Início » Aplicativos e Software » A sincronização de notas no Evernote está quatro vezes mais rápida

A sincronização de notas no Evernote está quatro vezes mais rápida

Por
6 anos atrás

Os problemas que o Evernote vêm apresentando nas últimas semanas começam, aos poucos, a serem solucionados. Nesta semana, a empresa soltou um comunicado para informar que o motor de sincronização do serviço, um dos aspectos que mais tem apresentado falhas, acaba de ficar até quatro vezes mais rápido.

Esta e outras mudanças estão acontecendo de maneira transparente ao usuário, mas os usuários mais assíduos do serviço já podem perceber melhoras significativas, de acordo com a companhia. A sincronização, a partir de agora, poupará preciosos segundos e, em dispositivos recém-adquiridos, tornará o download das notas mais ágil.

Evernote

Em um post mais técnico sobre o assunto, a empresa dá detalhes sobre o processo. Basicamente, os ingredientes para deixar a sincronização mais rápida são a troca dos HDs dos servidores por SSDs e a implementação de um mecanismo de indexação mais eficiente, capaz de lidar com volumes maiores de dados.

A novidade surge como uma reação em tempo hábil aos problemas de sincronização e perda de notas que tem feito o Evernote receber queixas e, principalmente, perder usuários. A situação se tornou tão crítica que o CEO da companhia, Phil Libin, se viu obrigado a publicar uma nota de desculpas no início do mês.

Apesar deste “timing”, os desenvolvedores do serviço explicam que a criação do novo sistema começou há cerca de um ano. Deve mesmo ser verdade, afinal, não se cria um mecanismo de indexação da noite para o dia.

A etapa seguinte deste processo é a atualização progressiva de todos os apps oficiais, além das APIs usadas por terceiros. O novo sistema de sincronização já funciona com os aplicativos atuais, uma vez que as mudanças ocorreram nos servidores, mas a empresa espera que os updates otimizem ainda mais o procedimento.

Tomara, afinal, sincronização é uma das características mais importantes do Evernote. Se não funcionar a contento, não haverá milagre capaz de manter a atual base de 80 milhões de usuários do serviço.

Mais sobre: