Início » Computador » iFixit desmonta novo Mac Pro: processador, SSD e RAM substituíveis

iFixit desmonta novo Mac Pro: processador, SSD e RAM substituíveis

Por
5 anos e meio atrás

Acostumados a desmontar produtos da Apple, o iFixit teve acesso ao novo Mac Pro para descobrir como ele é por dentro. O desktop profissional da Apple, que no Brasil custa a partir de R$ 12.999, ganhou uma carcaça totalmente nova e grandes atualizações de hardware. Mesmo com um design diferenciado e bem menor que o anterior, o iFixit se surpreendeu com a facilidade em desmontar o equipamento e substituir componentes internos.

mac-pro-desmontado-ifixit

O processo de desmontagem do novo Mac Pro começa de uma forma bem fácil: basta deslizar uma trava na traseira da máquina e então levantar a carcaça, o que dará acesso direto ao SSD, módulos de RAM e duas placas de vídeo.

mac-pro-interno

Diferente do que acontece no iMac, MacBook Pro com tela Retina ou MacBook Air, a memória DDR3L do novo Mac Pro é facilmente acessível e substituível pelo usuário. Na configuração menos cara, o Mac Pro vem com três módulos de 4 GB, mas é possível colocar até quatro módulos de 16 GB, totalizando absurdos 64 GB de memória.

mac-pro-ram

Também diferente de algumas outras máquinas da Apple, o processador pode ser substituído. O modelo disponível no Mac Pro de entrada era um Intel Xeon E5-1620 v2, com quatro núcleos de 3,7 GHz e socket LGA 2011. Esta pode ser uma boa oportunidade para economizar dinheiro, uma vez que a Apple cobra bem caro nos upgrades de CPU: uma atualização para um modelo um pouco melhor, com seis núcleos de 3,5 GHz, custa R$ 2.250. Já o chip mais caro, com 12 núcleos de 2,7 GHz, sai por nada menos que R$ 15.750 na Apple Store.

mac-pro-cpu

O SSD pode ser removido facilmente, mas talvez não seja tão fácil substitui-lo por outra unidade, já que ele possui interface PCIe e não segue um formato padrão de mercado. O slot para encaixar o SSD, inclusive, fica na segunda placa de vídeo (e só na segunda). Dentro do drive, há memória flash, controlador ARM e 512 MB de RAM, todos fabricados pela Samsung.

mac-pro-ssd

No geral, o iFixit gostou do novo Mac Pro e deu um índice de reparabilidade de 8/10 (quanto maior, mais fácil de consertar). O site elogiou o uso de parafusos não proprietários e se mostrou surpreso com os vários componentes que podem ser substituídos em um gabinete tão compacto, mas não gostou muito da impossibilidade de adicionar mais uma unidade de armazenamento interno e criticou o uso de novos conectores proprietários, citando também que tentar consertá-lo sem um manual de reparos pode ser muito arriscado.

Todo o processo de desmontagem do novo Mac Pro está nesta página do iFixit. O vídeo abaixo mostra um resumo:

O novo Mac Pro começou a ser vendido no Brasil no final de dezembro. A configuração mais básica custa R$ 12.999 e traz duas GPUs AMD FirePro D300 com 2 GB de memória GDDR5, processador Intel Xeon E5 quad-core de 3,7 GHz, 12 GB de memória DDR3 de 1.866 MHz e 256 GB de memória flash com interface PCIe. Com todos os acessórios e upgrades de hardware, ele custa mais que uma casa própria do Silvio Santos.

Mais sobre: , ,