Início » Mobile » Android supera 80% das vendas de smartphones e Windows Phone continua avançando

Android supera 80% das vendas de smartphones e Windows Phone continua avançando

Por
4 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Um relatório divulgado nesta terça-feira pelo IDC mostra que o Android continua aumentando a sua liderança do mercado de dispositivos móveis. Em relação ao terceiro trimestre de 2013, a plataforma do Google marcou presença em 81% dos smartphones comercializados, com o iOS aparecendo na segunda posição, detendo 12,9% do segmento.

Em volume de vendas, estas porcentagens indicam que, no referido período, foram comercializados 261,1 milhões de smartphones, sendo 211,6 milhões deles baseados no Android. É uma marca impressionante, especialmente se levarmos em conta que, no terceiro trimestre de 2012, este número foi de aproximadamente 140 milhões de unidades vendidas (74,9%) de um total de 186,7 milhões.

A Samsung é, de longe, a fabricante que mais tem a comemorar: 39,9% destes 211,6 milhões de aparelhos levam a sua marca.

samsung-galaxy-s4-active-caixa

Os resultados da Apple também foram positivos: 33,8 milhões de aparelhos (12,9%) no terceiro trimestre de 2013. Só que, no mesmo período do ano passado, a sua proporção de mercado havia sido maior: 14,4%, que correspondiam a 26,9 milhões de dispositivos.

A pesquisa do IDC também mostra que o Windows Phone ocupou, definitivamente, a terceira posição do mercado. Também com base no terceiro trimestre de 2013, 9,5 milhões de aparelhos (3,6%) rodando o sistema móvel da Microsoft foram comercializados, contra 3,7 milhões (2%) no mesmo período do ano passado. O mérito aqui, como você deve ter imaginado, é quase todo da Nokia: a companhia respondeu por 93,2% das vendas.

A notória queda da BlackBerry apenas se confirmou: de 7,7 milhões de aparelhos (4,1%) para 4,5 milhões (1,7%), provando, mais uma vez, que os modelos Q10 e Z10 sequer conseguiram amenizar o drama da companhia.

O relatório indica ainda que smartphones com telas de 5 polegadas ou mais (incluindo aí os “phablets”) estão mesmo caindo no gosto dos consumidores. No terceiro trimestre de 2013, 21% das unidades vendidas corresponderam a esta categoria; um ano atrás, esta proporção era de apenas 2%.

  • 9,5 milhões de WPs comercializados, foi quase metade do que a Apple Vendeu de iPhones no mesmo trimestre do ano passado, e o triplo de WPs do trimestre do ano passado´. É, tá tomando rumo :p

    • Jean Canelas

      Pois é.. eu vou comprar um WP p ver qual é!

    • Antony PS

      Estou esperando meu Lumia 820 chegar, mas não tenho esperanças quanto ao exponencial crescimento da plataforma. Não acho que passe dos 10% em nenhum momento, mas sem dúvida deve brigar com Apple em um futuro pelo segundo lugar.

      • mathewscsmotta

        O Android é muito popular devido a dimensão de aparelhos e marcas que o possuem. A Apple possui 13%, mas temos que considerar que apenas a Apple vende IOS. Assim como, praticamente(94%) apenas a Nokia vende Windows Phones.

        Ao mesmo tempo, Windows Phones estão aparecendo nos aparelhos de entrada, eu já vi Lumia 520 por R$ 399, em média seu preço fica por volta dos R$ 450. Nenhum aparelho com Android nessa faixa de preço tem a fluidêz e o desempenho do Windows Phone, mas, mesmo com essa vantagem, como disse, é apenas uma marca e o usuário comum não tem consciencia da diferença entre os sistemas operacionais, logo, o cara que tá disposto a pagar 500 reais em um smartphone dará preferências às marcas mais populares que vemos por aí, e aí acaba pegando um Galaxy Pocket, Galaxy Y ou qualquer outro lixo low end desses.

        Enfim, acredito que o Android é o melhor sistema mesmo, mas só funciona bem em aparelhos topo de linha(LG Optimus 4X pra cima), se quiser economia vá de windows phone.

        • Leandro Soares

          Muito bem colocadas suas palavras, optei por window phone pelos seguintes critérios em ordem:
          1 – GPS
          2 – Preço
          3 – Camera
          4 – Bateria

          Sei que o Android é muito mais legal e tal, já tive um e minha esposa tem um,
          mas esses pontos que citei acima foram os fatores determinantes para eu escolher um nokia com WP,
          lógico, no quesito Apps o WP leva uma surra, e outros pontos também, mas estou tão feliz
          que o próximo smartphone continuará sendo WP, porém optarei por um mais moderno.

