Início » Antivírus e Segurança » Chrome vai bloquear instalação de extensões hospedadas fora da Chrome Web Store a partir de janeiro

Chrome vai bloquear instalação de extensões hospedadas fora da Chrome Web Store a partir de janeiro

Google quer evitar instalações de extensões maliciosas no Chrome

Por
6 anos atrás

Para melhorar a segurança do Chrome no Windows, o Google anunciou ontem uma importante modificação no navegador: a partir de janeiro, será possível instalar apenas extensões que estejam hospedadas na Chrome Web Store. A ideia é evitar a instalação de extensões maliciosas pelos usuários.

Por enquanto, o bloqueio afeta apenas os canais estável e beta do Chrome no Windows. Você ainda poderá instalar extensões localmente no Chrome disponível nos canais Dev e Canary, embora elas não sejam recomendadas para uso diário por serem instáveis. Desenvolvedores poderão testar suas extensões com uma opção no menu de ferramentas.

Com a mudança, o Google diz que quer proteger os usuários de extensões instaladas silenciosamente, que podem alterar configurações importantes sem autorização. Algumas extensões mudam indevidamente a página de nova aba, uma das principais reclamações dos usuários do Chrome no Windows, segundo o Google. Como essas extensões maliciosas estão fora da Chrome Web Store, o Google não tem como controlar sua distribuição.

Não é como se o Google tivesse total controle do que é publicado na Chrome Web Store, claro. Há não muito tempo, a loja de extensões e aplicativos ficou infestada de versões falsas do Bad Piggies, joguinho da Rovio. No total, mais de 80 mil usuários instalaram os aplicativos maliciosos antes que o Google os removesse da loja.

Chrome Web Store estava infestada de Bad Piggies falsos

Chrome Web Store estava infestada de Bad Piggies falsos

Além disso, o bloqueio também dificultará a instalação de extensões como o YouTube Center, que fez muito sucesso quando foi divulgada aqui no Tecnoblog: trata-se de uma extensão que desativa o DASH, uma tecnologia que faz o YouTube enviar os vídeos em blocos para o usuário. Muitas vezes, isso causa travadinhas irritantes no streaming e impede que você volte ou avance para um ponto do vídeo sem precisar recarregá-lo.

Se você distribui alguma extensão fora da Chrome Web Store e quiser que os usuários de Windows não parem de usá-la, será necessário migrá-la para a loja. Antes de publicar o primeiro aplicativo ou extensão, é necessário pagar uma pequena taxa de inscrição de 5 dólares.

E se você usa Chrome, saiba que nós temos uma extensão publicada lá na Chrome Web Store. O Tecnoblog Notifier te notifica instantaneamente quando publicamos algo novo ou quando alguém responde a um comentário enviado por você. Mais de 2,2 mil pessoas já estão usando a nossa extensão, vai lá dar uma olhada! 🙂

Mais sobre: ,