A Apple obteve na terça-feira (19) a autorização que faltava para sua nova sede em Cupertino, na Califórnia, ser realidade. Foi aprovada pelo Conselho da Cidade de Cupertino a construção do prédio circular, que ganhou o apelido de “nave espacial” por Steve Jobs.

A votação foi, na verdade, mais uma formalidade do que qualquer outra coisa, já que a construção havia sido aprovada unanimemente em outubro. Mas faltava esse último passo para regularizar.

O acordo feito com a cidade durará 20 anos. Nele, a Apple se comprometeu a ajudar no desenvolvimento dela e parte disso está em pagar mais impostos: a isenção, que atualmente é de 50%, vai baixar para 35%. Por curiosidade, no ano passado Cupertino recebeu 12,7 milhões de dólares em impostos da Apple (e teve que devolver metade).

O prédio, cujo nome formal é Campus 2, tem forma circular e 365 metros de diâmetro e deve receber mais de 14 mil funcionários. No entanto, o lado sustentável da obra é a parte mais bacana: cercado por árvores nativas e com um pequeno parque no centro (este, com árvores frutíferas – inclusive, claro, macieiras), a empresa pretende resgatar a vegetação da área que, atualmente, é coberta de cimento pelos antigos prédios da HP.

TEST22

A energia utilizada no Campus 2 virá de painéis solares no teto do complexo e de uma usina ecologicamente correta, que tem emissão de carbono reduzida.

A demolição dos escritórios que existem no local deve ocorrer ainda neste ano e a conclusão da primeira parte das obras da nave espacial da Apple está marcada para 2016.

Com informações: CNET, Wired

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

portela.thiago
Basta saber se o que eles vão fazer com o resíduo de tanta demolição será ambientalmente correto também.
Ademar Alves
Essa vou publicar na minha pagina.
luvialca
O texto está ótimo em todos os sentidos. Mas eu não poderia deixar de elogiar a autora pela excelente pontuação. Algo raro de se ver hoje em dia. Parabéns!
Gabriel Martins
Por mais que eu não goste da Apple, eu super curti isso, seria ótimo as outras empresas fazerem o mesmo, mas não só empresas de smartphones, mas empresas no geral contribuindo com o meio ambiente, isso é muito bacana :)