A Intel não resistiu à onda de projetos baseados em Arduino e fechou uma parceria para tentar emplacar seu nome no segmento. O resultado foi apresentado recentemente no evento Maker Faire 2013: as placas Intel Galileo.

Em sua essência, estas são placas de desenvolvimento compatíveis com Arduino, com a diferença de serem baseadas na arquitetura da Intel. Neste sentido, chama atenção o fato de o processador que compõe o dispositivo ser um Quark X1000 single-core de 400 MHz, cache L1 de 16 KB e 512 KB de SRAM. Lembra daquele chip apresentado pela Intel na IDF 2013 tido como o seu menor SoC até agora? É ele.

Intel Galileo

Medindo 10,6 cm por 7,1 cmm, este é o Intel Galileo

A Galileo não seria uma placa programável se não houvesse múltiplas interfaces de entrada e saída. Entre elas há portas e slots PCI Express, Ethernet 10/100, serial RS-232, USB 2.0, EHCI/OHCI USB e JTAG (para depuração de código, testes e afins). Há ainda um chip flash NOR programável de 8 MB, 256 MB de RAM e, opcionalmente, leitor de microSD.

Sendo compatível com Arduino, será possível utilizar softwares, shields (“placas de expansão”), acessórios e afins destas placas nos dispositivos Galileo. A Intel garante também suporte a desenvolvimento por meio de Windows, OS X e Linux.

As placas Galileo serão comercializadas a partir do próximo mês de novembro, com preços ainda não revelados. A Intel promete ainda distribuir 50 mil unidades do dispositivo a mil universidades do mundo todo nos próximos 18 meses. Como placas do tipo são amplamente usadas em projetos educacionais, esta é uma bela tentativa de popularizar a novidade.

Com informações: AnandTech

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Renato Barboza da Costa
Eu tenho um blog, que estou postando coisas relacionadas a IoT. Quem tiver interesse dá uma passadinha :D. http://andruinolab.blogspot.com.br/
lucasbaalberith
Uma super dica: a Microsoft está dando placas Galileo, basta cadastrar-se https://www.windowsondevices.com/ vlw Lucas
lucasbaalberith
Uma super dica: a Intel está dando placas Galileo, basta cadastrar-se https://www.windowsondevices.com/ vlw Lucas
Elias Alberto
70 doletas na gringolândia. Se chegar aqui a menos de 400, tá "barato". http://zcla.wordpress.com/2013/11/07/casamento-nao-e-para-voce/
Renan Genu Brito
É igual o meu raspberry.
Lindomar Mendes
Legam em
Thiago Ferezim
Gabriel Felipe Marques Frederico Souza Felipe Della Rosa: olhem! Feito por leprechauns
Fabricio Foroni
Essa plaquinha parece ser muito promissora. Se o preço for baixo, irá bater de frente com o Arduino, visto que possui especificações bem superiores a ele, possibilitando projetos mais complexos.
Elias Alberto
Prevejo isso custando duzentos real na terra dos macacos.
Lucas Ferrari
Tudo dependera do preço, eu acredito.
Paulo Patto
Será que vai conseguir bater de frente com o #Arduíno que já está a tempos no mercado e já tem uma legião de fãs?