Se você é um entusiasta do DIY, pode montar seu próprio celular com os documentos divulgados por David A. Mellis, um dos criadores do Arduino. E nem precisa ser um especialista em eletrônica para isso. O projeto faz parte do Media Lab do MIT e permite confeccionar um aparelho bem básico, mas que funciona.

O projeto é trabalhoso, mas não impossível. É preciso adquirir a placa Arduino GSM Shield e os outros componentes eletrônicos e fazer toda a soldagem – são cerca de 60 pontos e o processo todo pode demorar de uma a dez horas, dependendo da sua experiência. Depois, vem a parte de programar e fazer o debug, cujo tempo também depende da sua experiência na área. Por fim, vem o case, que é sugerido ser feito de madeira compensada (mas um dos criados foi impresso em 3D).

Há dois modelos disponíveis: um com tela de LCD em preto e branco, como naqueles telefones antigões da Nokia, e outro com LEDs avermelhados, como naqueles StarTAC antiquíssimos. O primeiro é um pouco mais frágil, então quebra com mais facilidade e precisa ser reposto antes.

Não há um kit específico que é vendido para o celular DIY, mas há sugestões de sites onde as peças podem ser compradas e de outras ferramentas necessárias. Ele funciona com qualquer SIM na rede GSM. Todas as orientações estão no site do projeto.

O custo total do aparelho fica em cerca de 200 dólares – o que, para quem mora nos EUA, não é muita vantagem, já que esse é o preço de um smartphone no contrato nas operadoras de lá. Mas, para quem gosta de colocar a mão na massa e criar coisas novas, fica a dica.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Vagner Alexandre Abreu
Fernando Garcia não entendo de programação Arduino. Só botei a ideia de que se você faz um projeto com um foco específico (celular) e para ser o mais simples possível, colocar um add-on (gps) já começa a complicar. Desconfiava que tinha GPS para Arduino, mas o foco do comentário seria a criação ou adaptação de um módulo GPS no projeto do celular, o que imagino que complicaria um pouco a brincadeira :)
Fernando Garcia
Vagner Alexandre Abreu Sim, existe GPS para arduino. Mas lembrando que o arduino UNO só tem 2Kbytes de RAM, tem que espremer muito pra rodar lá !
Vagner Alexandre Abreu
Tales Cembraneli Dantas acho que é pedir demais para um projeto simples com intuito simples. O máximo que teria no caso seria a exibição de coordenadas. Se bem que não duvido que coloquem também, só para ter a opção de rastreamento do mesmo.
Tales Cembraneli Dantas
será que existe alguma com GPS tbm?
Tales Cembraneli Dantas
Vagner Alexandre Abreu, eu acredito (suponho), que esta licença e o numero do IMEI já esteja inclusa na placa GSM do arduino, pois como se trata de uma placa com um slot para cartão GSM, não faz sentido nenhum não ter o IMEI pois seria totalmente inútil já que se espetar um cartão ali vai precisar de um numero na rede... deve ser como estes celulares da china... o mais legal desta plaquinha nem é montar estes celulares, mas imagina o que da pra se fazer com uma plaquinha desta...
Vagner Alexandre Abreu
Tales Cembraneli Dantas me pergunto também da parte do licenciamento. Posso estar errado, mas para se ter um imei, tem que comprar a licença para tal :) Como é um kit de entusiastas, não sei se tem alguma regra a mais.
Tales Cembraneli Dantas
deve vir junto com a placa GSM pro arduino
Vagner Alexandre Abreu
Questão: e a parte do IMEI, como fica?
Alexandre Janoski Neto
Os hipsters piram!