O Google realizou hoje uma das atualizações mais polêmicas nas condições de uso de seus serviços: com os novos termos, nomes, fotos e comentários de usuários poderão ser utilizados livremente pela empresa para inserção em peças de suas redes de anúncios publicitários, como o Google AdWords.

Isso significa que, se você fizer uma avaliação positiva de um aplicativo no Google Play, por exemplo, seu comentário poderá ser aplicado em um anúncio que promove o serviço ou o software, com a sua identificação sendo feita pela exibição de seu nome e de sua foto.

A ideia é fazer com estas informações sejam usadas para aumentar o interesse pelos anúncios. Se um conhecido seu fizer uma pesquisa no Google Shopping, por exemplo, ela poderá se sentir mais motivado a efetuar uma compra se um anúncio mostrar que você deu avaliação positiva para determinado produto.

O Google frisa justamente este ponto: as suas informações poderão aparecer somente em anúncios exibidos para quem faz parte de seus círculos de contatos. A companhia assegura ainda que somente conteúdo público será usado nestes anúncios, tais como as já mencionadas avaliações no Google Play. Endereço de e-mail, telefone e posts privados, por exemplo, permanecerão em sigilo.

Exemplo de anúncios com dados de usuários

Exemplo de anúncios com dados de usuários

Esta ideia não é nova. Você já deve ter visto fotos e nomes de amigos aparecendo em anúncios publicitários no Facebook. Trata-se da ferramenta “Histórias Patrocinadas“, onde uma empresa paga para promover uma fan page mostrando quais amigos da pessoa já curtiram aquela página, por exemplo.

A diferença entre ambos os casos é que o Google tomou o cuidado de implementar uma opção para o usuário desativar o uso de suas informações, o que não é possível de ser feito no Facebook, pelo menos não de maneira clara.

Outro cuidado da companhia foi o de garantir que as informações de usuários com menos de 18 anos não serão utilizadas. Por outro lado, estes indivíduos poderão visualizar anúncios com nomes e imagens de seus contatos normalmente.

Para desativar esta funcionalidade, tudo o que você precisa fazer é acessar esta página do Google+, desmarcar a opção “Com base em minhas atividades, o Google poderá exibir meu nome e minha foto de perfil em recomendações compartilhadas em anúncios” (ou equivalente) e clicar em “Salvar”.

Os termos foram atualizados hoje, mas a veiculação dos anúncios com informações de usuários começará a valer em 11 de novembro. A partir de hoje, o Google começará a exibir anúncios e notificações para avisar seus utilizadores da mudança.

É a forma que a empresa encontrou para dizer “olha, você tem um mês para discordar disso”, na verdade, apesar de a desativação poder ser feita a qualquer momento, mesmo após este período. Sim, pois caso você não tome nenhuma medida, estará automaticamente concordando com os novos termos.

Ao agir assim, o Google tenta evitar os processos que o Facebook sofreu em 2012 nos EUA, quando perdeu uma ação judicial sob a acusação de ter implementado a funcionalidade em questão de maneira discreta, como que forçando os usuários a aceitá-la.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Valdinei Dos Santos
Devidamente desativada a função. Obrigado
portela.thiago
HAHAHAHAHAHA...
EFG
Boa sorte pros anunciantes que usarem meus dados... A conta que eu uso para baixar os apps tem foto de conteudo questionável e um nome bem pouco apropriado. rofl
Arch
Não gosto, mas já estou fora disso mesmo.
Emerson Alecrim
Corrigido, obrigado!
Thiago Pontes
that is evil
Daniel Zapata
Uma mera lida daria pra tirar isso. Deve ser "poderá ser aplicado em anúncio... blablabla"
Matheus Falcão
Realmente, também não vejo problema nenhum. Afinal, ao fazer um comentário aqui, por exemplo, minha foto (de criança) e minha opinião estarão visíveis pra qualquer um ;-)
Douglas Chagas
Estou ok com isso, não vejo problema com esse tipo de uso das minhas informações públicas, afinal quando eu dou +1 em algo ou faço uma avaliação positiva de algo é justamente para que os meus circulados fiquem sabendo que aquele algo que eu comentei vale a pena.
Mailton Dias
..."poderá ser aplicativo em anúncio que promove"... tá errado isso, não?