          • Henrique Dourado

            engraçado, meu Razr D1 é um aparelho de entrada que é barato, e é single core, roda o Android 4.3 aqui de boa, super rapido
            não acho que android seja só para top de linha, vejo muita gente ai com android sem problema nenhum

            o Windows phone mesmo a partir do 8 só funciona em aparelho dual core, não é atoa que funciona bem

            razr d1 que é single core e roda o android de boa, ja windows phone 8 não roda em single core, será que o WP é assim tão mais leve, acho que não

          • Leandro Soares

            kkkkkkkk

          • Mathews Motta

            Não sei se você experimentou um Lumia 520, mas eu já experimentei o Razr D1 e ele me lembra muito o Samsung Nexus S, aquele de 2011, e não tem comparação no quesito fluidêz. O windows phone 7 rodava em aparelhos single core com a mesma fluidêz, o Lumia 520 ser dual core apenas aumenta ainda mais o desempenho, e mais ainda, aparelho dual core pelo preço de android single core, não tem nem o que comparar…

            Mas se ainda assim restar dúvidas, compare um Android q possua o mesmo chip dual core de um windows phone. Tem alguns por aí…

            Escolhi WP não por algum motivo que o Leandro citou, foi por custo-benefício, e realmente me surpreendi em como o sistema é mais maduro do que agente acha vendo de fora… Acabei virando fã do here maps, achei a interface muito mais limpa e intuitiva do que o google maps.

          • Monclar_Soares

            Não é apenas por questão de precisar de um dual core. A vantagem da Nokia com WP para rodar suave é devido a ter uma melhor plataforma para trabalhar, é logico que a nokia monta os seu aparelhos seguindo as recomendações básicas da microsoft para que não somente o windows phone rode tranquilo mas também tenha hardware de sobra para rodar os aplicativos que são baixados. Quem quer ganhar espaço no mercado precisa lançar aparelhos potentes e de baixo custo.
            O android tem a desvantagem de ter muitos modelos de telefone diferente alguns potentes outros não, o que no fim pode ser ruim para o android da google pois isso dificulta a vida dos programadores. Muitos utilizam androids ainda com versões desatualizadas.
            Um dos grandes motivos de reclamação da maioria das pessoas quanto ao android é o fato de descobrir que os aparelhos de entrada quase não serve para nada a não ser rodar o próprio sistema, instalou o primeiro programa e o aparelho começa a travar. Um exemplo era os modelos da motorola antes da compra da google. Alguns aparelhos não tinha sequer memoria suficiente para ter o Facebook e angry birds instalados ao mesmo tempo e eram aparelhos que custavam algo em torno de 500 a 800 reais. Agora com a compra da motorola pela google os novos aparelhos de entrada da motorola surpreendem pelo preço, desempenho e tecnologia. Exemplo disso são os D, D3 e o novo Moto G, aparelhos relativamente baratos pela tecnologia empregada. Isso porque a google sabe quais são os requisitos minimos de hardware para rodar o android com folga. O jellybean é relativamente pesado (não mais que o Icecream), para rodar ele bem e sem travar precisasse de no minimo um single core e 1GB de ram. O WP pode até ter um dual core em todos eles, mas alguns mais baratos roda de boa com apenas 512MB de memoria ram. Talvez a solução dos problemas da plataforma android se resolva no Kikat.

        • Concordo em partes, porém o Android não roda bem só em aparelhos top.. o problema são os androids antes dos 4.1 e suas “personalizações” feitas por algumas marcas (a que mais estraga o android é a Samsung na minha opinião).. que não eram muito bem otimizados.. a linha RAZR da motorola é uma prova disso, tanto o D1, D3 e RAZR i que tecnicamente são de low até mid rodam muito bem o android 4.1+ e tem o sistema mais próximo do android puro, posso dizer pois tive um RAZR i por 1 ano e nunca, nunca mesmo me incomodei com ele ou tive problemas.

          WP não tive coragem de comprar ainda, quem sabe quando for um sistema mais maduro eu crie coragem… e na minha opinião o WP tem potecial pra ser um futuro concorrente tanto do IOS quanto do Android… mas futuro..

    • Lucas

      261,1 milhões de smartphones em 4 meses NO BRASIL???

  • Lucas

    4,5 milhões de pessoas compraram um BlackBerry!!!