Início » Telecomunicações » GVT vai expandir serviços de fibra ótica em 2014

GVT vai expandir serviços de fibra ótica em 2014

Por
6 anos atrás

A GVT prepara um salto para os seus serviços no ano que vem. A operadora, que utiliza principalmente par de cobre para levar banda larga e telefone para a casa dos clientes, pretende expandir sua rede de fibra ótica, de forma a substituir os acessos que utilizam tecnologia VDSL. Para isso, a operadora utilizaria fibra ótica (FTTH) com tecnologia GPON.

Pelo menos foi isso o que a operadora anunciou na Futurecom 2013, de acordo com o Teletime. A proposta é substituir todos os novos acessos que seriam entregues em VDSL2+ em FTTH, que leva fibra ótica diretamente à casa do cliente. Atualmente, a operadora leva a fibra até centrais próximas à casa do cliente e, dali, o acesso é entregue por meio de pares de cobre. O processo começaria ainda neste ano, mas seria mais efetivo em 2014.

O Tecnoblog questionou a operadora, mas as informações foram um pouco divergentes do que foi apresentado no evento. Em nota, a GVT informou que o plano é adotar a última milha em fibra ótica nas áreas onde houver maior demanda por maiores velocidades, e que os planos de banda larga da operadora são definidos por velocidade, não por tecnologia. Isso significa que os clientes que já estiverem estabelecidos com VDSL continuarão do jeito que estão e não terão mudanças de tecnologia.

gvt-fachada-hero

A adoção da fibra ótica retiraria vários limites que atualmente são impostos pelas redes de cobre. Quem atualmente é atendido pela GVT e está com uma distância de mais de 800 metros do armário não pode, por exemplo, contratar a velocidade de 35 Mb/s. Como o GPON permite distâncias bem superiores, o problema de falta de disponibilidade de certas velocidades seria sanado.

Quem assinar o serviço e for servido por fibra ótica não terá necessidade de receber o telefone fixo através de fios de cobre. Desde o início do ano, a operadora entrega para esses clientes o serviço através do protocolo SIP, que nada mais é do que VoIP. A operadora também prometeu até o final do ano o Freedom, um aplicativo para smartphone que permitirá usar o telefone fixo fora de casa, através da internet.

Vale lembrar que a GVT já oferece conexão por meio de fibra ótica há um bom tempo para clientes residenciais: está presente apenas no plano com velocidade de 150 Mb/s e custa R$ 399 por mês (ou R$ 199 para a cidade de São Paulo).

Novas velocidades

Perguntamos à GVT se há planos de lançarem novas velocidades. A operadora informou que há estudos para aumentar as velocidades oferecidas e criar novos pacotes, assim como revisar as taxas de upload, mas que não divulga preços ou demais detalhes desses possíveis planos antes de qualquer lançamento comercial.

Mais sobre: , , ,