Início » Celular » Nvidia revela SoC para mobile com 192 núcleos

Nvidia revela SoC para mobile com 192 núcleos

Tegra K1 tem maior poder de processamento que o Xbox 360 e o PlayStation 3

Avatar Por

Nvidia Tegra K1

Um monstro de processamento em dispositivos móveis. Essa é a promessa da Nvidia ao anunciar o SoC (System-on-a-Chip) Tegra K1 no evento que precede a CES 2014. Essa belezinha tem 192 núcleos CUDA baseados na arquitetura de GPU Kepler, da própria Nvidia. Para se ter uma ideia, é a mesma capacidade que já se via nas GeForce GT 630 e 635, que foram lançadas no início de 2013. Portanto, você pode esperar a performance de um desktop no seu futuro celular.

Claro que a combinação ainda depende, por exemplo, da banda disponível para a memória do celular. E tem mais: o Tegra K1 será compatível com a arquitetura de 64 bits. Tudo bem que outros fabricantes de chips já deram passos nessa direção, e parece que a Nvidia está corroborando qual é a próxima meta da indústria.

O Tegra K1 tem suporte a DirectX 11 e OpenGL 4.4, o que também significa que outra promessa são os gráficos impressionantes baseados nas tecnologias mais atuais para essa finalidade. A Epic Games até prometeu levar o Unreal Engine 4 para o SoC.

Nvidia Tegra K1 - Comparação com consoles

Nvidia Tegra K1 – Comparação com consoles

A Nvidia não entrou em muitos detalhes sobre as especificações do chip. O que a gente sabe é que eles fizeram um comparativo com o X360 e o PS3. Pelo menos em benchmarks, a tabela favorece o Tegra K1 em todos os aspectos analisados. Por exemplo, a pontuação nos testes de GPU foi de 365, contra 240 do X360, o segundo colocado, e 192 do PlayStation 3. Em processamento na CPU, novamente o resultado é bem superior: 5.600 pontos do Tegra K1 contra 3.600 do Xbox de geração anterior e apenas 1.200 do PlayStation.

O consumo de energia também é assustadoramente baixo: somente 5 watts do SoC para dispositivos móveis, contra os 100 watts exigidos pelos dois consoles de mesa. É evidente que baixo consumo é fundamental na hora de criar um chip para celulares/tablets. Parece que a Nvidia fez o dever de casa.

Vale lembrar que não temos detalhes específicos de como esses testes foram feitos. Também é importante destacar que estão comparando os benchmarks de um chip em 2014 contra consoles que estão conosco há pelo menos sete anos.

O chip Tegra K1 será fabricado em dois modelos diferentes: com CPU A15 4-plus-1 de 2,3 GHz e 32 bits; e CPU Denver dual-core de 2,5 GHz em ambiente de 64 bits. Não temos informação sobre quando os primeiros celulares vão sair da fábrica já com o novo chip.

O departamento de marketing da Nvidia produziu o vídeo abaixo. Ele mostra um pessoal recriando o SoC em uma plantação (?) dos Estados Unidos, como se fossem aquelas marcações feitas por aliens. A Nvidia sustenta que o Tegra K1 não é coisa desse planeta… (dorgas, cara).

Acompanhe todas as novidades da CES 2014 no Tecnoblog.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Alvaro Giordani
Sério que Xbox 360 e tão superior assim ao ps3????! Não e o qu parece na prática....
trovalds
Bonito na apresentação... vamos ver na prática. E, na boa, isso aí pra mim seria mais razoável em tablets 4K que já tem gente anunciando por aí.
William Reinaldo
Snapdragon 805 ou Tegra k1 eis a questão...
Edmilson Junior
Com esse consumo será que ele vai consumir bateria mesmo conectado à tomada?
David Rabelo
O aquecimento é diretamente relacionado ao consumo de energia, sendo que ele consome 5 watts e atualmente por exemplo a gpu adreno 320 do Nexus 4 consome em média a metade desse valor sendo que o consumo geral do dispositivo atinge valores até 7 watts e apresenta aquecimento levemente perceptível, em teoria com o K1 um smartphone android chegaria próximo aos 10 watts de consumo o que possivelmente apresentaria um aquecimento bem perceptível ao usuário, no entanto com algumas otimizações e materiais que beneficiem a situação pode ser que ele se mantenha no padrão de temperatura dos smartphones atuais. Mas isso é só especulação minha baseada nos números.
João Paulo Viana
Um processador desses no celular... É como se tivesse um Grill portátil da George Foreman!
Thássius Veloso
Essa é uma boa pergunta, João. Ainda não descobri nenhuma informação a respeito disso.
Carlos Alex
Thiago Victor Almeida D'Souza Isso me irrita tambem, tanto que uso uma low profile, abrindo mão da performance extrema.
Elton Lima
Tenho um x360(duas ventoinhas pra não aparecer as luzes "da morte") e seria demais jogar gears of war (unreal engine) em um smartphone!
Elton Lima
O Dreamcast da Sega de 1998, tinha um baita de um ventilador(ventoinha) e até tubulação de alumínio dentro da carcaça para não super aquecer os na época poderosos e gigantescos soc cpu e gpu Hoje em dia até meu Xperia s de 2011 com arquitetura super ultrapassada, bateria 1700 mah, roda crazy tax, virtual tennis, e games infinitamente superior ao 128bits(reais) da Sega, ex: bomb shells, dead trigger 1 e 2, real racing 3, riptide gp 2, nova 3, sangue feroz, angry birds go, the conduit, sonic dash dungeon hunter 4(esse um dos meus preferidos) entre outros com efeitos de sombra, reflexo do ambiente e água que só se viram a partir do PS2. Isso sem esquentar o smartphone e mesmo com dezenas de apk rodando em segundo plano, pois todo mundo sabe que no android é assim! Tecnologia supera qualquer obstáculo no mundo da computação.!
Thiago Victor Almeida D'Souza
Carlos Alex Realmente, mas se fossem dois chips desse acho que a performance seria equivalente, mas isso levando em conta apenas o numero núcleos CUDA, teria que estudar um pouco dessa arquitetura Kepler pra saber qual a real diferença. Mas o tamanho das VGAs dos Desktops sempre me irritou, eu acho uma coisa muito absurda... por isso fico fazendo esses comparativos hahaahaha.
Carlos Alex
Verdade, mas creio que a performance não é comparável, por mais rápido que seja esse SOC.
Carlos Alex
Ah, então essa é a "origem desconhecida" que os donos dessa fazenda falaram na semana passada. Tendi.
Thiago Victor Almeida D'Souza
o case dos celulares vão ter de funcionar como um exaustor não tem outra solução pra isso. todos feitos em cobre/alumínio. O que me deixa bolado são esses chips gráficos minúsculos e minha GTX 560TI ocupando metade da minha placa mãe e consumindo mais do que uma lampada incandescente.
João Paulo Melo
E quanto ao aquecimento? Os amarts atuais ja esquentam...