Início » Celular » Esta é, provavelmente, a mulher que deu a voz à Siri

Esta é, provavelmente, a mulher que deu a voz à Siri

Avatar Por

Há exatamente dois anos, a Apple apresentou ao mundo o iPhone 4s e a Siri, “ajudante pessoal” que responde a comandos de voz também com voz. Nunca foi revelada a identidade da pessoa que deu vida (ou melhor, voz) à Siri e é bem provável que continue assim. Mas a CNN parece ter encontrado a atriz responsável por isso.

Susan Bennett, que não revela a idade (e, na verdade, isso nem importa), mora na região de Atlanta, nos EUA. Ela faz trabalhos com sua voz há cerca de 40 anos e já “dublou” várias máquinas. A primeira foi um caixa eletrônico, o primeiro de todos. Atualmente, sua voz pode ser ouvida nos terminais da Delta Airlines, nos shows privados que faz com a banda que tem junto com o marido e, supostamente, no seu iPhone ou iPad.

Reforçamos o supostamente porque a Apple nunca contou quem é a Siri, nem confirmou a empresa que supostamente foi contratada para “fornecer” a voz, a Nuance Communications.

A CNN descobriu a identidade de Susan de uma maneira bem acidental. A repórter Jessica Ravitz a entrevistou há alguns meses para uma reportagem especial sobre o aeroporto de Atlanta, já que Susan é a voz da Delta. Susan contou que tinha feito muitos trabalhos de IVR, sigla de Interactive Voice Response, e a jornalista, que diz ser uma negação em tecnologia, perguntou meio sem querer se ela era a Siri. Susan não confirmou nem negou, ficando claramente presa numa saia justa com a repórter. Mas, meses depois, ligou para contar a história toda.

Siri, sempre solícita

Siri, sempre solícita

Susan nunca foi contatada pela Apple, nem recebeu nenhum aviso de que uma gravação feita anos antes seria utilizada por milhões de pessoas no mundo todo. As palavras foram gravadas em 2005, durante um mês inteiro, quatro horas por dia. Susan comenta que era um trabalho cansativo e deve ser por isso que a Siri às vezes parece mal-humorada: essas palavras provavelmente foram gravadas no fim de alguma sessão. Ela conta também que as palavras e frases eram aleatórias, de modo que os sons pudessem ser costurados para formar novas palavras e frases depois.

Ela descobriu que sua voz foi parar nas mãos de todos os donos de iPhone 4s (e dos modelos seguintes) através de um email enviado por um amigo, que perguntou se era ela que havia feito a Siri. Como Susan não tinha um novo iPhone na época, foi para o site da Apple ver os vídeos e na hora reconheceu sua própria voz.

Para confirmar o caso (ou chegar o mais perto possível de uma confirmação), a CNN entrou em contato com Ed Primeau, especialista forense em áudio que trabalha há mais de 30 anos na área e já analisou “centenas, senão milhares” de gravações. Ele deu 100% de certeza que a Siri foi feita por Susan – inclusive pediu uma segunda opinião a um colega de profissão, que também confirmou. Mito desvendado?

Não somos especialistas em áudio, mas a voz realmente parece ser a mesma. Veja no vídeo feito pela CNN:

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Renato Pereira Aboim Tavares
Ela é a dona da voz do Siri, além de muitas outras...
Guilherme Polonca
cara tem um vídeo, o que equivale a 24 fotos por segundo, tá bom não?
yeielwysty
o Tecnoblog deve se policiar mais com suas matérias, fui ver outros sites como o Olhar Digital e a foto da mulher está lá. Dos sites de tecnologia que eu visito este é um dos mais furrecos. Gosto do R7, por isso continuo vindo aqui.