serviço, mas a biblioteca deve aumentar com o tempo.

O PlayStation 4 chega ao Brasil dia 29 de novembro e seu preço ainda não foi divulgado. Aguardemos!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael Roland
O que importa mais: fazer primeiro ou fazer melhor? Pode não ser novidade, mas a Sony vai fazer bem feito.
Guiilherme Fernandes
Uma segunda tela não é novidade alguma, nem pro Wii U. O Dreamcast ja tinha uma segunda tela com o VMU no controle. Nintendo também ja tinha utilizado o conceito de tela secundária no GameCube com a conexão do GBA.
Guiilherme Fernandes
Controle com uma segunda tela, isso cheira tão Dreamcast
Daniel Neves
O que a Nintendo não faz hem..
ibe.ibere
Por que a microsoft não voltou atrás em várias das políticas do console, né? :D
Caio Curvelo
Onde me inscrevo pra ser beta tester igual a você?
Ciro Guedes
A Nintendo fazendo escola como sempre rsrsrs
Patrick Castro
Sony é tipo a Record da tecnologia, o que o Xbox tem, ele faz igual, só inferior
Henrique Dourado
Smartglass que foi inspirado no Nintendo WiiU
Kamaroo Masato
Outra vez, Sony mostrando para que veio... Controle com uma segunda tela, isso cheira tão Wii U.
Rafael Machado de Souza
Faz tempo (antes mesmo do smartglass) que existe um app que controla TVs e Blurays da Sony, só nao controla o PS3! seria muito bem vindo para escrever ou navegar na tela...
Vitor Spinofeless
Falou "Você se lembra do SmartGlass, que a Microsoft anunciou em junho passado?" Acho que ela quis dizer Junho anterior a desse ano, 2012! Mas acho que tem a mais tempo também...
Vitor Spinofeless
Falou "Você se lembra do SmartGlass, que a Microsoft anunciou em junho passado?" Acho que ela quis dizer Junho anterior a desse ano, 2012! Mas acho que tem a mais tempo também...
Renato Marques
Que cópia lavada do Smart Glass, heim? Mas acho que é uma ótima funcionalidade, já que depender do Vita é osso! Só acho que deviam editar o artigo, uma vez que o Smart Glass da Microsoft existe desde o ano passado, se não for de 2011 até.